Ir para o conteúdo SiSU Ir para o menu SiSU Ir para a busca no site SiSU Ir para o rodapé SiSU
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM oferta 1.584 vagas de graduação através do SiSU 2020 no segundo semestre



 

A Universidade Federal de Santa Maria divulgou, nessa quarta-feira (24/6), o Termo de Adesão ao Sistema de Seleção Unificada (SiSU 2020/2º semestre), firmado entre a UFSM e o Ministério da Educação (MEC). O documento traz informações aos candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) interessados em concorrer às vagas gratuitas de graduação oferecidas pela Universidade.

Ao todo, a UFSM ofertará 1.584 vagas em três campi: Santa Maria (1.339 vagas em 34 cursos), Cachoeira do Sul (190 vagas em 5 cursos) e Palmeira das Missões (55 vagas no curso de Administração Noturno).

A instituição destina 798 vagas a quem cursou integralmente o Ensino Médio em escola pública, distribuídas em oito modalidades de cota. As outras 786 vagas são reservadas à ampla concorrência, para quem não se encaixa nas cotas ou não quer concorrer por meio delas.

As inscrições estarão abertas de 07 a 10 de julho no site sisu.mec.gov.br. A divulgação do listão de aprovados na Chamada Regular do SiSU 2020/2, segundo o Ministério, está prevista para 14 de julho. As instituições terão entre os dias 16 e 21 de julho para a realização da confirmação de vaga (matrícula), em cronograma próprio a ser divulgado no edital e site de cada Universidade.

 

Cotas, pesos e notas mínimas para concorrer – O sistema de inscrições ao SiSU 2020/2 ainda não abriu, mas os(as) candidatos(as) que consultarem o Termo de Adesão já terão acesso à nota mínima de cada prova do Enem necessária para concorrer a determinado curso da UFSM, bem como à média mínima exigida pelo curso.

Cada curso traz também o peso que a UFSM aplica à redação e às quatro provas do Enem. Isso pode impactar a média final do(a) candidato(a) e sua classificação, por exemplo, em relação ao mesmo curso ofertado por outras instituições participantes do SiSU que adotem outros pesos.

Quando o(a) candidato(a) inscreve-se no SiSU, o sistema do site vai calculando automaticamente dia a dia se ele(a) tem chance de ser classificado e já fornece a nota reajustada, de acordo com os pesos determinados pela instituição de ensino. Até o fechamento do sistema (23h59min do dia 10/7) , o(a) candidato(a) poderá experimentar diferentes cursos e instituições, valendo para a classificação final a última configuração registrada por ele(a).

O Termo de Adesão também especifica o quadro de vagas de cada curso, dividido em ampla concorrência (código A0) e nas cotas, destinadas a quem cursou todo o Ensino Médio em instituições públicas (códigos L1, L2, L5, L6, L9, L10, L13 e L14).

As cotas entrecruzam uma série de fatores, podendo levar em conta candidatos(as) com deficiência e/ou autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, além da condição socioeconômica (candidatos com renda média maior ou menor que 1,5 salário-mínimo, por pessoa do grupo familiar). A legislação referente a cada cota está descrita no Termo de Adesão e constará do Edital da Chamada Regular, a ser publicado em ufsm.br/sisu.


De olho na documentação – A Comissão de Ingresso Acadêmico (CIA) aconselha aos(às) candidatos(as) a providenciar com antecedência a sua documentação, pois muitas escolas e órgãos públicos ou privados podem adotar recessos ou horários reduzidos de atendimento durante a pandemia de Covid-19, o que pode atrasar a expedição de atestados, certificados e segundas vias.

As cotas socioeconômicas (L1, L2, L9 e L10), por exemplo, exigem uma série de documentos específicos, de acordo com a modalidade de cada membro do grupo familiar do candidato, o que pode envolver comprovação de moradia e renda, cópias de carteira de trabalho, extratos, pensões, contracheques, Imposto de Renda etc.

A documentação básica, exigida de todos os candidatos classificados (em cotas ou ampla concorrência) no momento da confirmação de vaga (matrícula), é a seguinte:

a) Histórico escolar do Ensino Médio ou curso equivalente (uma cópia autenticada ou uma via original);

b) Certificado de Conclusão do Ensino Médio ou de curso equivalente (uma cópia autenticada ou uma via original). Esse documento pode estar na mesma folha do Histórico Escolar, mas é obrigatório que o aluno apresente a certificação de que ele concluiu o Ensino Médio ou equivalente, a qual é emitida pela Escola onde terminou o curso em questão;

c) Certidão de nascimento ou casamento (uma cópia);

d) Documento de Identidade Civil (RG) – uma cópia;

e) CPF (uma cópia, se já não constar o número do CPF no RG);

f) Título Eleitoral: uma cópia, opcional para candidatos com idade entre 16 e 18 anos; obrigatório para candidatos com mais de 18 anos;

g) Documento militar: Uma cópia. Deve comprovar que o candidato do sexo masculino está em dia com o serviço militar;

h) Declaração de Equivalência de Estudos, conforme Resolução nº 155/80 do CEE (Conselho Estadual de Educação): uma via, apenas para candidatos que tenham concluído o Ensino Médio no exterior;

i) Atestado médico de aptidão ao esforço físico (uma via, apenas para candidatos aos Cursos de Educação Física).

Candidatos(as) cotistas, além desses documentos, precisam apresentar também OUTROS DOCUMENTOS na confirmação de vaga. É de responsabilidade do(a) candidato(a) acessar o Termo de Adesão SiSU/UFSM (páginas 68 a 88) e o respectivo Edital, quando estiver publicado, e conferir a lista de documentos específicos de cada cota.

A UFSM disponibiliza aos(às) candidatos(as) um Guia com as principais informações sobre o SiSU. Dúvidas também podem ser encaminhadas ao email copa.sisu@ufsm.br e à página Confirmação de Vaga UFSM no Facebook.


Publicações Recentes