Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Direção e departamentos do CTISM fazem balanço de 2018 e anunciam planos para 2019



Diante de um público composto por professores e servidores técnico-administrativos, a Direção do CTISM e os diretores dos quatro departamentos que compõem o colégio fizeram um balanço do ano de 2018 e anunciaram o plano de ação para 2019 na sexta-feira (8), no auditório do CTISM.

Os pronunciamentos dos integrantes da equipe diretiva do colégio fizeram parte da programação do Seminário de Planejamento Educacional, que reúne os professores e TAEs em palestras e atividades relacionadas à formação e bem-estar de servidores e à preparação do ano letivo. O seminário havia começado na quinta-feira (7) e ocupou os dois dias úteis imediatamente anteriores ao início das aulas no CTISM e na UFSM.

Entre os anúncios feitos pela equipe, está a intenção de remover parte do telhado do primeiro andar do prédio principal do CTISM e substituí-lo por um terraço, o que serviria para conter a infiltração. Além disso, o terraço seria um novo espaço para sediar atividades. Segundo o diretor do Departamento Técnico, Tiago Antonio Rizzetti, a medida é “questão prioritária” para 2019 no que diz respeito a obras.

A seção institucional do Seminário de Planejamento incluiu também uma apresentação da Comissão de Resíduos, feita pela professora Melina Azevedo. A comissão é responsável por identificar os tipos de resíduos produzidos no CTISM e organizar o descarte adequado de cada um deles à luz dos impactos ambientais.

A FALA DO DIRETOR

O diretor do Departamento Administrativo, Maikel Bathaglini, o diretor do DREC, Diego Russowsky Marçal, o diretor do CTISM, Rafael Adaime Pinto, o diretor do Departamento Técnico, Tiago Antonio Rizzetti, o vice-diretor do CTISM, Fabio Franciscato, e o diretor de Ensino, Fredi Zancan Ferrigolo.

O diretor Rafael Adaime Pinto abriu a programação da sexta-feira por volta das 8h30min com uma fala em alusão ao Dia Internacional da Mulher, considerado por ele como um “dia de luta por igualdade e por respeito”. Ele prometeu “apoiar as ações de valorização e reconhecimento desta força”.

Em seguida, a Direção começou a apresentar uma prestação de contas do primeiro ano da gestão atual, que teve início em fevereiro de 2018. O diretor deu destaque às ações relacionadas às finanças do CTISM, principalmente à comissão consultiva encarregada de aconselhar a Direção sobre as prioridades do orçamento.

Criada por portaria do mês de junho, a comissão é formada por seis docentes. Cada um deles é representante de uma área de conhecimento presente no CTISM. Os membros da comissão são responsáveis por conhecer as demandas por equipamentos nas suas respectivas áreas e eleger as que consideram prioritárias. Os TAEs estão representados pelos diretores de departamento.

Para Rafael, a criação da comissão atende à promessa dele e do vice-diretor Fabio Franciscato, feita durante o processo eleitoral de 2017, de aumentar a transparência e a participação das áreas na elaboração do orçamento.

A Direção citou também a adoção de critérios para a participação de servidores em eventos. Desde 2018, cada servidor tem direito a passagens, diárias e taxas de inscrição em apenas um evento por ano em território brasileiro, o que inclui congressos nos quais o servidor apresente trabalho ou cursos de capacitação. Eventos no exterior não estão sendo cobertos.

O diretor anunciou a criação de um espaço na intranet para que a comunidade do CTISM possa enviar críticas e sugestões à Direção, de modo anônimo ou não. Ele apresentou também um aplicativo que está sendo desenvolvido para os alunos e servidores do colégio nos moldes do UFSM Digital. O app deve conter notícias e serviços.

Rafael falou sobre a transformação do Projeto Cidadania em comissão, já aprovada pelo Conselho Diretor. A comissão vai substituir a proposta de campanha de Rafael e Fabio de criar cinco núcleos, que trabalhariam com ações ligadas a inclusão, diversidade, sustentabilidade e integração. O Projeto Cidadania, composto por servidores e alunos, já atuava com esses assuntos no CTISM. A ideia de criar uma só comissão ao invés dos cinco núcleos foi tomada pelo grupo do Projeto Cidadania em conjunto com a Direção.

Além disso, a Direção lamentou não ter conseguido, durante o primeiro ano de gestão, trazer um servidor da área de comunicação para o NCI (Núcleo de Comunicação Institucional), que hoje é composto por três bolsistas.

Ao longo da sua explanação, o diretor fez ainda menções a atividades e eventos de 2018 e exaltou a visibilidade externa adquirida pelo CTISM com eventos e projetos.

O diretor de Ensino, Fredi Zancan Ferrigolo, faz as orientações de início do ano letivo no Seminário de Planejamento Educacional.

 

O que falaram os diretores de departamento

 

DEPARTAMENTO DE ENSINO

O diretor de Ensino, Fredi Zancan Ferrigolo, aproveitou o espaço no Seminário de Planejamento para orientar os servidores sobre a programação de volta às aulas. Ele comunicou que a pedagoga Patricia Vargas da Rosa vai deixar a equipe do departamento e anunciou o sucessor dela, Deivis Jhones Garlet Bonaldo. O TAE Adão Antonio Pillar Damasceno, que atuava na Biblioteca Setorial, também passou a integrar o Ensino como assistente de aluno. Sâmara Palazuelos, até então no DREC (Departamento de Relações Empresariais e Comunitárias), foi transferida para a Biblioteca no lugar de Adão.

Fredi anunciou que as tardes de quinta-feira serão destinadas a reuniões entre os professores, que vão substituir os conselhos de classe realizados na metade dos semestres. Os conselhos de classe de final de semestre serão mantidos.

Sobre 2018, o diretor de Ensino citou as reformas nos PPCs (projetos pedagógicos de curso) dos cursos subsequentes de Eletrotécnica, Automação Industrial, Eletrônica, Segurança do Trabalho e Soldagem. Nos demais cursos técnicos, as reformas estão em andamento ou vão iniciar em 2019. Fredi também fez referência à reformulação da Organização Didática do CTISM.

 

DEPARTAMENTO TÉCNICO

Além da proposta de construir um terraço no prédio principal, o diretor do departamento, Tiago Antonio Rizzetti, anunciou planos para a criação de um estacionamento para motos entre o mesmo edifício, o prédio 5, e o córrego que separa o colégio do Ipê Amarelo. Outra proposta é um estacionamento junto ao prédio 5D. Segundo Rizzetti, já estão em andamento a instalação de iluminação automática nos corredores e de um sistema de acesso eletrônico aos laboratórios. O docente citou como ações executadas em 2018 a integração do CTISM à rede wi-fi da UFSM, a instalação de iluminação noturna no acesso entre o prédio principal e os demais prédios, a mudança de dois laboratórios de informática e a sala de convivência para alunos no prédio 5D. Além disso, Rizzetti explicou a reforma de R$ 325 mil no prédio 5C, executada pela Proinfra (Pró-Reitoria de Infraestrutura). O edifício era cenário de alagamentos.

 

DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO

O diretor do departamento, Maikel Bathaglini, fez uma exposição detalhada da destinação dos recursos financeiros do CTISM em 2018. Junto aos outros TAEs do setor, Marcelo Tadiello Moraes e Thendric Beck Martins, explicou o uso de algumas das plataformas disponíveis na intranet para os servidores, como o Portal de Compras e o sistema para compras emergenciais. A equipe reforçou a recomendação de que todos os bolsistas do colégio estejam ligados a algum projeto cadastrado no GAP (Gabinete de Projetos), e anunciou que o Almoxarifado está, por ora, sem almoxarife. Até que a Sulclean aponte um novo, as solicitações de materiais do Almoxarifado devem ser feitas ao Administrativo.

 

DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES EMPRESARIAIS E COMUNITÁRIAS

O diretor do DREC, Diego Russowsky Marçal, destacou a medida aprovada pelo Conselho Diretor que reduziu de três para um ano o prazo para que os alunos dos cursos técnicos cursem o estágio curricular após a conclusão das disciplinas. Diego explicou também os novos limites para viagens, que são de 3.000 km por ano para cada curso integrado e de 2.000 km para cada curso subsequente, de graduação ou pós-graduação. Os cursos integrados têm direito a 12 diárias por ano cada um e os demais, a 10 diárias. O TAE citou cinco projetos que o departamento pretende desenvolver em 2019, entre eles aumentar as visitas dos orientadores aos estagiários.

 

Texto: Rossano Villagrán Dias/Núcleo de Comunicação Institucional

Fotos: Biara Simões/Núcleo de Comunicação Institucional



Publicações Recentes