Ir para o conteúdo Coronavírus - COVID-19 Ir para o menu Coronavírus - COVID-19 Ir para a busca no site Coronavírus - COVID-19 Ir para o rodapé Coronavírus - COVID-19
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

OBSERVATÓRIO DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE

Este observatório tem o objetivo de fornecer dados e informações diárias sobre a COVID-19 e auxiliar no monitoramento e planejamento das ações em saúde pública para o combate à pandemia

NOTAS

  • A COVID-19 (termo em inglês que significa Corona Virus Disease 2019) é uma doença infecciosa respiratória causada pelo coronavírus SARS-CoV-2. O quadro clínico pode variar de infecções assintomáticas a infecções respiratórias graves.
  • É possível haver um número significativo de pessoas com coronavírus, mas sem apresentar sintomas ou com sintomas leves. Estas pessoas, ao continuarem circulando e tendo contatos sem cuidados mínimos, tanto com superfícies quanto com outras pessoas, podem transmitir o vírus.
  • O distanciamento e o isolamento social são as medidas mais indicadas para conter a disseminação da doença, uma vez que não há vacina ou medicamento para o combate efetivo até o momento.
  • Podem ocorrer eventuais divergências entre as plataformas de informação uma vez que os dados são originados de fontes diferentes e não são consolidados ao mesmo tempo. Além disso, há a possibilidade de panes nos sistemas de informação.
  • No Brasil existe subnotificação do número real de casos, uma vez que a testagem é muito pequena. Também existe atraso na confirmação de óbitos por COVID-19.

 OS CUIDADOS DEVEM CONTINUAR:

  1. Uso correto de máscara;
  2. Distanciamento físico interpessoal mínimo de 1,5m;
  3. Higienização frequente das mãos.
SAIBA MAIS SOBRE:
 
 

BOLETIM DE HOSPITALIZAÇÕES – RS

– 05/03/2021 –

  • Ontem, novamente, o RS fechou o dia com mais de 100% dos leitos de UTI ocupados. Além das Macrorregiões Metropolitana, Serra e Vales, a Norte também passa a indicar maior número de pacientes internados do que leitos de UTI disponíveis.
  • Ontem, o aumento do número de internados Suspeitos e Confirmados em Leito Clínico e UTI foi de 269, sendo 197 em Leito Clínico e 72 em UTIs.
  • Ontem, o número de internados em leitos clínicos confirmados com Covid-19 aumentou de forma expressiva novamente de 3904 para 4182. O número de suspeitos reduziu de 914 para 833. Na semana, passa-se a acumular elevação de 1506 confirmados e 32 suspeitos.
  • Nos leitos de UTI, também houve forte elevação no número de confirmados ontem, passando de 1900 para 2008. O número de suspeitos reduziu de 228 para 192. Na semana, há elevação de 666 confirmados e 13 suspeitos.
  • Na soma de Leitos Clínicos e UTI, o total de confirmados e suspeitos mais que triplicou em um mês, passando de 2268 para 7215. Somente na última semana, o aumento foi de mais de 2,2 mil pacientes em todo o estado.
  • Com o esgotamento no agregado de leitos do estado, a razão de leitos livres para cada ocupado por Covid no RS passa a ser negativa, com taxa de ocupação em UTIs (100,8%) e o um déficit de no mínimo 25 leitos de UTI no estado.
  • Na semana, as Macrorregiões Centro-Oeste (+26), Metropolitana (+399), Missioneira (+48), Norte (+51), Serra (+82), Sul (+14) e Vales (+46) acumulam aumento de pacientes confirmados em UTI. (não contabiliza transferências regionais) .
  • As Macrorregiões Centro-Oeste (+131), Metropolitana (+603), Missioneira (+148), Norte (+207), Serra (+240), Sul (+36) e Vales (+141) apresentam aumento de confirmados em leitos clínicos na semana.

Fonte: Comitê de Dados: http://https://bit.ly/boletim_hosp_RS

BOLETIM DE CASOS do MUNDO – BRASIL – RS

  • Itália e Brasil apresentam aumento recente na média móvel de casos confirmados. Portugal, Reino Unido e EUA, que apresentaram picos de propagação da doença, retornam a níveis mais baixos e ainda em queda. A Alemanha e Canadá apresentam queda. O Uruguai apresenta elevação nos últimos dias. O aumento recente no RS se destaca das demais regiões.
  • A média móvel de óbitos nos países europeus é decrescente, mas ainda em patamar elevado. O Uruguai mantém patamar inferior aos demais. No Brasil, há elevação recente. O RS assumiu a primeira colocação dentre as regiões selecionadas.
  • Atualmente, os 3 estados do sul apresentam aumento expressivo na média móvel de casos como proporção da população.
  • A média móvel de óbitos nos 3 estados do Sul também apresenta aumento nos últimos dias, RS tem a maior entre os três.
  • O AM (10,7) seguido de RO (10,7) e RR (9,9) apresentam a média móvel de óbitos por 100 mil hab. mais altas do país, atualmente. RS (7,7) e SC (7,6) se aproximam. Outros estados brasileiros também apresentam elevação, como AC, MT, PR, BA. O RS apresenta a 4ª maior taxa semanal de óbitos, seguindo com a 11ª menor taxa de mortalidade acumulada de óbitos do país (114,4 por 100 mil hab.). Com a inclusão de 188 registros ontem, o estado chegou a 13.021 óbitos, com a média semanal de 125 óbitos por dia, o que representa um aumento de 61% frente à semana anterior.
  • Com registros ainda preliminares, o dia 28 de Fevereiro soma o maior número de mortes até o momento em toda a pandemia: 120 óbitos por Covid-19 no RS em um dia.

Fonte: https://bit.ly/boletimcovid19-rs

GRÁFICOS DE CASOS E PROJEÇÕES DE SANTA MARIA - RS

MAPAS DE CASOS

Use as setas laterais para avançar ou retroceder

MAPA DE ÓBITOS

MAPA DOS ÓBITOS POR COVID-19 POR BAIRROS NA ÁREA URBANA DE SANTA MARIA