Ir para o conteúdo PPGPC Ir para o menu PPGPC Ir para a busca no site PPGPC Ir para o rodapé PPGPC
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Docentes

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: Arquitetura e Patrimônio Material

Linha de Pesquisa 

 Professores   

 

    Arqueologia e  Paleontologia 

                      Átila Augusto Stock da Rosa  

     E-mail:  atila@smail.ufsm.br

     Projeto:  Resgate e valorização do patrimônio paleontológico na área de abrangência da UFSM

     Resumo: Este projeto visa facilitar o acesso dos pesquisadores da UFSM em atividades de extensão, que levem à proteção do patrimônio paleontológico na região de atuação da UFSM, no sul do Brasil, mais especificamente na porção central do Estado do Rio Grande do Sul.
– Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

 

 

   André Luis Ramos Soares 

        E-mail: andre.soares@ufsm.br

        Projetos: 

        –  Cultura Material e Sociedades Históricas e Pré-Históricas da Bacia Platina: pesquisa e socialização do conhecimento.

      Resumo: Este é um projeto Guarda-chuva para pesquisas de graduação e pós-graduação no Programa de Pós-Graduação em Patrimônio Cultural e História da UFSM. Visa o estudo da cultura material das sociedades pré-históricas e históricas, em uma abordagem sobretudo arqueológica, em suas teorias, métodos de análise e perspectiva de construção de conhecimento científico. Ao mesmo tempo, os resultados das pesquisas devem ser levados ao grande público, e portanto devem passar por processos de socialização do conhecimento, através de ações educativas e projetos de educação patrimonial.

        – Geoparques: educação patrimonial e patrimônio cultural

        Resumo: A partir do Projeto Geoparques , coordenado pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, desenvolvemos este subprojeto, de educação patrimonial e patrimônio cultural, tendo como foco principal os vestígios arqueológicos e as populações autóctones anteriores ao período de imigração européia. Este projeto justifica-se por várias razões acadêmicas e sociais. Em termos acadêmicos, os bens culturais da Quarta Colônia de Imigração Italiana não são totalmente conhecidos, e tampouco valorizados. Ao mesmo tempo, pretende-se introduzir, com o projeto de Geoparque, as propostas de Gestão Integrada de Paisagem Cultural, que envolve o patrimônio natural em ação com o patrimônio cultural. As ações das sociedades interferem diretamente na paisagem ao longo do tempo, transformando e interagindo reciprocamente com a cultura e a história das comunidades. Sendo assim, além das relações da humanidade com a paisagem, temos o fator tempo, que agrega outro ingrediente as relações entre seres humanos e território. Conhecer as distintas soluções que as comunidades criaram para os diferentes problemas ao longo do tempo, e ainda como interagiram e interagem com o território, é o que denominamos cultura. Este projeto justifica-se por buscar processos de valorização cultural dos municípios que constituem as propostas de Geoparques Unesco, em uma versão mais globalizada de território, através do Geoparque.

        – Cátedra UNESCO Fronteiras e Migrações – UFSM

   Resumo: A proposta da cátedra de Fronteiras e Migrações busca trazer a discussão contemporânea sobre as sociedades em movimento e seus limites, em uma visão diacrônica que contempla a bacia platina e seus países em relação com África e Europa. O projeto visa congregar pesquisadores e acadêmicos na discussão sobre os efeitos históricos, sociais e culturais dos deslocamentos humanos, desde os tempos mais remotos até o século XXI.  Da mesma forma, a cátedra pretende viabilizar o intercâmbio de conhecimentos com as comunidades tradicionais e seus saberes, socializando alternativas e compreensões do mundo presente e passado. Assim, a UFSM por meio do PPG de História propõe a presente cátedra tendo integrantes os PPGs da Comunicação, Geografia e os programas da área de Humanidades de diversas instituições de pesquisa. 

      

         Luís Miguel Oosterbeek 

          E-mail: loost@ipt.pt

          Projeto:  TURARQ Inovação

    Resumo: A estratégia do presente projeto assenta em dois pilares: acessibilidade do Património Cultural e Territorial (aliado ao Turismo e assegurando a sua Conservação), apoiada por novos recursos digitais que, porém, devem potenciar a fruição cognitiva através de experiências analógicas. A promoção do Turismo Patrimonial beneficia os territórios de baixa densidade, gerando riqueza e novos empregos, tanto direta quanto indiretamente. Acionar, duplamente, o «tour digital» e o «tour presencial» constituem um procedimento empresarial acelerado pela crise sanitária à procura turística atual: é constatação relevante para esta proposta de valorização patrimonial holística e preditiva. Na esfera do património é identificada uma lacuna essencial para a valorização global dos territórios, que penaliza sobretudo os territórios de baixa densidade demográfica: uma compreensão e valorização do património arqueológico, que representa mais de 90% dos recursos patrimoniais da região, com distribuição equilibrada por todo o território. Tal não se deve à falta de identificação desse património, em grande medida inventariado, mas à falta de recursos humanos qualificados e dedicados a essa valorização. A dificuldade dos agentes turísticos em valorizar esses recursos patrimoniais tem bloqueado a sua plena inserção em cadeias de valor que contribuam não apenas para o desenvolvimento de ambos os setores, mas para o desenvolvimento e coesão territoriais. O projeto parte desta estratégia e dos recursos dos três centros de pesquisa acreditados pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) no Instituto Politécnico de Tomar (IPT), articulando-se com entidades nacionais que gerem o território, o património e o turismo (CIMT – Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo; DGPC – Direção Geral do Património Cultural; e Turismo Centro), com o setor empresarial (NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém; e PME – Pequenas e Médias Empresas) e com a UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.

       Financiamento: Portugal 2020    

     

            Virginia Vecchiolli   

 

        E-mail: vvecchioli@gmail.com

        Projeto: CULTURA E IDENTIDADE       

      Resumo: O projeto tem como intuito promover o conhecimento e a intervenção sobre as práticas de produção, distribuição e consumo de bens e serviços culturais como arte, moda, culinária, literatura, música, etc. Assim como de aquelas práticas que, tem uma dimensão cultural, embora estejam orientadas para outros fins, como os protestos de rua, por exemplo. Por médio de conhecimentos vindos da antropologia cultural e do patrimônio, o projeto prevê promover iniciativas diversas como aquelas vinculadas à cultura popular, as culturas de grupos minoritários ou as culturas não hegemônicas. Interessa ao projeto desenvolver ações de promoção de diversas expressões da cultura dentro do âmbito de Santa Maria, Quarta Colônia e região. Para isso vão ser promovidas diversas parcerias com a sociedade civil, o Estado ou parcerias público-privadas. Trata-se de um projeto guarda-chuva que visa a acolher as pesquisas dos futuros orientandos do PPGPC promovendo a investigação de temas interdisciplinares e transversais com base em metodologias qualitativas.
 

      Preservação e Patrimônio   Material     

       Caroline Ciliane Ceretta

           E-mail: caroline.ceretta@ufsm.br / carolineceretta@gmail.com

      Projeto: As dimensões do Turismo e da Gastronomia local em contextos de territorialidades no Geoparque Quarta Colônia – RS/Brasil. 

       Resumo: O projeto tem como tema inspirador e analítico, estudos voltados para o turismo e a gastronomia local, buscando na e com a perspectiva científica, elementos identitários valorativos de territorialidades e reciprocidades no território conhecido como Quarta Colônia, no centro do Estado do Rio Grande do Sul/Brasil. O objetivo geral é analisar e refletir sobre as atividades de turismo e as dimensões da gastronomia na Quarta Colônia, tendo como premissa evidências de singularidades identitárias e distintivas construídas no território e sua perspectiva de desenvolvimento sustentável a partir da constituição do Geoparque. Este projeto intenciona ser uma proposta do tipo integradora (guarda-chuva), com a investigação de temas interdisciplinares e transversais sobre as dimensões do turismo no território Quarta-Colônia. Para tanto, o repertório de técnicas de pesquisa tem como base a pesquisa do tipo qualitativa e exploratória acerca dos fenômenos e objetos de investigação, cujos instrumentos de coletas de dados reúnem diferentes processos e registros construídos ao longo dos estudos. Pretende-se compor e disponibilizar um conjunto de estudos e referências para discussões no âmbito acadêmico e profissional, entre os atores locais, nas parcerias público-privadas e consórcios públicos voltados ao desenvolvimento sustentável do turismo na Quarta Colônia. Portanto, este projeto é uma proposta que nasce na Universidade, como parte de um conjunto de oportunidades de atuação no território Quarta Colônia a partir do turismo e a gastronomia local, evidenciando que a reflexão e valorização das práticas e saberes locais são uma fonte inesgotável de sapiência e alternativas na, com e para o bem estar da sociedade que a constrói e vivencia.

    Linha(s) de pesquisa à(s) qual(is) o projeto está ligado: Turismo e Desenvolvimento territorial

Linha de pesquisa na UFSM: PPGPC – Preservação do Patrimônio Material

             

                            Denise Saad de Souza    

     E-mail: dssaad1@gmail.com

    Projeto: Avaliação das Patologias e Projeto de Restauração de Prédios Históricos

 
     Resumo: As edificações sobre danos físicos, químicos e biológicos. Este presente projeto tem por objetivo avaliar as patologias existentes em prédios históricos e propor soluções para a restauração para os mesmos, com viabilidade econômica..

 

                  Caryl Eduardo Jovanonich Lopes   

     E-mail: caryl@smail.ufsm.br  

    Projeto: Arquitetura e Patrimônio Cultural

 
  – Resumo: O presente projeto que é uma continuidade de estudos/projetos anteriores, pois caracteriza-se como sendo guarda-chuva, se propõe a realizar e a promover, por meio de subprojetos (vinculados a teses, dissertações, Trabalhos Finais de Graduação, Iniciação Científica e outros), estudos com fontes bibliográficas, documentais, digitais, edilícias e espaços urbanos, que envolvam especialmente temáticas relativas ou que se relacionam direta ou indiretamente com a arquitetura e o urbanismo. Trabalhar inventários, mapa de danos, museus, edificações, espaços públicos, praças e jardins, escolas, com imigração, com trajetória social e política, com identidade e memória, com educação patrimonial, turismo, desenvolvimento de produtos (objetos, roteiros turísticos, sítios), etc., procurando perceber o quão importante e significativo é a questão patrimonial na sociedade local, regional, nacional e mundial. Com isso, a proposta do presente projeto, que tem um caráter amplo, se presta a uma gama de continuidade e novas investigações, com um campo aberto a ser explorado. E, neste panorama, estarão privilegiados os temas como inventários, mapeamento de danos, turismo, acervos museográficos, cor na arquitetura, imigração regional e local, o indivíduo e o coletivo, a trajetória e as redes de poder e sociais, a educação patrimonial como política e metodologia, as relações internacionais, entre outros. Com isso, a temática proposta deste projeto guarda-chuva vincula-se a linha de pesquisa Arquitetura e Patrimônio Material pertencente ao Programa de Pós-Graduação em Patrimônio Cultural da UFSM e a linha Educação, Patrimônio Cultural e Planejamento Urbano e Ambiental da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI) relacionada a interinstitucionalidade. Em sua continuidade, integra pesquisadores e estudantes de diversos níveis de ensino e universidades. Para finalizar, em uma perspectiva de inserção social, internacionalização e qualidade, este Projeto procura abranger e inspirar projetos de extensão e atividades de ensino, em que reúne profissionais e estudantes da graduação e da pós-graduação e da comunidade, como egressos.

 

             

                    Marcelo Ribeiro     

        E-mail: marcelo.ribeiro@ufsm.br

      Projeto: As dimensões do Turismo e da Gastronomia local em contextos de territorialidade no Geoparque Quarta Colônia – RS/Brasil.

       Resumo: O projeto tem como tema inspirador e analítico, estudos voltados para o turismo e a gastronomia local, buscando na e com a perspectiva científica, elementos identitários valorativos de territorialidades e reciprocidades no território conhecido como Quarta Colônia, no centro do Estado do Rio Grande do Sul/Brasil. O objetivo geral é analisar e refletir sobre as atividades de turismo e as dimensões da gastronomia na Quarta Colônia, tendo como premissa evidências de singularidades identitárias e distintivas construídas no território e sua perspectiva de desenvolvimento sustentável a partir da constituição do Geoparque. Este projeto intenciona ser uma proposta do tipo integradora (guarda-chuva), com a investigação de temas interdisciplinares e transversais sobre as dimensões do turismo no território Quarta-Colônia.

 

            Mônica Elisa Dias Pons      

       E-mail: monica@ufsm.br

       Projeto: Gestão da Comunicação e Políticas Públicas na área do Turismo e do Patrimônio Cultural na região Sul do Brasil

      Resumo: O projeto de pesquisa é do tipo guarda-chuva e tem como proposta estudar a gestão regionalizada do turismo, sob a perspectiva do poder público, de organizações não-governamentais e da iniciativa privada que ofertam serviços turísticos em regiões turísticas na região Sul do Brasil. Estão entre seus objetivos: analisar a gestão do poder público no setor de turismo, em relação a estrutura, organização, eventos e ações, sistematizando e hierarquizando as informações sobre os atrativos e serviços turísticos e a infraestrutura de apoio dos municípios; mapear estratégias de gestão da comunicação e do marketing dos agentes sociais que atuam no setor de turismo; investigar as relações entre turismo como elemento de divulgação e a valorização do patrimônio cultural, analisando o papel da comunicação turística nos espaços de memória patrimoniais e instituições regionais de cultura; verificar a existência de parcerias (entre empresas e setor público e/ou redes de empresas privadas e/ou organizações não-governamentais) para a criação de rotas, eventos e outras atividades conjuntas relacionadas ao turismo; e, analisar as práticas de inovação e de sustentabilidade das empresas que atuam no setor de turismo. Este projeto faz parte da linha de pesquisa Desenvolvimento do Turismo do Grupo de Pesquisa CNPq, Desenvolvimento Organizacional e Regional.

       
 
 

  Ricardo de Souza Rocha

   

          E-mail:  ricardo.rocha@ufsm.br

    Projeto: MORFOLOGIA, SUBSTITUIÇÃO TIPO-ECOLÓGICA E CRESCIMENTO URBANO EM CACHOEIRA DO SUL.

          Resumo: A pesquisa propõe o estudo e a caracterização da morfologia urbana de Cachoeira do Sul. De uma maneira geral, são escolhidas áreas de estudo na cidade compreendendo, preferencialmente, duas zonas com características de uso e ocupação distintas (residencial/comercial), onde o foco da análise será dado ao estudo da morfologia em sua relação com os tipos de edifícios existentes, e as características ecológicas a eles associados. Nesse sentido, trata-se de entender o ambiente urbano como patrimônio, em sentido amplo. Será possível, assim, equilbrar a tendência de crescimento da cidade, estimando-se a capacidade que o tecido urbano tem, dentro da tendência ou tendências atuais identificadas, para abrigar um incremento populacional, com a preservação de características relevantes em termos de padrões ambientais.

     Área Temática: Arquitetura e Patrimônio Material 

            Tiago Costa Martins

   E-mail: tiagomartins@unipampa.edu.br

   Projeto: Comunicação Pública e Big Data na criação de um sistema de análise da Indústria Criativa no Rio Grande do Sul


   Resumo: A pesquisa destaca o desafio de empreender a construção de um sistema integrado de análise da economia criativa no Rio Grande do Sul, Brasil. Em termos científicos, tem-se por premissa articular a pesquisa básica com a aplicada, estabelecendo articulações entre a ciência e a inovação tecnológica (STOKES, 2005), com uma perspectiva interdisciplinar entre as ciências da computação e da comunicação: Big Data (enquanto elemento analítico da realidade atual); Comunicação Pública (enquanto processo social passível de articulação entre os ambientes sociais); Indústria Criativa (enquanto objeto de análise científica e inovação tecnológica). O objetivo da pesquisa é operacionalizar a Comunicação Pública através de um sistema de integração e agregação de dados em Big Data para o desenvolvimento da Indústria Criativa (patrimônio cultural, artes performáticas, artes visuais, etc.).
 
 

 

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: História e Patrimônio Cultural

Linha de Pesquisa   

Professores

 

 História e Patrimônio Cultural   

            Marta Rosa Borin 

    E-mail: marta.borin@ufsm.br

    Projetos: 

    – EDUCAÇÃO, CULTURA, PATRIMÔNIO E HISTÓRIA

 
    Resumo: Este Projeto de Extensão visa promover ações de conhecimento, reconhecimento e valorização doa potencialidade do patrimônio histórico-cultural dos municípios integrantes do CONDESUS Quarta Colônia e região central do Estado, com o fim de colaborar, também, com o projeto institucional do Geoparque Quarta Colônia, bem como motivar ações de educação patrimonial e preservação de acervos e museus. Torna-se fundamental inserir através do diálogo agentes ativos da comunidade e não meros expectadores no processo de preservação do patrimônio. Neste sentido, as iniciativas de extensão associadas as atividades de pesquisa e ensino relacionadas ao patrimônio histórico-cultural de uma localidade/região podem estimular os sujeitos a reconhecerem as potencialidades do território onde estão inseridos e assim promover o desenvolvimento vinculado a educação vivenciando os constantes desafios de preservação e conservação do patrimônio. Busca-se, assim, a sensibilização e a participação de atores sociais na criação de uma cultura e política na percepção da educação patrimonial com intuito de promover a preservação e conservação do patrimônio material e imaterial de diferentes localidades, em especial da abrangência dos municípios integrantes do CONDESUS Quarta Colônia que também integram o Projeto institucional Geoparque Quarta Colonia. Este espaço é composto por nove municípios, porém o projeto pretende também abranger a região central do Rio Grande do Sul, com destaque a Santa Maria. Este projeto de extensão se agrega a outras iniciativas, programas e ou projetos, de colegas que atuam nesta mesma perspectiva.
 
   – HISTÓRIA, MEMÓRIA, PATRIMÔNIO E INVENTÁRIO
 
   Resumo: Este projeto de pesquisa busca, por meio da metodologia de inventário conhecer e reconhecer bens culturais da cidade de Santa Maria e região da Quarta Colônia de Imigração Italiana/RS, bem como os valores e significados atribuídos a esses bens pelos grupos sociais. A aplicação do inventário deverá, quando necessário, mobilizar os grupos sociais envolvidos para a participação na pesquisa e na proposição de ações resolutivas para o reconhecimento dos bens patrimoniais escolhidos. Linha de Pesquisa ? Saberes Históricos em Diferentes Espaços de Memória – Programa de Pós-Graduação em História – Mestrado Profissional (PROFHISTÓRIA/UFSM) Memória e patrimônio – Pós-Graduação em História (PPGH/UFSM), História e Patrimônio Cultural – Programa de Pós-Graduação em Patrimônio Cultural – Mestrado Profissional.

          

                         Júlio Ricardo Quevedo dos   Santos 

      E-mail: julio.santos@ufsm.br

      Projeto: Patrimônios Culturais de Fronteira: História e Memória

 
     Resumo: O projeto visa recuperar, reconhecer e valorizar os Patrimônios Culturais materiais e imateriais que possuem importância histórica e cultural para as comunidades e o Estado do Rio Grande do Sul em sua situação de fronteira com a Argentina e o Uruguai, como a arquitetura, festas, danças, música, manifestações populares, artes, culinária, entre outros, destacando os patrimônios culturais oficiais de uma região são escolhidos pelo Estado.

 

                   

                    Maria Medianeira Padoin      

                E-mail: maria.m.padoin@ufsm.br

       Temas gerais para orientação: História e Patrimônio Cultural; Educação Patrimonial; Geoparques; Fronteira Platina e Imigração; Acervos, Museus e História;

              Projeto de pesquisa “guarda-chuva”: Imigração, Patrimônio e História

              Resumo: Preocupa-se em trabalhar com o processo histórico, especialmente em relação ao sul do Brasil e a considerada região platina, no que tange a construção da identidade nacional e regional, tanto relacionado aos “estados nacionais”, quanto as perspectivas de entender a região/território para além dos limites políticos estatais, e em uma perspectiva cultural. Assim, pensar e entender a história e suas diversas manifestações, e registros/memória enquanto patrimônio cultural da Humanidade, sendo fundamento para os mais variados estudos, pesquisas e ações de preservação e de desenvolvimento integrado e sustentável. Nesta perspectiva estão presentes as temáticas que envolvem estudos sobre imigração (destaque para a Quarta Colônia do RS), educação patrimonial, Geoparque(s), fronteira platina, preservação de acervos, desenvolvimento regional, manifestações culturais, história institucional, empreendedorismo e inovação educacional/cultural, história de vida(s), entre outras tantas possibilidades. Este projeto de pesquisa   faz parte das atividades do Grupo de Pesquisa CNPq/UFSM História Platina: sociedade, poder e instituições.

               Projeto de extensão “guarda-chuva”: Patrimônio Histórico-Cultural, Memória, Educação e Preservação

              Resumo: Tem por finalidade atuar e colaborar na preservação efetiva do patrimônio histórico-cultural e da memória junto e com a comunidade. Assim, temos como espaços de atuação previamente demarcados por trabalhos que  já vem sendo realizados: a região da Quarta Colônia do Rio Grande do Sul (aqui incluímos Santa Maria, por exemplo, por integrar historicamente), dando destaque aos nove municípios que integram hoje o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável/Condesus Quarta Colônia, a região da fronteira sudoeste, em que destacamos as cidades de Bagé e de Rivera/Uruguai (cidades esses da fronteira que tem relação direta também com o processo migratório). Nesse sentido, o Programa se relaciona diretamente com a proposta da UFSM em seu projeto Institucional dos Geoparques.   Assim, esse Programa também objetiva agregar participantes de vários projetos, como também com ações extensionistas integradas ao Grupo de Pesquisa CNPq/UFSM História Platina: sociedade, poder e instituições e as Cátedras da Unesco Fronteiras e Migrações (que tem sede na UFSM) e Geoparques, Desenvolvimento Regional Sustentável e Estilos de Vida Saudáveis.

                Heloísa Helena F. G. da Costa 

        E-mail: helocosta773@gmail.com

        Projetos: 

        – Saúde Cultural, vida e memória do ser humano através do patrimônio cultural
   Resumo: Discutir os múltiplos aspectos da História e da memória nas sociedades contemporâneas. Analisar as articulações entre cidadania, identidade cultural e patrimônio. Analisar os códigos culturais do patrimônio cultural urbano na construção de regras de convívio social e como fundamento para políticas públicas em educação e cultura. Analisar Memória, História, Patrimônio e Identidades à luz do fenômeno urbano. Analisar o conceito transdisciplinar de Saúde Cultural a partir do uso do patrimônio como pedagogia social.
 
        – Ex-Votos das Américas – etapa América do Sul, sob a coordenação do professor Doutor José Cláudio Oliveira da UFBA 
         2.1 Patrimônio tangível e intangível na simbologia dos Ex- Votos
     Resumo: Pesquisar e analisar os ex-votos das salas de milagres, dos museus e igrejas da América do Sul, demarcados e descritos em lista de locais, para estudar a tipologia, os discursos, a iconografia e os seus múltiplos formatos que trazem mensagens, dados e informações diversas. 

         Flavi Ferreira Lisboa Filho 

       E-mail: flavi@ufsm.br

      Projetos:

   – “Comunicação, identidades e patrimônio cultural: desenvolvimento sustentável e democracia pelos Estudos Culturais”

       Resumo: Nesta pesquisa problematizamos os elos existentes entre comunicação, cultura e preservação patrimonial, pela perspectiva do desenvolvimento sustentável e da construção/fortalecimento de identidades, em razão de sua relevância, diversidade e significado social, amparados por pressupostos democráticos e dos Estudos Culturais. Entendemos que o papel da comunicação, no contexto da preservação patrimonial, além de gerar vinculações, também deve ser o de socializar o conhecimento, despertando o interesse dos ocupantes de determinada região para a conservação e a valorização de seu patrimônio (cultural e natural).

        Financiamento: Bolsa Produtividade CNPq, nível 2

       –  “Identidades, patrimônio cultural e desenvolvimento sustentável: a comunicação como articuladora de um Centro Interpretativo Digital”

        Resumo: Esta pesquisa objetiva contribuir na construção de conteúdos para a implementação de um futuro “Centro Interpretativo Digital do Patrimônio Cultural”, que apresente os principais patrimônios dos territórios foco desta investigação (Geoparques Quarta Colônia e Caçapava Aspirantes UNESCO), promovendo as vivências culturais e a valorização das diversas expressões identitárias, que circunscrevem as localidades.

Financiamento: Edital Universal CNPq

Pesquisador líder do Grupo de Pesquisa Estudos Culturais e Audiovisualidades:

 <https://www.ufsm.br/grupos/estudosculteaudiovisualid>

               

                       Gilvan Veiga Dockhorn

            E-mail: gilvan.dockhorn@ufsm.br

            Projeto: Gestão da Comunicação e Políticas Públicas na área do Turismo e do Patrimônio Cultural na região Sul do Brasil

 
             Resumo: Este é um projeto guarda-chuva e tem como proposta estudar a gestão regionalizada do turismo, sob a perspectiva do poder público, de organizações não-governamentais e da iniciativa privada que ofertam serviços turísticos em regiões turísticas na região Sul do Brasil. Estão entre seus objetivos: analisar a gestão do poder público no setor de turismo, em relação a estrutura, organização, eventos e ações, sistematizando e hierarquizando as informações sobre os atrativos e serviços turísticos e a infraestrutura de apoio dos municípios; mapear estratégias de gestão da comunicação e do marketing dos agentes sociais que atuam no setor de turismo; investigar as relações entre turismo como elemento de divulgação e a valorização do patrimônio cultural, analisando o papel da comunicação turística nos espaços de memória patrimoniais e instituições regionais de cultura; verificar a existência de parcerias (entre empresas e setor público e/ou redes de empresas privadas e/ou organizações não-governamentais) para a criação de rotas, eventos e outras atividades conjuntas relacionadas ao turismo; e, analisar as práticas de inovação e de sustentabilidade das empresas que atuam no setor de turismo. Este projeto faz parte da linha de pesquisa Desenvolvimento do Turismo do Grupo de Pesquisa CNPq – Desenvolvimento Organizacional e Regional.

                   Odailso Berté

        E-mail: odailso.berte@ufsm.br

       Projeto: Arte e Patrimônio Cultural

      Resumo: O presente projeto busca investigar e desenvolver produções acadêmicas (artísticas, técnicas, pedagógicas e bibliográficas) tendo como objeto de estudos relações entre a arte e o patrimônio cultural. A partir de correlações entre educação estética e educação patrimonial, o projeto visa pesquisar a construção do olhar estético-patrimonial, pelas vias da interação entre o corpo e o ambiente, com suas implicações culturais, afetivas e políticas. O projeto quer ser também um espaço propício para pós-graduandos e docentes aprofundarem seus estudos e pesquisas de modo a contribuir na estruturação e apresentação de produtos derivados de suas pesquisas, especialmente dos projetos que relacionam arte e patrimônio cultural.
OBJETIVO GERAL Desenvolver ações de pesquisa sobre as relações entre arte e patrimônio cultural.
    OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Realizar ações de fruição artística em diferentes espaços sociais, culturais, artísticos, escolares e acadêmicos. Propor e efetuar publicações resultantes de práticas de pesquisa. Promover processos criativos, obras artísticas e performáticas em sítios históricos, espaços urbanos, monumentos, entre outros, relacionando arte e patrimônio cultural. Realizar trabalhos em conjunto com escolas, comunidades e grupos étnicos pelo viés das performances culturais.
Registro no Portal de Projetos da UFSM número 058308

 

            

                  Virginia Vecchiolli 

         E-mail: vvecchioli@gmail.com

         Projetos: 

       – ARTE E MEMÓRIA EM SANTA MARIA. EM PROL DA CRIAÇÃO DE UM MEMORIAL EM HOMENAGEM ÀS VÍTIMAS DA TRAGEIDA DA BOATE KISS 

       Resumo: O projeto visa a articular as ações da UFSM com as demandas expressadas pela sociedade a respeito da importância de manter viva a memória dos jovens que morreram na tragédia da boate Kiss (2013). O objetivo geral do projeto é produzir recomendações especificas que contribuíam a definir um espaço em memória das vítimas. O trabalho inclui: a) o planejamento dos usos dos espaços com base no projeto arquitetônico existente e o desenvolvimento das propostas vinculadas a estes espaços, b) a curadoria da exposição permanente e das exposições temporárias e c) a definição da futura estrutura de gestão do espaço como um todo. O projeto visa à criação de um núcleo temático sobre arte, memoriais e vítimas e formar recursos humanos na UFSM contribuído à formação de bolsistas e estudantes da área de memória e patrimônio. O projeto vincula-se aos processos de patrimonialização de lugares de sofrimento, tem um perfil decididamente interdisciplinar vinculando à antropologia, a museologia, a história e a arquitetura com a arquivologia, os estudos culturais e os estudos sobre memória e patrimônio, áreas de pesquisa dos integrantes do projeto.

 

         – MEMÓRIA, PATRIMONIO E TECNOLOGIAS DIGITIAIS INTERATIVAS.

       Resumo: O projeto tem como objetivo promover ações que contribuam para a criação de diversos recursos patrimoniais digitais vinculados a Santa Maria e região que possam ser conhecidos e utilizados por usuários localizados em qualquer lugar do mundo com fins educativos, acadêmicos e de pesquisa. Ele se insere numa tendência mundial de utilização de tecnologias de informática e computação (TICs) dentro do âmbito patrimonial como se evidencia na conversão de museus físicos para a realidade virtual (Muséum National d’Histoire Naturelle/Paris ou Tatem Museum/Londres. Um dos principais produtos desse projeto é a maquete interativa digital que recria o interior da boate Kiss utilizada durante o júri. O projeto prevê seu uso no futuro memorial às vítimas através da implementação de capacetes de realidade virtual (VR) que permitirão conhecer o espaço da boate uma vez que o prédio seja destruído para dar lugar ao memorial. O projeto tem um perfil decididamente interdisciplinar vinculando à antropologia, o direito, a arquitetura, o patrimônio cultural e as linguagens de programação e desenho, áreas de atuação dos integrantes do projeto.

  Patrimônio Documental   Arquivístico      

               

                       Gláucia Vieira Ramos Konrad 

          E-mail: glaucia.konrad@ufsm.br

                Projetos:

               – Mundos do Trabalho: História, movimentos, fontes e acervos documentais

 
          Resumo: Este grupo é constituído de pesquisadores das áreas de Ciências Sociais e Humanas e Ciências Sociais Aplicadas, que pesquisam os mundos do trabalho. A ênfase de pesquisa é sobre os movimentos sociais e políticos dos (as) trabalhadores (as), suas fontes e seus acervos. O grupo constitui-se de pesquisadores com experiência consolidada nas temáticas de pesquisa supracitadas.
 
                – Patrimônio cultural e patrimônio documental arquivístico
 
          Resumo: Tem como objetivos  os estudos do patrimônio documental, estendido aos documentos arquivísticos, visando a a  consolidação  de um campo de  pesquisa, inserido como parte do patrimônio cultural. Evidenciar a importância do patrimônio documental e o seu acesso como um direito constitucional e por isso, a necessidade da sua preservação, difusão e acesso para toda a sociedade.

     André Zanki Cordenonsi 

 
    Projeto: DOCUMENTOS DIGITAIS E CIÊNCIA ABERTA

  Resumo: A criação, manipulação, gerenciamento e preservação de documentos digitais apresentam inúmeros desafios na sociedade atual. Com a proliferação das redes informatizadas, se torna primordial compreender como os documentos digitais, dos mais diversos gêneros, são produzidos, tramitados e preservados nas instituições públicas e privadas. E além dos documentos digitais, as bases científicas de acesso amplo e aberto são consideradas uma das principais tecnologias para a ciência aberta. Este projeto tem como intuito balizar a discussão sobre os temas apresentados, integrado por estudos de caso com comparações internas e com a bibliografia da área. Este é um projeto guarda-chuva que tem como objetivo consolidar as pesquisas realizadas na área pelos seus participantes.

                

                     Fernanda Kieling Pedrazzi  

                E-mail:   fernanda.k.pedrazzi@ufsm.br

                Projeto:  Patrimônio, memória e arquivo

 
              Resumo: Projeto que faz parte da Linha Patrimônio Documental Arquivístico do Programa de Pós-Graduação em Patrimônio Cultural da UFSM. Dá foco para análise, sugestões e produções realizadas em nível de mestrado do tipo profissional voltadas para as questões de arquivos que se entrelaçam com as noções de memória e patrimônio. Evidencia a relação do documento, incluindo o epigráfico, encontrado em cemitérios, com a sociedade e os ritos dos cidadãos.

 

         

                               Sônia Elisabete Constante 

            E-mail: soniaec559@gmail.com

      Projeto: Patrimônio documental e mídia: construção da memória social e institucional

 
            Resumo: Projeto que faz parte da Linha Patrimônio Arquivístico do programa de pós-Graduação em Patrimônio Cultural da UFSM, com ênfase em estudos direcionados ao tema do patrimônio documental e da mídia, a partir das narrativas, visando a construção da memória social de uma comunidade ou institucional, para fins de produção de produtos e ferramentas realizadas em nível de mestrado do tipo profissional..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (4) / Doutorado: (1) .

                 Integrantes: Sônia Elisabete Constante – Coordenador / Lourdes M. F. Soares – Integrante / Rita Rosane Dias dos Santos – Integrante / Jane Conceição Cardoso Jorge – Integrante / Tauani Bisognin Ramos – Integrante / Gleidson Lavoura Godoi – Integrante / Giullia Almeida Ercolani – Integrante.

 

                      

             Jorge Alberto Soares Cruz 

             E-mail: jorgecruz@ufsm.br

             Projeto: HISTÓRIA, PATRIMÔNIO E ACERVOS ARQUIVISTICOS

 
            Resumo: Um dos grandes desafios para pesquisadores é o acesso a documentos de arquivos e as informações nele contidas. Muitas vezes isto ocorre devido aos avanços e a obsolescência tecnológica, que tem dificultado a busca por informações registradas pelos homens. Assim sendo, pode-se afirmar que no Brasil, existem uma infinidade acervos arquivísticos, que, devido a sua importância histórica, cultural, social e religiosa carecem de um tratamento especial. Estes acervos são constituídos por diferentes tipologias documentais, em diferentes suportes (papel, fitas VHS, Fitas cassete, disquetes, CDS, dentre outros). Neste sentido, esta proposta, como um projeto Guarda Chuva, busca realizar a análise e diagnóstico de acervos documentais, objetivando a preservação do patrimônio histórico e documental bem como auxiliar na pesquisa, ensino e na extensão. Em vista disso, as práticas metodológicas deste projeto envolverão acadêmicos da UFSM em especial dos cursos de Arquivologia, História e alunos do Programa de Pós-graduação em Patrimônio Cultura nas linhas de pesquisa Patrimônio Documental Arquivístico e História e Patrimônio Cultural.