Ir para o conteúdo BIBLIOTECAS Ir para o menu BIBLIOTECAS Ir para a busca no site BIBLIOTECAS Ir para o rodapé BIBLIOTECAS
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Biblioteca Setorial do CCSH promove atividade de valorização do acervo de História



Conhecer o outro é também conhecer a si mesmo. Nesse caso, o outro pode estar distante no espaço, na cultura e no tempo. As perspectivas de histórias transnacionais propõem-se a superar a limitação das fronteiras políticas e interligar o desenvolvimento de regiões, países e mesmo continentes. A partir dessa perspectiva, a Biblioteca Setorial do CCSH vem desenvolvendo seu acervo em História, a fim de superar as narrativas regionais e permitir aos leitores conhecer mais sobre o que conecta as diferentes sociedades.

Na tarde de 14/12/22, foi realizado um encontro para apresentar algumas dessas obras. O evento foi realizado na Sala Inovadora, no 3º andar da Biblioteca Setorial, e foi conduzido pelo professor Adriano Comissoli, com participação do pós-doutorando Hugo André Flores Fernandes Araújo.

Adriano é professor adjunto do Departamento de História e do Programa de Pós-graduação em História da UFSM. Hugo, doutor em História Social pela UFRJ, atualmente é bolsista Capes/PNPD no PPGH/UFSM.

A ação contou com a presença de graduandos, pós-graduandos e técnicos-administrativos em educação vinculados às bibliotecas da UFSM.

Seleção de obras do acervo da BSCCSH discutidas pelos professores Adriano Comissoli e Hugo Araújo. Fotografia: Thaísa Gonçalves

Adriano abriu sua fala contando um pouco sobre a história da Biblioteca Setorial do CCSH, que migrou do bairro Centro para Camobi em 2017 e, com isso, passou a estar mais próxima dos cursos aos quais atende, entre eles a História. Além disso, destacou a importância do desenvolvimento de coleções nas bibliotecas: “Dado que os cursos tem por objetivo a formação profissional, as bibliotecas cumprem papel fundamental ao oferecer leituras especializadas, cujo acesso não é possível de outra forma para muitos estudantes. Os acervos da UFSM são excelente meio de conhecer mais sobre a profissão que os acadêmicos escolheram. No caso da História, a Biblioteca Setorial do CCSH cumpre o papel de oferecer clássicos e novidades de ponta, o que permite conhecer múltiplas correntes de pensamento e se atualizar nas tendências mais recentes. “

Um outro ponto levantado pelo condutores do evento é a importância de haver livros em outros idiomas nos acervos das bibliotecas, uma vez que as traduções para o português podem levar muitos anos a serem realizadas ou mesmo podem não ser feitas. Para Hugo Araújo, a iniciativa da BSCCSH “reflete a preocupação e o comprometimento da UFSM em disponibilizar obras clássicas e recentes, propiciando aos leitores um leque de oportunidades para ampliar os horizontes e aprofundar os conhecimentos. Especificamente sobre as obras de História Moderna, destacamos a importância de acompanhar as discussões recentes em língua estrangeira, sobretudo porque várias dessas obras não tem (ou não terão) traduções para o português”.

Comissoli aponta que pode existir o esforço da leitura em outro idioma, mas que um dos objetivos do sistema de bibliotecas é permitir o contato com livros que permaneceriam desconhecidos se apenas acionados os meios particulares de cada aluno.

Participantes do evento reunidos na Sala Inovadora, localizada no 3º andar da BSCCSH. Fotografia: Analiz Bordignon

Considerando a temática específica do encontro, História Global, Adriano diz que a partir do acervo da BSCCSH “nota-se a produção de estudos que propõem interligar regiões, superando visões locais ou nacionalistas. Tais livros mostram as formas de superar as distâncias e criar laços relevantes entre suas populações, permitindo conhecer a dinâmicas ricas e interessantes que as sociedades do passado desenvolveram. Certamente que tal preocupação está ligada com o grande trânsito de pessoas e de informação que assistimos atualmente, pois ao pensar o passado, a História ajuda igualmente a refletir sobre o presente”.

Adriano e Hugo comentando as obras de História disponíveis no sorteio para o público presente. Fotografia: Thaísa Gonçalves

Ainda, professores e bibliotecários enfatizaram o serviço de Sugestões de Aquisição de materiais para as bibliotecas da UFSM. Qualquer pessoa com vínculo à UFSM pode fazer um pedido, bastando seguir as orientações que podem ser conferidas neste tutorial. Parte das obras discutidas no evento foram solicitadas através do serviço.

“Os livros importados que tenho requisitado visam atender necessidades de pesquisa e de disciplinas, em especial voltadas ao estudo de História Moderna. Desse modo, um dos critérios dos pedidos é o potencial de uso das obras por docentes e discentes”, diz Adriano.

Oportunidade de socialização do conhecimento

Para Rafael Batista, bibliotecário na Biblioteca Central da UFSM, o evento foi um momento muito enriquecedor. A ação “me marcou por demonstrar, em um sentido prático, como a integração entre a BSCCSH e a comunidade pode proporcionar visões distintas sobre como os materiais são incorporados ao acervo, de maneira a instigar o usuário a efetivamente utilizar esses materiais. Enquanto participante, acompanhar toda a lógica por trás das obras apresentadas pelos professores Adriano e Hugo e como elas dialogam com o acervo da BSCCSH foi uma experiência de muito aprendizado. Foi como se descobrisse novas possibilidades dentro da BSCCSH. Ao longo da exposição dos professores, me senti inclinado a solicitar cada uma das obras abordadas e reler outras igualmente disponíveis no acervo da biblioteca. Um espaço tão reconhecido pela comunidade e que já possui um material riquíssimo se tornou ainda mais relevante.”

Para finalizar o encontro, foram sorteados dois kits com material da BSCCSH e CCSH, além de duas obras relevantes na temática discutida. Os participantes também tiveram acesso a uma edição especial do Pegue & Leve, voltada para a História. O Pegue & Leve é uma forma de promover a circulação da informação livre de quaisquer barreiras, uma vez que é aberto a toda a comunidade e não somente a alunos, TAEs e professores vinculados à instituição. Localizado tradicionalmente na entrada da BSCCSH, conta com um expositor que, periodicamente, é preenchido com obras para doação. São materiais que por diversos motivos não podem integrar o acervo da biblioteca (por exemplo, xerox, livros grifados ou com danos e que não podem ser reparados pela biblioteca, desatualizados com relação ao material de nosso acervo, etc.), mas que ainda podem ser lidos e aproveitados.

Enquanto selecionavam para si materiais oferecidos no Pegue & Leve temático especial para o evento, os participantes discutiam sobre cada obra. Fotografia: Thaísa Gonçalves

Para Roger Frandoloso, acadêmico de História, ganhador de um dos kits do sorteio e participante do Pegue & Leve especial, foi interessante a oportunidade de reunir vários colegas de seu curso para discutir sobre obras da área. Sobre a temática escolhida neste encontro, comentou que “a História Global é um campo de estudo recente e em grande ascensão na academia. Então, é fundamental valorizar o papel das bibliotecas que permitem que os alunos consigam ter acesso aos livros recentes que a historiografia traz”.

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-362-2779

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes