Ir para o conteúdo PRE Ir para o menu PRE Ir para a busca no site PRE Ir para o rodapé PRE
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Novas Experiências para a Extensão



A Revista Experiência UFSM, periódico científico de Extensão, editado pela Pró-Reitoria de Extensão UFSM, a partir deste mês, passa a contar com novos membros em seu processo de editoração. A professora Janaína Gomes, do Departamento de Ciências da Comunicação do campus UFSM Frederico Westphalen, deixa de ser a editora-chefe da Revista. Assim, o processo de seleção de artigos e de organização dos novos números passa para a responsabilidade de Cláudia Regina Ziliotto Bomfá, professora do Departamento de Ciências da Comunicação do campus UFSM Santa Maria.

Esta é a primeira vez que o periódico da PRE é editado inteiramente no campus de Santa Maria. Desde a sua criação, em 2015, a Revista tem grande parte do processo de revisão, seleção e montagem no campus de Frederico Westphalen.

A professora Janaína Gomes, que ficou à frente da Revista por dois anos (2018-2019), lembra que atuar junto ao periódico proporcionou um conhecimento muito importante, visto o papel fundamental que a Extensão Universitária tem na conexão entre as Universidades e a sociedade. “A Revista demonstra a abrangência territorial em nosso país e uma capacidade de internacionalização na América Latina muito intensa. Essa interlocução é desejada e fundamental para o avanço das Ações de Extensão”, comenta a professora.

A nova editora da Revista Experiência, professora Cláudia Regina Ziliotto Bomfá, atua na editoração de revistas desde 2000, com trabalhos junto à Revista Produção Online, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e à Revista Animus UFSM. De acordo com a professora, há muitos desafios quando se trabalha na produção de periódicos científicos. Além disso, ela destaca que é fundamental fortalecer as revistas de Extensão e demonstrar a sua importância na comunicação de pesquisas. “Para isto, a importância em estabelecer uma rede de editores, iniciativa que já está se configurando pela comissão universitária de Extensão da Associação das Universidades de Montevidéo (AUGM), com a interlocução da PRE UFSM. Será um espaço institucional importante para que as equipes editoriais de revistas de Extensão Universitária da américa Latina e Caribe busquem aproximação para discutir as problemáticas e as experiências vinculadas a este segmento editorial.

Neste momento, em que vivenciamos um forte ataque contra as Universidades públicas, através de ataques por notícias fraudulentas, de ferimento da autonomia universitária e de corte de verbas, é de extrema importância que elas demonstrem seu papel na sociedade – contribuindo em temas urgentes nos quais as comunidades necessitam de apoio.” A comunicação científica da Extensão pode se tornar forte aliada na medida em que as revistas cumprem papel fundamental de registrar, divulgar, trazer respostas e tornar visível à sociedade as pesquisas desenvolvidas em prol do bem social, nas mais amplas camadas da sociedade”, enfatiza Cláudia.

No auxílio dessa tarefa de fortalecer as universidades perante a sociedade, o papel da Extensão Universitária é de destaque. Além de realizar as ações na comunidade, cabe a eles comunicar essas ações. “Minha ‘dica aos extensionistas’ seria que apostem nas revistas de Extensão, participem e nos auxiliem a fortalecer e qualificar estas publicações. Precisamos do engajamento dos extensionistas para dar visibilidade aos resultados das pesquisas provenientes dos projetos aplicados junto no contexto social. Existe uma tendência em se valorizar mais e publicar mais em periódicos científicos. As Revistas de Extensão são um lugar importante, destinado, especialmente, aos estudos e às experiências extensionistas, bem como suas repercussões, na busca pelo fortalecimento do diálogo entre universidade e sociedade”, convida a professora Cláudia.

Acredito que a maturidade das publicações da Extensão Universitária é uma realidade. A Extensão tem recebido mais recursos e atenção das instituições e a comunicação científica é vital para a permanência dentro do sistema. Comunicar, colaborar e avançar nas ações extensionistas faz parte do ciclo de produção de conhecimento, e temos muitas inovações e avanços nessa área. Outra riqueza que temos é uma relação naturalizada com a interdisciplinaridade e com o modo de fazer Extensão, que precisa obter visibilidade. As revistas de Extensão colaboram para isso”, finaliza a professora Janaína Gomes.

 

Sobre a Revista

A Revista Experiência acolhe artigos, relatos de experiência e entrevistas de pessoas que fazem Extensão Universitária e que são beneficiadas por ela. Além de textos em português, o periódico acolhe trabalhos em espanhol, ampliando a troca de conhecimento nos países latino-americanos. Alunos, professores e técnicos-administrativos extensionistas podem submeter relatos de experiência e artigos científicos. Não há taxa de submissão, e o texto deve ser um trabalho inédito.

Uma novidade é que a Revista Experiência terá periodicidade em fluxo contínuo, de modo que os autores podem submeter os originais a qualquer momento. Priorizaremos a agilidade na publicação dos textos, de modo que as edições serão lançadas imediatamente, a medida que os artigos são aprovados”, lembra a professora Cláudia.

Mais informações sobre as normas de publicação e sobre a equipe editorial podem ser acessadas pelo site: periodicos.ufsm.br/experiencia. Mais informações podem ser solicitadas através do e-mail: experienciaufsm@ufsm.br

 

Redação: Wellington Felipe Hack/PRE UFSM

Revisão: Erica Medeiros/PRE UFSM


Publicações Recentes