Ir para o conteúdo PRE Ir para o menu PRE Ir para a busca no site PRE Ir para o rodapé PRE
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Programa de Extensão Centro de Documentação e Memória: por uma política de fundos (o caso da Quarta Colônia)

Coordenadora: Amanda Eloina Scherer

Resumo: Nosso objetivo primeiro é o de fomentar uma rede de formação de pessoas implementando uma política de guarda de documentos na sua relação com acervos pessoais, artísticos, históricos e acervo em geral, passando por seminários de formação, jornada de pesquisa de jovens pesquisadores, grupos de estudos, encontros para discussão de temáticas pertinentes à demanda social e profissional, exposições artísticas e culturais até sua inserção na comunidade. Nosso objeto maior neste Programa de Extensão está centrado no desenvolvimento de reflexões sobre as noções de memória, história voltadas para as tecnologias de linguagem na contemporaneidade. Nosso eixo de enfoque é aquele de caráter multidisciplinar e orgânico-institucional através da integração com a comunidade de Silveira Martins, capital da Quarta Colônia e, também, com as secretarias de cultura e educação dos municípios que fazem parte desta região geoeducacional.

Também almejamos, viabilizar a formação de novos parceiros junto às comunidades citadinas e rurais da Quarta Colônia. Queremos proporcionar visitas públicas, aliadas a discussões sobre o que é um acervo, um fundo documental e a problemática da memória, procurar viabilizar atividades em conjunto para refletirmos sobre possíveis caminhos e ações conjuntas na futura criação de uma Política de Geoparques na região a partir do patrimônio cultural, linguístico e artístico. Nosso objetivo principal é refletir sobre dados e fatos históricos dos municípios e das comunidades escolares da região, para que, assim, os estudantes e a comunidade em geral, participantes de nossas ações, possam construir uma narrativa mais intimista (fotográfica e textual), ecoando na história e na memória das referências familiares.

Ações previstas

  • Exposições, sobre os temas elencados mais abaixo, na Sala de Exposição Nelson Ellwanger –UFSM –Silveira Martins
  • Oficinas sobre tratamento arquivístico
  • Oficinas de escrita criativa 
  • Oficina sobre fotografia 
  • Reuniões administrativas e também de discussões sobre as noções de memória, arquivo, história, a partir dos eixos temáticos elencados mais abaixo, para começarmos a implantação de uma cultura de formação técnica reflexiva com os agenciadores e responsáveis pela política de memória no ambiente da Quarta Colônia, para quando da criação do Geoparque possamos indicar ações mais sustentadas no fazer quotidiano e sermos, de fato, os parceiros educativos com responsabilidade em um espaço onde seus moradores possam viver e respeitar, não só o meio ambiente, mas e sobretudo, o respeito à história linguística, cultural e artística da região.

Eixos temáticos previstos em 2019:

  • Língua nacional, Estado e nação;
  • Memória: figura inventada da identidade individual e coletiva;
  • Patrimônio: o lugar do Museu no Museu do amanhã;
  • Da instituição das línguas à universalidade: o caso da língua falada na Quarta Colônia;
  • Da história da colonização à história regional;
  • Saberes ancestrais, técnicas tradicionais: pilares da identidade regional e o lugar do fantástico e da ficção literária também.

A proposta é uma ação do Centro de Documentação e Memória: por uma política de fundos. Para acessar no Portal de Projetos, clique aqui.