Ir para o conteúdo DAG Ir para o menu DAG Ir para a busca no site DAG Ir para o rodapé DAG
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

DAG na 46ª Feira do Livro de Santa Maria – Leitura Inclusiva Para Pessoas com Deficiência Auditiva, Cultura Indígena e Cultura Negra



O GT Centro RS de Leitura Inclusiva realizou mais duas atividades durante a 46ª Feira do Livro de Santa Maria.

Na tarde de 30 de abril, no palco principal da Praça Saldanha Marinho, foi realizada a ação Leitura Inclusiva: Cultura Indígena. Foram promotores da ação a Aldeia Indígena Guarani Mbyá -Tekoá Guaviraty Porá, a Escola Indígena YVYRA IJA TENONDE VERA MIRI, a Aldeia Indígena Kaingang Três Soitas, a Escola Indígena AUGUSTO OPE DA SILVA, o Núcleo de Acessibilidade da Coordenadoria de Ações Educacionais da Universidade Federal de Santa Maria. Confira notícia Todo Dia é dia de Índio no site da Feira do Livro: http://feiradolivrosm.com.br/?p=3263.

Na tarde de 03 de maio, também no palco principal da Praça Saldanha Marinho, foi realizada a ação Leitura Inclusiva: Pessoas com Deficiência Auditiva ou Surdez. Foram promotores da ação a Escola Estadual Reinaldo Coser, a Associação de Surdos de Santa Maria (ASSM), a 8ª Coordenadoria Regional de Educação (8ª CRE) e o Projeto Mãos Livres do Centro de Educação da Universidade Federal de Santa Maria.

Na tarde de 10 de maio foi a vez da ação Leitura Inclusiva: Cultura Negra, a cargo do Núcleo de Ações Afirmativas da Coordenadoria de Comunicação Social da Coordenadoria de Assuntos Educacionais (CAED) e da profa. Maria Rita PI Dutra.

A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos do Departamento de Arquivo Geral é uma das representantes da UFSM no GT Centro RS de Leitura Inclusiva, com Cristian Evandro Sehnem, do Núcleo de Acessibilidade da CAED da UFSM.

Fotografias: Cintia Pasa Lopes, Maria Esther Gomes de Souza e Cristina Strohschoen dos Santos,  

 


Publicações Recentes