Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Aluno do CTISM fica entre os 40 melhores da JAI



A Comissão de Iniciação Científica da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PRPGP) realizou, no dia 4, a cerimônia do Prêmio 40 Melhores, que visa premiar os melhores trabalhos de iniciação científica apresentados na 33ª JAI (Jornada Acadêmica Integrada). Dentre os 40 selecionados, o aluno Jean Trindade Garcia, do Curso de Tecnologia em Rede de Computadores, se destacou com o trabalho Mecanismo para distribuição de autorizações de segurança com alta disponibilidade, orientado pelo Professor Tiago Antônio Rizzetti.

O trabalho desenvolvido por Jean se caracteriza por implementar um mecanismo inovador para propagar autorizações de segurança com alta disponibilidade utilizando a topologia de uma rede de sobreposição, baseada em distributed hash table (DHT). Jean conta que a sua pesquisa iniciou com “um estudo acerca da segurança em redes de sobreposição baseada em tabelas de hash distribuídas. A partir desse estudo e com base na literatura, foi definido que apenas nós autênticos poderiam participar do sistema. Essa autenticação foi provida através de certificados digitais. Com os conhecimentos adquiridos ao longo do projeto foi desenvolvida uma aplicação na linguagem C++. A partir dessa aplicação, foi possível realizar testes de desempenho, utilizando meios computacionais simulando um ambiente virtual de rede. Os testes demonstraram que o mecanismo é escalável, visto que o tempo de propagação nos filtros na rede não aumentou significativamente mesmo com a entrada de mais nós no sistema.”

Ele conta que “o trabalho tratou de um tema extremamente relevante para uma sociedade que está cada vez mais digital e inteligente. Diante desse contexto, é fundamental definir quem tem acesso a quê, e em que condições. Além disso, sistemas descentralizados estão em evidência em pesquisas na área de redes de computadores. Dessa forma, o trabalho contribuiu no sentido de prover um método de autenticação inicial na rede DHT, além de prover um mecanismo que poderá empregar sistemas para controle de acesso com alta disponibilidade.”

Jean conta que é gratificante estar entre os 40 Melhores da JAI: “é o reconhecimento de um esforço conjunto que culminou em um trabalho cujo potencial de impacto na área de redes de computadores e segurança da informação é enorme.”

Premiação 40 Melhores JAI.


Publicações Recentes