Ir para o conteúdo CTISM Ir para o menu CTISM Ir para a busca no site CTISM Ir para o rodapé CTISM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Sistemas de Geração de Energia Fotovoltaica no CTISM/UFSM



O Colégio Técnico Industrial de Santa Maria (CTISM) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), adquiriu dois sistemas fotovoltaicos para geração de energia. 

O conhecimento humano e tecnológico, aliado à sustentabilidade e o compromisso socioambiental fazem parte da missão e dos valores do CTISM. Desta forma, o investimento faz parte de uma série de ações que atendem aos objetivos do Plano de Desenvolvimento da Unidade (PDU 2020-2023): Fortalecer a imagem institucional; Fortalecer a formação cidadã e técnica de qualidade; Fomentar uma gestão Democrática, Sustentável e Humana; Modernizar, adequar e ampliar a infraestrutura do CTISM.

Foto da cobertura do Prédio 05B – CTISM/UFSM.

Cada sistema é composto por 98 módulos fotovoltaicos de 450W, atingindo uma potência máxima de 44,1kWp para uma produção anual estimada em 59,8 MWh. Isto resulta em uma economia para a instituição superior a R$ 100 mil por ano com as duas usinas instaladas. Considerando que o investimento para aquisição dos dois sistemas fotovoltaicos totalizou R$ 310.942,00, espera-se que 3 anos o valor investido retorne para UFSM em economia de gasto com energia.

Os equipamentos foram instalados nas coberturas dos Prédios 05 e 05B, ocupando uma área de 216 m2 cada. Além do aspecto de sustentabilidade ambiental e econômica, através da  geração de energia, outro objetivo do projeto é permitir a aproximação dos alunos ao sistema de microgeração, objeto de estudos dos cursos técnicos e de graduação do CTISM, bem como de atividades de pesquisa na área.  

Em função do aspecto didático do projeto, a usina instalada no prédio 5 foi planejada de forma a possuir fácil acesso, permitindo a visitação pelos alunos do CTISM durante as aulas, desta forma possibilitando visualizar os aspectos práticos relativos à instalação de sistemas fotovoltaicos. Para isso, foi construída uma plataforma de observação, acessível através do laboratório de instalações elétricas, permitindo a visualização dos módulos e suas conexões, instalados junto à plataforma. 

Foto da cobertura do Prédio 05 – CTISM/UFSM.
Foto da cobertura do Prédio 05 – CTISM/UFSM. Visualização da plataforma de observação.

Em seus primeiros dias de uso, o sistema mostrou confiabilidade e ótimos resultados conforme pode-se observar no sistema de monitoramento da geração. Em breve as informações de geração estarão disponíveis também na página do CTISM.

Sistema de Monitoramento da Geração

O sistema de geração fotovoltaico se tornou um forte campo de trabalho para profissionais egressos do CTISM, pois envolve conhecimentos técnicos e conceitos elétricos, de estruturas mecânicas e também de segurança do trabalho. A empresa vencedora do processo de licitação responsável pela implementação das usinas possui vários profissionais contratados oriundos do CTISM, o que é motivo de orgulho para a nossa instituição.

Em 2014, o CTISM teve sua primeira usina de microgeração fotovoltaica instalada no Prédio 05E – Estúdio SAB do CTISM. O sistema é composto por dois inversores, e 40 módulos fotovoltaicos que em conjunto possuem capacidade total de 8,8 kWp. Embora a evolução da tecnologia tenha permitido rendimentos maiores nos sistemas atuais, o sistema instalado no Estúdio SAB do CTISM já produziu mais de 89 Mwh, o que representa uma economia de mais de 80 mil reais em gastos de energia elétrica.

Foto da cobertura do Prédio 05E (Estúdio SAB) – CTISM/UFSM

Além destes dois novos sistemas, a UFSM, considerada a 25ª universidade mais sustentável do Brasil pelo GreenMetric no ano passado, terá mais duas novas usinas fotovoltaicas em Santa Maria e Cachoeira do Sul.

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes