Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo

EQUIPES DOS BERÇÁRIOS REALIZAM FORMAÇÃO

2018-02-28 Colagem formação

Na manhã desta quarta-feira, dia 28 de fevereiro, as equipes de trabalho das Turmas Violeta e Laranja (Berçários) se reuniram para compartilhar os estudos que vinham realizando ao longo das duas últimas semanas, somando um total de 30 horas. Tais estudos tinham como objetivo problematizar questões referentes ao trabalho pedagógico com bebês e crianças pequenas na Unidade. Participaram desta formação as Educadoras Infantis Daniela Dal Ongaro e Vanuza Heydt e as Bolsistas Lilian Mendes, Luiza Gehrke, Bianca Fortes, Adriele Gonçalves, Milena Wollmann, Katiani Lazzarotto e Priscila Barbosa sob coordenação das professoras Daliana Loffler e Vívian Jamile Beling.

 

Esse encontro foi muito significativo uma vez que “é uma possibilidade de entender os bebês, o que fazem, por que fazem, como fazem. O que devemos oferecer e por quê”, segundo uma das participantes. Para outras, os estudos e o momento de compartilhar significaram uma possibilidade de “desconstruir” práticas e concepções sobre bebês, muitas das quais marcadas pela incompletude das crianças. Nesse sentido, as participantes também pontuaram sobre possibilidade de “olhar para as crianças com base nas especificidades dessas crianças e não nas suas incompletudes”. Alguns dos temas tratados foram o respeito ao tempo das crianças, o papel do adulto, autonomia, brincadeiras e interações, organização de espaços e materiais, cuidar e educar, comunicação e linguagem não verbal, entre outros que tiveram como base as seguintes referências:

 

Bloco 1: Reflexões sobre os aspectos gerais do trabalho com bebês

  1. FOCHI, P.; CAVALHEIRO, C.; DRECHSLER, C. F. B. Contribuições de Emmi Pikler para a educação de bebês nos contextos brasileiros. In: CANCIAN, V. A.; GALLINA, S.F.S.; WESCHENFELDER, N. (Org.). Pedagogia das infâncias, crianças e docências na Educação Infantil. Santa Maria: UFSM, Centro de
    Educação, Unidade de Educação Infantil Ipê Amarele; Brasília: Ministério da Educação Básica, 2016. p. 297 – 307.

  2. GONZALEZ-MENA, J.; EYER, D. W. Educação de bebês e crianças. In: _____________________________. O cuidado com bebês e crianças pequenas na creche. 9. ed. Porto alegre: Ed. AMGH, 2014. p. 23 – 45.

 

Bloco 2: Organização do trabalho com bebês

  1. GOLSCHMIED, E.; JACKSON, S. Organizando o espaço para viver, aprender e brincar. In: _____________________. Educação de 0 a 3 anos: o atendimento em creche. 2. ed. Porto Alegre: Grupo A, 2006. p. 33 – 52.

  2. FOCHI, P. Histórias narradas. In: _______________. Afinal, o que os bebês fazem no berçário? Porto Alegre: Penso, 2015. p. 95 – 104.

  3. GONZALEZ-MENA, J.; EYER, D. W. Brincadeira e exploração como currículo. In: _____________________________. O cuidado com bebês e crianças pequenas na creche. 9. ed. Porto alegre: Ed. AMGH, 2014. p. 71 – 89.

  4. STAMBAK, M. [et. al.]. Os bebês entre eles: descobrir, brincar, inventar juntos. Campinas, SP: Autores associados, 2011.

  5. FARIA, A.L.G.; VITA, A. Ler com bebês: contribuições das pesquisas de Susanna Mantovani. Campinas, SP: Autores associados, 2014.

 

Bloco 3: Aspectos curriculares do trabalho no berçário

  1. FORTUNATI, A. Por um currículo aberto ao possível: protagonismo das crianças e educação – o pensamento, a prática, as ferramentas. San Miniato, Itália: Centro de Pesquisa e Documentação sobre a Infância La Bottega Di Geppetto, 2016.

  2. FILHO, A.J.M. (Org.). Educar na creche: uma prática construída com os bebês e para os bebês. Porto Alegre: Ed. Mediação, 2016.