Ir para o conteúdo DAG Ir para o menu DAG Ir para a busca no site DAG Ir para o rodapé DAG
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Projeto Retalhos da Memória de Santa Maria – artigo 100 Projeto Pixinguinha em Santa Maria em 1982



Audiodescrição da imagem: Fotografia quadrada, em preto e branco, de uma mulher e um homem cantando em um palco de auditório, com o acompanhamento de músicos ao fundo. Os dois cantores estão à frente, ao centro do palco, enquadrados por inteiro, posicionados para a fotografia mas voltados um para o outro. Eles têm a pele clara, seguram o microfone perto da boca, ambos com a mão direita, e estão concentrados na ação, com olhares dispersos um do outro. A mulher, à esquerda, é uma jovem senhora, magra, alta, com o cabelo claro, curto e cacheado. Veste uma blusa de Cetim e uma saia longa florida, ambos em tom escuro, um casaco até a cintura, em tom claro, com mangas até o cotovelo, e calça uma sandália de salto fino. Seu rosto está inclinado para cima e o braço esquerdo erguido, com o cotovelo dobrado e a mão aberta. O homem, à direita, é magro, ligeiramente mais alto que a mulher, com o cabelo escuro, curto, na altura do pescoço, e ondulado. Veste uma camiseta em tom claro, com linhas verticais espaçadas e pontilhadas, uma calça lisa em tom escuro, além de um calçado fechado, em tom claro. Tem o rosto sutilmente elevado e sua mão esquerda segura o cabo do microfone que utiliza. À frente dos cantores, ao chão, vê-se o emaranhado de cabos dos microfones e das caixas de som. Já atrás destes, à esquerda, o braço de uma guitarra/baixo, na horizontal, e um case para instrumentos musicais, deitado ao chão. Também se vê uma bateria atrás da jovem senhora. À direita, ainda ao fundo da imagem, uma estante com partituras e um jovem senhor, de frente para a fotografia, enquadrado por inteiro, lendo estas partituras e tocando um Trombone. O trombonista tem a pele e o cabelo em tonalidade escura, veste uma camisa social em tom levemente escuro, sobreposta por um colete, além de calça e sapato sociais também escuros. Atrás deste homem há uma caixa de som, em formato retangular, posicionada verticalmente, com dois grandes alto-falantes embutidos. Em todo o fundo da imagem, atrás das pessoas e objetos, uma grande cortina de pano em tom escuro, a qual é possível perceber a projeção de sombras dos dois cantores.

O projeto Pixinguinha é um evento cultural que busca difundir a música popular brasileira em todo país. Criado em 1977 pela Fundação Nacional de Artes (Funarte), com espetáculos a preços populares, imediatamente ganhou dimensões de grande vulto. Iniciou suas atividades em cinco capitais: Rio de janeiro, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre e Brasília. Em 1980 iniciou sua interiorização. Propiciando novos espaços para os músicos brasileiros, a 6ª edição do Projeto Pixinguinha aconteceu em Santa Maria. Durante sete semanas consecutivas, a partir de 27 de abril, no Cine Independência, todas as terças e quartas feiras, a população santa-mariense pôde assistir apresentações com grandes nomes da música popular brasileira do momento como: Tânia Alvez, Bendegó, Glória Rios, Zezé Gonzaga, Jamelão e Zé Luiz. A coordenação foi do Departamento de Música e da Pró-Reitoria de Extensão da UFSM.

Texto: Jaqueline Inês Both, Acadêmica do 7°semestre do Curso de Arquivologia da UFSM.

Audiodescrição da imagem: Fotografia quadrada, em preto e branco, de uma mulher e um homem cantando em um palco de auditório, com o acompanhamento de músicos ao fundo. Os dois cantores estão à frente, ao centro do palco, enquadrados por inteiro, posicionados para a fotografia mas voltados um para o outro. Eles têm a pele clara, seguram o microfone perto da boca, ambos com a mão direita, e estão concentrados na ação, com olhares dispersos um do outro. A mulher, à esquerda, é uma jovem senhora, magra, alta, com o cabelo claro, curto e cacheado. Veste uma blusa de Cetim e uma saia longa florida, ambos em tom escuro, um casaco até a cintura, em tom claro, com mangas até o cotovelo, e calça uma sandália de salto fino. Seu rosto está inclinado para cima e o braço esquerdo erguido, com o cotovelo dobrado e a mão aberta. O homem, à direita, é magro, ligeiramente mais alto que a mulher, com o cabelo escuro, curto, na altura do pescoço, e ondulado. Veste uma camiseta em tom claro, com linhas verticais espaçadas e pontilhadas, uma calça lisa em tom escuro, além de um calçado fechado, em tom claro. Tem o rosto sutilmente elevado e sua mão esquerda segura o cabo do microfone que utiliza. À frente dos cantores, ao chão, vê-se o emaranhado de cabos dos microfones e das caixas de som. Já atrás destes, à esquerda, o braço de uma guitarra/baixo, na horizontal, e um case para instrumentos musicais, deitado ao chão. Também se vê uma bateria atrás da jovem senhora. À direita, ainda ao fundo da imagem, uma estante com partituras e um jovem senhor, de frente para a fotografia, enquadrado por inteiro, lendo estas partituras e tocando um Trombone. O trombonista tem a pele e o cabelo em tonalidade escura, veste uma camisa social em tom levemente escuro, sobreposta por um colete, além de calça e sapato sociais também escuros. Atrás deste homem há uma caixa de som, em formato retangular, posicionada verticalmente, com dois grandes alto-falantes embutidos. Em todo o fundo da imagem, atrás das pessoas e objetos, uma grande cortina de pano em tom escuro, a qual é possível perceber a projeção de sombras dos dois cantores.

Audiodescritora roteirista: Lisiane Gräff de Oliveira

Audiodescritor consultor: Cristian Sehnem

Artigo em Libras

Publicações Recentes