Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Projeto Retalhos da Memória de Santa Maria – artigo 190 Usina Termoelétrica em Candiota em 1997



Audiodescrição da imagem: Fotografia, horizontal e colorida, de um vasto campo, ao longe, uma usina. Em toda a largura da imagem, um vasto campo verde, cortando horizontalmente esse campo, uma estrada de terra. Na direita, uma torre metálica suportando alguns fios. Próximo à torre e mais a frente, um equipamento topográfico. Distante, à esquerda e no final do campo, uma usina; da chaminé, sai fumaça que vai para a direita. Céu azul claro com o horizonte amarelado.

A Usina Termoelétrica Presidente Médici localizada na cidade de Candiota – RS foi inaugurada em 1974 e tinha como objetivo o aproveitamento do carvão mineral para a geração de energia elétrica. Entretanto os índices da poluição gerados pela usina surpreenderam os pesquisadores do Departamento de Micro Meteorologia do curso de Física da UFSM que desenvolveram o Projeto Candiota em 1994, onde foi possível detectar índices de poluição, direção da fumaça e problemas provocados no ambiente. O projeto também foi criado com objetivo de esclarecer de forma científica as denúncias de poluição feitas pelo governo uruguaio contra a usina. O resultado foi a elaboração de um relatório que descreve a distribuição do vento na região: aproximadamente 67% a 70% vai em sentido nordeste em direção ao Uruguai. Em agosto de 1997 os resultados desse estudo foram apresentados em um seminário convocado pelo Ministério da Ciência e da Tecnologia e pelo Itamaraty para estudar os problemas de poluição transfronteiriças causadas pelo Brasil.

 

Texto: Kátia Moreira, Acadêmica do Curso de Jornalismo da UFSM

 

Audiodescrição da imagem: Fotografia, horizontal e colorida, de um vasto campo, ao longe, uma usina. Em toda a largura da imagem, um vasto campo verde, cortando horizontalmente esse campo, uma estrada de terra. Na direita, uma torre metálica suportando alguns fios. Próximo à torre e mais a frente, um equipamento topográfico. Distante, à esquerda e no final do campo, uma usina; da chaminé, sai fumaça que vai para a direita. Céu azul claro com o horizonte amarelado. 

 

Audiodescritora roteirista: Cíntia Pasa Lopes.

Audiodescritora consultora: Rúbia Steffens. 

Artigo em Libras


Publicações Recentes