Ir para o conteúdo PROGRAD Ir para o menu PROGRAD Ir para a busca no site PROGRAD Ir para o rodapé PROGRAD
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Ranking 2023 aponta a UFSM como a 13ª melhor instituição de ensino superior do país

De acordo com a Times Higher Education (THE), a UFSM está atrás apenas da UFRGS e da PUCRS no estado



 

Foi divulgada a edição global do ranking de universidades da Times Higher Education (THE), referente ao ano de 2023. Nesta avaliação, a UFSM figura como a 3ª melhor instituição do Rio Grande do Sul, sendo a 2ª entre as públicas, estando atrás apenas da UFRGS e da PUCRS.

O ranking também apresenta dados que indicam uma melhora significativa na posição nacional da UFSM, saindo da 18ª posição geral, na edição 2022, para a 13ª posição no ranking de 2023. Entre as federais, a UFSM está em 7º lugar no país. 

 

Impacto das publicações científicas aumentou

 

Entre as categorias nas quais a UFSM obteve avanços neste ano, o destaque fica para Citações, critério que analisa o papel das universidades na disseminação de novos conhecimentos e ideias, e indica a influência das pesquisas realizadas. Em 2023 a pontuação da Instituição foi de 33.9, em 2022 a nota era 18.6.

O professor Luiz Felipe Valandro, da Coordenadoria de Pesquisa da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, explica que índices de citação de artigo, pesquisadores ou instituição representam os principais parâmetros para apontar o reconhecimento do conhecimento científico gerado e a reputação científica de uma instituição. “Um aumento de índices de citação baliza a qualidade do conhecimento científico, sua importância, relevância e repercussão para área, em decorrência do comprometimento de pesquisadores e da comunidade científica, de políticas, ações, esforços e investimentos em ciência, assim como, representa a qualidade de formação de recursos humanos formados em torno de um núcleo científico de excelência”, destaca.

 

Internacionalização e tecnologia de ponta

Para o coordenador de pesquisa da PRPGP, o aumento no número de citações é reflexo da qualidade do que é produzido na instituição e, sendo assim, outro ponto que merece ser lembrado é a importância da internacionalização e de investimentos em pesquisa. “Certamente esse aumento é o resultado da qualidade do conhecimento científico/tecnológico gerado e do aumento das cooperações internacionais, que potencializa a qualidade do conhecimento e a excelência na formação de recursos humanos envolvidos no sistema de pós-graduação e pesquisa científica (corpo docente, mestrado/doutorado, iniciação científica). 

Da mesma forma, o investimento realizado, ao longo dos anos, em equipamentos de vanguarda e alta tecnologia para estruturar laboratórios de pesquisa multiusuários, tem tido efeito fundamental para sedimentar ações concretas em pesquisa e produção de conhecimento em excelência, com as repercussões na prospecção de inovação, tecnologia e transferência do conhecimento”, avalia Luiz Felipe Valandro.

 

Destaque em Arqueologia e em Veterinária

A UFSM também obteve bons resultados em “Perspectivas internacionais”, critério que avalia a capacidade da instituição de atrair estudantes de graduação, pós-graduação, docentes e pesquisadores internacionais e publicações realizadas por eles, obtendo 21.5 pontos. No quesito “Renda da Indústria” a análise é feita sobre a capacidade de transferência de conhecimento entre a universidade e a indústria, através de pesquisas, inovações, invenções e consultorias. Aqui a UFSM obteve 37.8 pontos.

Dentre os assuntos de maior evidência, na UFSM, o destaque foi para a área de arqueologia, na 6ª colocação geral, e veterinária, na 8ª colocação geral.

Na avaliação de Lucas Langner, da Coordenadoria de Planejamento Informacional da Pró-Reitoria de Planejamento (PROPLAN) da UFSM, os resultados obtidos neste ano são relevantes pois, mesmo com um maior número de instituições avaliadas, a UFSM segue mantendo um bom desempenho no ranking. Os resultados desta e de outras avaliações de que a UFSM participa podem ser encontrados no site da PROPLAN

 

Metodologia de análise e sistema de classificação

O THE utiliza 13 indicadores de desempenho para fornecer comparações mais abrangentes e equilibradas para que sejam confiáveis por estudantes, acadêmicos, líderes universitários, indústria e governos. Os indicadores de desempenho estão agrupados em cinco áreas: Ensino; Pesquisa; Citações; Perspectivas internacionais; e Renda da indústria. A metodologia completa pode ser conferida no site do THE.

A classificação das instituições se dá através de uma pontuação geral. Instituições com a mesma pontuação obtêm a mesma posição no ranking, sendo possível que mais de uma instituição esteja na mesma posição; sendo assim, elas são exibidas em ordem alfabética no site. Os resultados completos podem ser conferidos no site do THE

Texto: Mariana Henriques, jornalista da Agência de Notícias

Fonte: ufsm.br/proplan 

 

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-342-19902

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes