Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo

Dia do Químico

No dia 18 de junho é celebrado o Dia do Químico, em alusão a lei N° 2.800, assinada em 1956 pelo então presidente da república Juscelino Kubitschek. Na ocasião foram criados o Conselho Federal de Química (CRF) e os Conselhos Regionais de Química (CRQ), os quais regulamentam o exercício profissional. A partir desta Lei os Químicos ganharam atribuições específicas e reconhecimento como profissionais que atuam como professores, pesquisadores, profissionais da indústria química e em diversas atividades relacionadas à sua competência.

Diversas conquistas foram alcançadas desde então, sendo que uma das mais marcantes é a sua atribuição profissional. De acordo com o CRQ, de um total de 16 atribuições da área de Química, os profissionais formados nos cursos de Química Bacharelado e Química Industrial da UFSM tem 07 e 13 atribuições, respectivamente. Para cumprir estas atribuições, os Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPC) foram elaborados de forma que o aluno tenha uma formação básica em diferentes áreas do conhecimento, como química, física e matemática. A formação do Bacharel visa à pesquisa científica, com uma formação mais abrangente de química, enquanto que a formação do Químico Industrial tem um viés tecnológico. Na indústria, os Químicos atuam na indústria de transformação básica, como a siderúrgica, e de alta tecnologia, como nanomateriais, fármacos, polímeros biocompatíveis e biodegradáveis, cosméticos, entre outras. Como pesquisadores, atuam em centros de pesquisa e universidades, criando novos produtos, desvendando os complexos produtos que a natureza criou, a fim de reproduzi-los e torná-los mais acessíveis para o uso. O Químico isola, caracteriza e pesquisa rotas sintéticas para produzi-lo em escala industrial. Este é o QUÍMICO, que estuda a matéria, sua composição e suas transformações. O nosso trabalho é essencial e insubstituível para a vida!

O nosso maior compromisso é usar o conhecimento científico de forma racional e transformar a matéria em novas substâncias para melhorar a vida e preservar o planeta.

Texto elaborado pelo prof. Valderi Luis Dressler, coordenador dos cursos de Química Industrial e Química Bacharelado