Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo

UFSM recebe Microscópio de Força Atômica (AFM), o primeiro do gênero na instituição

Microscópio de Força Atômica (AFM).

Na última quarta (3), o Centro de Ciências Naturais e Exatas (CCNE) recebeu um novo aparelho microscópio da marca Park Instruments. O Microscópio de Força Atômica (AFM) é considerado um dispositivo tecnológico de última geração e é o primeiro do gênero na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e um dos poucos em operação no estado do Rio Grande do Sul.

O aparelho se caracteriza pela sua versatilidade, sendo capaz de analisar qualquer tipo de amostra, entre as quais estão as amostras biológicas (até moléculas de DNA são facilmente mapeadas pelo microscópio), materiais, pós e superfícies imersas em água. Além de fazer microscopia da amostra, o aparelho também integra alguns modos adicionais, os quais permitem investigar propriedades elétricas, magnéticas, eletroquímicas e mecânicas de materiais.

Zircônia (com 10 µm x 10 µm de área), feita a partir do AFM.

Além disso, este é um dos poucos instrumentos capaz de dar informações quantitativas da topografia de uma amostra, ou seja, a rugosidade de uma amostra (se existem morros ou vales microscópicos). Esta funcionalidade não se aplica à microscopias eletrônicas convencionais ou ópticas, nas quais os aparelhos apenas registram a superfície da amostra. Enquanto isso, o AFM é capaz de resolver, em números, a profundidade da amostra, ou seja, o quão profundo um objeto está em relação ao outro. 

De utilidade para as mais diversas áreas do conhecimento, o AFM além de ser um grande investimento para o fomento de pesquisas científicas nas áreas de química, engenharia química, engenharia de materiais, física e odontologia, é também muito utilizado pela indústria, especialmente na indústria eletrônica como ferramenta de caracterização de microchips.

Thiago A. L Burgo, do Departamento de Física da UFSM, já salientou a importância do AFM para a solução de diversos problemas em pesquisas, tanto tecnológicas quanto científicos. O professor também comenta a importância da ferramenta para a integralização e interdisciplinaridade entre os cursos da UFSM. “Ele [o AFM] atua como um agente facilitador de integração entre áreas que, usualmente teriam pouca colaboração, como a física e a odontologia”.

Apesar de estar localizado no Centro de Ciências Naturais e Exatas, qualquer unidade de ensino da instituição pode reservar o uso do microscópio entrando em contato com o Prof. Dr. Thiago A. L Burgo pelo e-mail thiago.burgo@ufsm.br.

 

Texto: José Antônio de Souza Buere Filho, acadêmico de Comunicação Social – Produção Editorial e bolsista do Núcleo de Divulgação Institucional – CCNE

Edição: Wellington Gonçalves, Relações Públicas do Núcleo de Divulgação Institucional – CCNE