Ir para o conteúdo CCNE Ir para o menu CCNE Ir para a busca no site CCNE Ir para o rodapé CCNE
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM lança Observatório de Dados da COVID-19



A Universidade Federal de Santa Maria já disponibiliza desde a última sexta-feira (3) um painel de informações sobre o novo coronavírus. O Observatório de Dados da COVID-19 busca traçar um panorama diário sobre a evolução dos casos da doença no município de Santa Maria e macrorregião Centro-Oeste do Rio Grande do Sul, além de informações em nível mundial, nacional e estadual.

O Observatório faz parte dos esforços de um grupo de pesquisadores da UFSM voltado ao levantamento de dados, análise e produção de informações sobre a COVID-19. A iniciativa atende a uma solicitação do Ministério Público Federal para que as universidades mobilizem seu corpo de pesquisadores para a produção de informações e projeções sobre a doença no contexto local.

O Observatório concentra dados diários sobre o número de casos confirmados, suspeitos é óbitos causados por COVID-19 em Santa Maria. A plataforma, que ainda está na sua fase inicial, permitirá também traçar um perfil mais detalhado dos casos, com informações sobre faixa etária e porcentagem de casos por sexo. O objetivo é que este monitoramento seja ampliado para municípios da Macrorregião Centro-Oeste do Rio Grande do Sul.

As informações contidas no Observatório são atualizadas através de de quatro fontes principais: a base de dados do Coronavirus Resource Center, da Universidade Johns Hopkins (EUA), Ministério da Saúde, os dados disponibilizados na plataforma da Secretaria Estadual de Saúde e também as informações da Vigilância Epidemiológica de Santa Maria.

Trabalho busca tornar a UFSM centro de referência regional de informações sobre a COVID-19

O Observatório da COVID-19 da UFSM faz parte das ações desenvolvidas por um grupo de trabalho, formado por 13 pesquisadores de quatro centros de ensino e sete departamentos da universidade, em diálogo com o serviço público de saúde do município de Santa Maria e coordenadorias regionais de saúde. OS dados públicos são divulgados no observatório em parceria com o Centro de Processamento de Dados (CPD) . A equipe está subdividida em trabalhos de análise, estatísticas, apoio e gestão, geoquantificação e em um projeto de pesquisa de expansão das análises para além dos dados públicos.

De acordo com o coordenador do grupo da UFSM, professor Jessye Giordani, o trabalho de levantamento de informações vai além dos dados públicos levantados e divulgados no observatório, pois os pesquisadores também se debruçam sobre informações obtidas junto à vigilância epidemiológica. Estes dados permitem projeções e geração de informações que servirão de base para a tomada de decisão dos gestores públicos. O objetivo é que as políticas públicas de combate à COVID-19 sejam embasadas cientificamente de maneira mais consistente possível.

Ainda segundo Giordani, as ações do grupo visam contribuir para que a UFSM seja um centro de referência regional de informações sobre a COVID-19. O próximo passo é, após a realização de análises consistentes da situação de Santa Maria, ampliar o trabalho para municípios da região central do estado, do qual a cidade é centro de referência em saúde. O objetivo da ampliação é também abranger a população regional que usará os serviços de saúde de Santa Maria durante o período de pandemia.


Publicações Recentes