Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Seminário de Planejamento Educacional destaca aprendizagem inclusiva a todos os alunos



Além de dar espaço a pronunciamentos da Direção e dos departamentos do CTISM, a quarta edição do Seminário de Planejamento Educacional teve outras sete atividades, algumas voltadas aos docentes, outras, aos técnico-administrativos e um debate direcionado a ambos. O evento, que reúne os servidores do colégio em todo início de ano, foi realizado em 7 e 8 de março, os dois dias úteis imediatamente anteriores ao início do ano letivo.

O diretor Rafael Adaime Pinto abre a quarta edição do Seminário de Planejamento Educacional.

A programação para os docentes foi aberta na manhã do dia 7, no auditório do CTISM, com a palestra “O ensinar nas diferenças”, das professoras Fernanda Pena Noronha Rosado e Marciele Vieira Dorneles, do Napne (Núcleo de Apoio às Pessoas com Necessidades Educacionais Especiais), do campus de São Vicente do Sul do Instituto Federal Farroupilha. Elas abordaram as diferenças nas necessidades educacionais de cada aluno e as ações que os professores devem tomar ao lidar com estudantes com deficiência.

Em entrevista, Marciele afirmou que “pensar em uma aula que contemple a aprendizagem de todos” os alunos exige “muita dedicação e estudos”. Para atingir esse objetivo, segundo ela, “é necessário entender como nossos alunos aprendem para que possamos criar, em nossas aulas, as estratégias necessárias para mediar da melhor forma esse processo”.

A docente afirma que o Napne tem a finalidade de “promover a cultura da educação para a convivência, aceitação da diversidade e, principalmente, buscar a quebra de barreiras arquitetônicas, educacionais e atitudinais da instituição, de forma a promover a inclusão de todos na educação”. Para isso, atua diretamente com estudantes e servidores e realiza discussões sobre deficiência e inclusão.

Sobre a palestra no CTISM, Marciele disse que teve o objetivo de “mostrar que as ações metodológicas pensadas para atender as necessidades dos alunos, sejam eles com alguma limitação intelectual, física ou sensorial, poderá auxiliar toda a turma”.

A professora Fernanda Pena Noronha Rosado, do Instituto Federal Farroupilha, durante palestra no CTISM.

TECNOLOGIA, SAÚDE E REFORMA

Ainda no dia 7, a programação do seminário voltada aos docentes do CTISM prosseguiu com uma palestra sobre o uso da tecnologia na educação com a professora Leila Maria Araújo Santos, coordenadora do PPGEPT (Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica). Em seguida, a professora Cláudia Smaniotto, vice-coordenadora do programa, ministrou uma oficina sobre a plataforma Moodle aos professores.

No mesmo dia, os TAEs do CTISM participaram de outra programação, no auditório do Estúdio SAB. Na primeira parte da manhã, profissionais da CQVS (Coordenadoria de Saúde e Qualidade de Vida do Servidor), da Progep (Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas), apresentaram os projetos que desenvolve na UFSM. Em seguida, uma palestra com representantes da Progep deu orientações aos TAEs sobre um modo de vida saudável. A atividade incluiu exercícios físicos.

A professora Leila Maria Araújo Santos aborda o uso da tecnologia na educação diante de público de docentes.

A pró-reitora de Gestão de Pessoas, Marcia Helena Lorentz, comandou uma palestra à tarde sobre a Instrução Normativa 02 para o público de TAEs. O ato administrativo, publicado em setembro pelo então Ministério do Planejamento, estabelece orientações sobre o controle da jornada de trabalho nos órgãos federais.

No dia seguinte, a Direção e os departamentos Técnico, Administrativo e de Relações Empresariais e Comunitárias e a Comissão de Resíduos do CTISM ocuparam a programação da manhã do seminário.

À tarde, foi promovida, para docentes e TAEs, uma discussão sobre a proposta de reforma da Previdência enviada pelo Palácio do Planalto ao Congresso em fevereiro. Dois representantes da empresa Wagner Advogados explicaram como a proposta deve atingir os servidores e tiraram dúvidas do público.

O seminário foi encerrado com as orientações do diretor de Ensino do CTISM, Fredi Zancan Ferrigolo.

 

Texto: Rossano Villagrán Dias/Núcleo de Comunicação Institucional

Fotos: Biara Simões/Núcleo de Comunicação Institucional



Publicações Recentes