Ir para o conteúdo AGITTEC Ir para o menu AGITTEC Ir para a busca no site AGITTEC Ir para o rodapé AGITTEC
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Laboratório de Engenharia Acústica da UFSM trabalha em projetos de controle de ruídos



O episódio de hoje da segunda temporada do Programa Inovação Além do Arco apresenta o Laboratório de Engenharia Acústica da UFSM. O professor Eric Brandão fala sobre os impactos dessa engenharia na qualidade de vida.

 

O laboratório atende a graduação em Engenharia Acústica da UFSM, que iniciou em 2009 e ainda hoje é a única existente em todo o Brasil, além de atuar na orientação de mestrados e doutorados. A equipe conta com engenheiros eletricistas, engenheiros mecânicos, engenheiros civis e arquitetos. O grupo possui parcerias com diferentes instituições brasileiras e internacionais, o que faz com que os alunos tenham uma boa inserção no mercado mundial.

 

Dentre os objetivos do grupo, estão a caracterização experimental de fontes sonoras, a caracterização acústica de salas, de propriedades acústicas dos materiais e da incerteza de medição. Tudo isso com métodos normatizados e atuando também no desenvolvimento de novas técnicas de medição, que empregam conceitos do estado da arte. O grupo também desenvolve técnicas computacionais para a simulação de cenários acústicos, desenvolve plataformas de simulação open source e atua em campanhas educativas internacionais. Dentre essas, o International Noise Awareness Day, um evento mundial de conscientização sobre os efeitos nocivos do ruído na audição, saúde e qualidade de vida.

 

A audição é um sentido impossível de ser desligado e a poluição sonora é, atualmente, apontada pela OMS como o segundo tipo de poluição mais importante. Nesse sentido, o grupo atua no desenvolvimento de métodos de medição da radiação de fontes sonoras como veículos e aeronaves, nos projetos de controle de ruído e na caracterização dos materiais usados no tratamento acústico, a fim de encontrar meios para reduzir essa poluição. 

 

O professor Eric destaca um projeto realizado em parceria com a Embraer, em que os pesquisadores estudaram e caracterizaram os materiais utilizados na produção das aeronaves a fim de ter um melhor controle de ruído, conferindo maior certeza nos resultados. “Além desses tipos de ruídos, é válido lembrar que passamos boa parte de nossas vidas no interior de ambientes como restaurantes, escritórios, salas de aula, etc. Pensando nisso, nosso grupo também atua no desenvolvimento de softwares para análise da propagação sonora em recintos e em métodos de caracterização de propriedades acústicas dos materiais, necessários em projetos acústicos de recintos, na arquitetura e no controle de ruído de máquinas e dispositivos”, conta Eric.  

 

O som é um elemento essencial em nossas vidas e a mitigação da poluição sonora e o aumento da qualidade acústica dos recintos tem um impacto positivo no bem estar de todos nós, já que o conforto acústico está diretamente ligado ao desempenho no trabalho, em aulas, a saúde do coração e no humor em geral. O aperfeiçoamento das técnicas de caracterização de fontes sonoras e dos materiais acústicos é muito importante. Com ensino, pesquisa e extensão, os pesquisadores do laboratório trabalham para promover o aumento da saúde e qualidade de vida.

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes