Ir para o conteúdo AGITTEC Ir para o menu AGITTEC Ir para a busca no site AGITTEC Ir para o rodapé AGITTEC
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Zeit Análises Químicas e Genesis Group lançam solução portátil inovadora para análise de grãos de soja



O Brasil produziu na safra de 2019/20 cerca de 125 milhões de toneladas de soja, com a ocupação de, aproximadamente, 37 milhões de hectares de área plantada, conforme detalha o estudo da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O resultado garante ao país a posição de maior produtor mundial do grão.

Atentos a este mercado e as suas necessidades, a startup Zeit, incubada na UFSM, e o Genesis Group lançaram, no dia 15 de julho, em São Paulo, a NIRA, solução que permite determinar os teores de proteína, óleo e umidade contidos nos grãos de soja, de forma rápida, prática e precisa. Por meio das análises realizadas pela NIRA, que utiliza a tecnologia NIRA, é possível determinar em poucos minutos os atributos dos grãos, proporcionando maior poder de decisão na cadeia produtiva.

A tecnologia NIRA já está consolidada em outras áreas, trazendo resultados seguros, porém estas análises, até então, eram realizadas em laboratórios, envolvendo alto custo de equipamentos e, pelo menos, 8 horas para se conhecer os resultados.

Os grandes diferenciais da NIRA são a rapidez, pois os números são aferidos em poucos minutos, e a praticidade de um equipamento portátil que não necessita de energia elétrica ou conexão com a internet, podendo operar tranquilamente no campo. Para os executivos da Zeit e Genesis Group, a solução é prática, confiável e financeiramente atrativa e atende as necessidades das fábricas, dos traders, dos produtores e de todos os elos da cadeia.

Com base em informações confiáveis, os clientes poderão tomar melhores decisões sobre a comercialização e a utilização dos grãos, beneficiando toda a cadeia produtiva. A ferramenta é uma inovação para o setor, pois, com as informações em mãos, todos os elos da cadeia poderão inclusive negociar de forma mais segura a sua produção de soja, visto que saberão, por exemplo, a quantidade de proteína presente nos grãos, componente que é altamente valorizado no mercado interno e externo. A partir da utilização da NIRA, o produtor poderá monitorar, além da produtividade, a qualidade do grão produzido.

De acordo com Renan Pardinho, diretor da Zeit, essa tecnologia visa, no futuro, mudar a forma como é comercializada a produção de soja. “Atualmente, o grão é vendido por peso e, com a tecnologia da NIRA, poderá ser comercializado levando em consideração teores de proteína e óleo. Vemos isso no mercado de cana-de-açúcar, em que o produtor vende a cana pelos teores de açúcar presente na produção”, explica Renan.

Com a NIRA, todos terão em suas mãos resultados confiáveis, completos e de forma rápida. O serviço de análise já está disponível para todas as regiões produtoras do país. Os equipamentos são operados por equipes capacitadas e dedicadas para garantir a segurança no processo, oferecendo, assim, dados precisos.

Quer saber mais sobre esta tecnologia? Entre em contato através do e-mail Renan.buque@nira.com.br ou pelo site da empresa.


Publicações Relacionadas

Publicações Recentes