Ir para o conteúdo PRE Ir para o menu PRE Ir para a busca no site PRE Ir para o rodapé PRE
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

26ª Feicoop inicia com apoio da UFSM e Pró-Reitoria de Extensão



Na tarde de sexta-feira, 12, foi realizada a abertura da 26ª Feira Internacional do Cooperativismo (Feicoop), em Santa Maria, a maior feira de economia solidária da América Latina, no Centro de Referência de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter. O evento tem apoio da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Pró-Reitoria de Extensão (PRE).

Para a organizadora, irmã Lourdes Dill, a feira é o momento de inspirar a luta pela economia solidária, movimentos sociais e políticas públicas. “São 26 anos de Feicoop que se propõe a constituir um bem viver para uma ética planetária e que preze pelo respeito, autogestão e dignidade. Nasce e floresce esse novo movimento de economia solidária”, ressalta.

Estima-se que mais de 300 mil pessoas circulem pela Feicoop até domingo, dia 14.

 

A PRE na Feicoop

            A Pró-Reitoria de Extensão é uma das grandes parceiras na realização da 26ª Feicoop através da Incubadora Social. Neste ano, as comunidades quilombolas Linha Fão e Júlio Borges, Ará Dudu – Coletivo de Arte e Cultura Negra e Grupo de Agricultores Orgânicos da Região Central estão expondo seus produtos.

Para Márcia Miranda, da comunidade quilombola Linha Fão, de Arroio do Tigre, a Feicoop é o momento de divulgar e vender os produtos. “Nossos produtos são da natureza, não tem nada comprado. É tudo reciclado, as comidas são orgânicas, plantamos tudo. Aqui se encontra de tudo em pouco, do vestir ao comer”, comenta.

A comunidade faz parte da Incubadora Social, que tem como objetivo auxiliar grupos em situação de vulnerabilidade social e em processo de organização solidária a gerarem renda e trabalho, fazendo com que consigam se manter sozinhos. “O auxílio da UFSM e da PRE é maravilhoso. Nos oportunizam que sejamos reconhecidos. Estamos aqui, hoje, graças à UFSM e aos alunos. Por isso, na vida de uma comunidade quilombola, a universidade é essencial”, explica Márcia.

Os produtos dos grupos incubados podem ser conferidos no estande da UFSM na 26ª Feicoop até domingo, 14.

 

 
Texto: Andréa Ortis/ Bolsista NDI PRE

Publicações Recentes