Ir para o conteúdo PRE Ir para o menu PRE Ir para a busca no site PRE Ir para o rodapé PRE
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

O primeiro Planetário do interior do Brasil é da UFSM!



 

“Sob uma cúpula, como uma grande semiesfera emborcada sobre sua cabeça, você vê uma miríade de corpos celestes num céu extraordinariamente limpo, sem nuvens – e pode até “se aproximar” de alguns deles, observando, em detalhes, o que você nem imaginava que existia. E, não, você não está olhando através de um telescópio”. (José Roberto da Costa, em 2013, na revista Planetária).


A experiência de ver os corpos celestes e poder se aproximar deles é vivida em um planetário, local em que o céu estrelado é simulado e, assim, são realizadas apresentações sobre astronomia, sempre buscando semelhança com a realidade.


Na Universidade Federal de Santa Maria, desde 1971 é possível participar de sessões de astronomia em um planetário. Porém, o projeto começou a ser pensado ainda em 1960, quando o reitor fundador da UFSM, professor José Mariano da Rocha Filho, recebeu, de Oscar Niemeyer, um esboço da futura obra, que foi concretizada pelo arquiteto Oscar Valdetaro. Assim, o Planetário, que é o 1º construído em uma cidade do interior do Rio
Grande do Sul e em um campus acadêmico, veio para trazer conhecimento e se tornar um dos cartões-postais não só da UFSM, como também da cidade de Santa Maria.


De acordo com a diretora do Planetário, Jaqueline Trentim Machado, cerca de 20 mil pessoas circulam pelo local ao longo do ano, de crianças a adultos. “Quase todos os dias recebemos excursões de escolas. As pessoas vêm para buscar um conhecimento maior de astronomia, já que, aqui, podem assistir sessões de filmes relacionados ao tema. No final de cada filme, os monitores respondem aos questionamentos, principalmente de alunos”, explica.
Os filmes que são reproduzidos na ampla sala, que tem capacidade para até 120 pessoas, mostram o universo, as estrelas e a formação das galáxias, por exemplo.


No Planetário, há sessões de segunda a sexta-feira, às 9h, às 10h e às 11h, pela manhã, e às 14h, às 15h e às 16h, pela tarde. Cada sessão dura de 25 a 40 minutos, dependendo da projeção escolhida, sendo preciso agendar previamente no site do órgão. Já nas quintas-feiras, às 15h, as sessões, além de serem gratuitas, são abertas para o público em geral.


Para as escolas que quiserem levar os alunos para assistir às sessões, é necessário realizar o agendamento através do site. O custo é de R$ 2,00 por aluno, enquanto pais e acompanhantes pagam R$ 4,00. Lembrando que, a cada dez alunos, um professor tem gratuidade.

Sessões voltam no dia 8 de agosto

Durante o período de férias acadêmicas, a direção do Planetário optou por realizar algumas melhorias no local, a fim de tornar a experiência dos visitantes ainda melhor. “Melhoramos a qualidade na sala de projeção, limpamos e reorganizamos as cadeiras para dar uma melhor qualidade para quem vem assistir aos filmes”, comenta Jaqueline. Assim, a partir da próxima quinta-feira, 8 de agosto, as sessões já estarão abertas para as escolas e o público em geral.


O Planetário da UFSM é vinculado à Pró-Reitoria de Extensão e fica localizado na Praça Santos Dumont, próximo ao Centro de Convenções e à Reitoria.

 

Para visitar:

Público geral
Quando: todas as quintas-feiras, às 15h.
Quanto: entrada gratuita

Escolas
Quando: de segunda a sexta-feira, com agendamento.
Quanto: R$2,00 por aluno e R$ 4,00 para pais e acompanhantes.
Agendamento: no site do órgão. Para realizar o agendamento, que deve ser feito com, no mínimo, 15 dias de antecedência, deve-se fornecer o número de alunos, o nome do professor responsável, bem como o dia e o horário desejados para assistir à sessão. Lembrando que é possível escolher qual filme se deseja assistir — os filmes disponíveis podem ser verificados na programação do Planetário, também no site.

 

Texto: Andréa Ortis/ Bolsista NDI PRE


Publicações Recentes