Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

UFSM tem quatro novos cursos de pós-graduação aprovados pela Capes



A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) aprovou na semana passada quatro novos cursos de pós-graduação na UFSM. São eles: mestrado em Relações Internacionais, doutorado em Artes, doutorado em Psicologia e doutorado em Engenharia Ambiental.

Apenas neste ano, já foram aprovados sete novos cursos de pós-graduação e há a expectativa de credenciar mais outros dois até o final do ano. Entre os anos de 2013 e 2017, 12 cursos de pós-graduação foram abertos na UFSM. A qualificação nos conceitos dos cursos de mestrado e doutorado cresceu, e, no ano de 2017, a instituição pontuou a média de 4,27 pela CAPES.

O reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, comemora o resultado, considerando ainda mais importante em função do cenário de redução no volume de investimentos em pesquisa e pós-graduação. “Trata-se de um feito que merece ser destacado, pois representa a qualidade no processo de inclusão de professores doutores em programas de pós-graduação e um número maior de oportunidades para que nossos estudantes estejam efetivamente envolvidos com a pós-graduação e a pesquisa”, destaca. O reitor atribuiu a conquista ao trabalho dos coordenadores, professores e da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PRPGP), que se envolveram na elaboração dos projetos.

Relações Internacionais agora tem PPG

Dentre os novos cursos, destaca-se o curso de mestrado em Relações Internacionais (RI), considerado uma conquista para a Instituição. De acordo com o professor Júlio Cezar Cossio Rodrigues, do  Departamento de Relações Internacionais, a proposta foi encaminhada à CAPES no primeiro semestre de 2018. Júlio explica que o mestrado se insere na área de Política Internacional, com três linhas de pesquisas, são elas, Instituições e Desenvolvimento; Política e Sociedade Internacional; e Segurança, Estratégia e Defesa.

Ainda conforme o professor Júlio, o mestrado em Relações Internacionais representa não só a oportunidade de continuação na formação dos alunos da Universidade, como também se relaciona com os cursos de RI do estado, do país e do exterior. “O Mestrado em RI da UFSM é uma conquista da Universidade, que a coloca no mapa nacional da área de relações internacionais”, afirma.

O processo de aprovação e abertura de novos cursos de pós-graduação é feito a partir do preenchimento do Aplicativo de Propostas de Cursos Novos (APCN). No caso do curso de mestrado em Relações Internacionais, a elaboração deste documento se deu em 2017. Após esse processo, o curso precisa ser recomendado com a nota mínima de três pontos. Desta maneira, a Instituição tem até 12 meses para início das atividades, contados a partir da data de homologação do resultado pelo Ministro da Educação.


Publicações Recentes