Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

UFSM integra projeto internacional de pesquisa para produção de biocombustíveis avançados



O reitor da UFSM, professor Paulo Burmann, assinou nesta quarta-feira (20), em Campinas (SP), um termo de cooperação que formaliza a participação da universidade no Consórcio BioValue, projeto interinstitucional de pesquisa que tem por objetivo a produção de biocombustíveis a partir de rejeitos da indústria agroflorestal, dentre outros materiais. O projeto, proposto por um consórcio de instituições brasileiras, integra o Horizonte 2020, programa de fomento à pesquisa e inovação da União Europeia (UE). A coordenadora do projeto na UFSM, professora Paola de Azevedo Mello, acompanhou o reitor.

A participação da UFSM na iniciativa contribui com o processo de internacionalização da instituição, já que o projeto será desenvolvido em conjunto com o consórcio europeu. Além disso, a universidade se insere em uma importante iniciativa que visa à produção de combustíveis mais limpos.

Para o reitor, este é um projeto importante e estratégico para a UFSM e, principalmente, para a área da química. “Para a universidade, integrar esta iniciativa, proposta pelo grupo de pesquisa da química, é motivo de muita honra e distinção, especialmente neste cenário de dificuldades que estamos enfrentando, com recursos escassos para o financiamento de projetos importantes como este”, avaliou Burmann, reiterando a relevância da pesquisa e sua relação com questões ambientais e energéticas, fundamentais para o desenvolvimento do país.

Com a formalização do termo de cooperação, serão disponibilizados R$ 630 mil para a UFSM. O recurso será destinado, principalmente, para a aquisição de um cromatógrafo com espectrômetro de massa, equipamento que vai permitir a determinação da composição dos biocombustíveis produzidos.

Sobre o projeto – O “Consórcio BioValue – Valorização de cadeia produtiva descentralizada de biomassa visando à produção de biocombustíveis avançados: desenvolvimento e avaliação de rotas termoquímicas integradas à produção da biomassa e a rotas bioquímicas” é coordenado pelo Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol, vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações. O projeto foi submetido e aprovado em uma chamada de propostas específica, lançada pela Comissão Europeia e órgãos que compõem o programa europeu Horizonte 2020.

Além da UFSM, participam do projeto outras 11 instituições de ciência e tecnologia, entre universidades e institutos de pesquisa dos estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Ceará; quatro Fundações de Amparo à Pesquisa (Fapergs, Fapesp, Fapemig e Facepe); e quatro empresas (Klabin, Fibria, Embraer e Petrobras). O consórcio brasileiro, conforme preconizado na chamada, desenvolve suas pesquisas em paralelo com a iniciativa firmada na UE, que selecionou o Consórcio Becool.

Na UFSM, o projeto partícipe do Consórcio BioValue foi apresentado pelo Laboratório de Análises Químicas Industriais e Ambientais (Laqia), do Departamento de Química, e será coordenado pela professora Paola de Azevedo Mello, contando com a participação dos professores Fábio Andrei Duarte, Edson Irineu Müller e Cezar Augusto Bizzi, bem como de alunos de iniciação científica e de pós-graduação e de todo o conjunto de professores do Laqia.

A pesquisadora Paola Mello explica que o principal objetivo do BioValue é explorar a sinergia entre a pesquisa e a inovação tecnológica no que tange à produção de biocombustíveis, à diversificação e à logística da cadeia de valor, para o desenvolvimento e implementação de tecnologias para a produção de biocombustíveis a partir de biomassa lignocelulósica. A equipe de pesquisadores da UFSM irá atuar em dois objetivos específicos do projeto: na avaliação de biomassas, correntes intermediárias e biocombustíveis avançados produzidos; e no pré-tratamento de matéria-prima e otimização das condições do processo.

Texto: Assessoria de Comunicação do Gabinete do Reitor





Publicações Recentes