Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

UFSM inicia debate sobre Future-se



Reunião na Sala dos Conselhos analisou detalhamento do projeto Future-se

Integrantes da gestão iniciaram o debate sobre a proposta do projeto Future-se, do Ministério da Educação. Na manhã desta segunda-feira, 29, ocorreu uma reunião com a participação de diretores das unidades de ensino e pró-reitorias na Sala dos Conselhos,no prédio da Reitoria. Eles apresentaram uma avaliação preliminar, analisaram trechos do projeto e trouxeram dúvidas em relação à proposta. O grupo também definiu encaminhamentos no sentido de ampliar o debate sobre o projeto, possibilitando a participação da comunidade universitária.

Ainda na semana passada, ocorreram algumas reuniões preparatórias na administração central e nas unidades de ensino. A ideia é, nas próximas semanas, dar continuidade à discussão interna nas pró-reitorias e unidades e, no início de agosto, promover uma audiência pública no Centro de Convenções, aberta à participação de toda a comunidade.  

O reitor Paulo Burmann salientou que não cabe à gestão sozinha definir um posicionamento sobre o projeto, pois a proposta deve ser analisada pela universidade como um todo. “Não temos condições de fazer uma nota de forma contundente em função das dúvidas que pairam no ar. É preciso que tenhamos uma discussão profunda a partir de reuniões setoriais e audiências públicas, para que nossa comunidade se aproprie das ideias. Vai chegar o momento em que iremos nos posicionar”, salienta o reitor.

Em reunião na semana passada, a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) discutiu o projeto e elaborou a “Carta de Vitória”, que contém uma avaliação preliminar dos reitores e afirma a importância das universidades fomentarem debates sobre o assunto.

Além da discussão coletiva, a comunidade universitária também poderá participar da consulta pública que o governo está propondo sobre o assunto. Para participar, é preciso acessar o sistema através deste link e fazer um cadastro. É preciso informar nome, e-mail e CPF (Cadastro de Pessoa Física), além de criar uma senha de acesso. O prazo para enviar contribuições vai até dia 15 de agosto.

Acompanhe aqui mais informações sobre o assunto.

Texto: Aline Dalmolin/ Assessoria de Comunicação do Gabinete do Reitor


Publicações Recentes