Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Hospital Veterinário poderá desenvolver pesquisas em terapia hiperbárica



O executivo da HVM, empresa com sede nos EUA, sinalizou a possibilidade de doação de uma câmara hiperbárica para o Hospital Veterinário

O vice-reitor Luciano Schuch recebeu na manhã de quinta-feira (17) Jean Robert Malek, executivo da HVM Brasil, principal distribuidora e operadora de câmaras hiperbáricas específicas para uso veterinário no mundo. A visita foi acompanhada pelos professores  Daniel Curvello de Mendonça Müller e Maurício Veloso Brum, do Departamento de Clínica de Pequenos Animais, do Centro de CIências Rurais da UFSM.

O executivo da HVM sinalizou a possibilidade de doação de uma câmara hiperbárica para o Hospital Veterinário e sua intenção de fundar na UFSM o primeiro centro de oxigenoterapia hiperbárica veterinária no Brasil. “Isso abre espaço para a possibilidade de trazer para a UFSM estudantes e professores do exterior para treinar com o uso do equipamento e nele realizar pesquisas”, afirmou Jean Malek. Ele destacou que a terapia hiperbárica possui diversos usos em medicina veterinária, dentre eles a preparação pré-cirúrgica dos animais, aumentando a chance de sobrevivência à operação. 

O vice-reitor Luciano Schuch saudou a proposta, afirmando que a UFSM tem todo o interesse na iniciativa em desenvolver pesquisas como essa. “Queremos criar aqui em nossa Universidade um polo de agrotecnologia. Esta seria uma parceira importante para qualificarmos ainda mais a área de medicina veterinária, que já é destaque no país com um dos melhores cursos de graduação do país e pós-graduação com nota máxima na Capes”, comemorou o reitor em exercício.

Texto e foto: Aline Dalmolin/Assessoria de Comunicação do Gabinete do Reitor



Publicações Recentes