Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM-FW realiza Ciclo de Debates por um Jornalismo Antirracista até quinta (9)



Desde terça (7) até quinta-feira (9), às 19h, o Departamento de Ciências da Comunicação (Decom), do campus de Frederico Westphalen, realiza debates com o tema “Jornalismo Antirracista”. O evento traz discussões sobre o combate ao racismo, como questão transversal na formação e nas práticas jornalísticas e no enfrentamento das desigualdades étnico-raciais históricas em nossa sociedade.

Dando continuidade à programação, nesta quarta (8), às 19h, o professor Deivison Moacir Cezar de Campos apresentará sua pesquisa sobre “Branquitude, Racismo e Mídia”, considerando esta última o locus de manutenção e de disputa do sentido de ser negro/a no contemporâneo. Jornalista e pesquisador de mídia, relações étnico-raciais e decolonialidade, Deivison atua como professor do Programa de Pós-Graduação em Educação e dos cursos de comunicação da Ulbra. Também faz parte do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Neabi) e lidera o grupo de pesquisas Mídia e Complexidade nas Sociedades Contemporâneas na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra). Também coordena a área acadêmica de Comunicação e Mídia da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros (ABPN) e integra a direção da Associação Brasileira de Professores de Jornalismo (ABPJ). Recebeu o prêmio Carlos Santos da Câmara de Vereadores de Porto Alegre em 2018 pelo conjunto da pesquisa sobre a história do negro em Porto Alegre. O debate será mediado pelo Ms. Ângelo Jorge Neckel, jornalista vinculado ao Observatório de Comunicação Pública (Obcomp/UFRGS).

A última noite de evento (9) terá a presença das jornalistas e criadoras do site Entreviste um Negro (EuN), Helaine Martins e Karol Gomes. O EuN está lançando a campanha “Entreviste um Negro” que tem o objetivo de promover um debate público sobre a importância e responsabilidade do jornalismo na construção de um mundo livre de racismo. Ao longo do mês de julho, o projeto EuN se juntará a uma rede de jornalistas na produção de conteúdo especial sobre práticas de um jornalismo antirracista, lives com especialistas e profissionais da comunicação e atualização do banco de dados com fontes jornalísticas negras das mais diversas áreas. O Entreviste um Negro nasceu em 2015 como um banco de dados de fontes jornalísticas, mas com um diferencial: todos os/as especialistas são negros/as. Este debate será mediado pela professora Sátira Machado, jornalista e professora da Unipampa/Campus Jaguarão.

A transmissão pode ser acompanhada pelo canal da Agência Íntegra no YouTube.

Fonte: Núcleo de Divulgação Institucional da UFSM-FW

 


Publicações Recentes