Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Projeto Aceleração Regional leva grupo da UFSM a municípios gaúchos e catarinenses

Parceria entre UFSM, Sicredi Região da Produção e Fatec visa à elaboração de pesquisa científica para subsidiar ações de difusão tecnológica e desenvolvimento



Reuniões envolvem lideranças políticas, empresariais, presidentes de sindicatos e órgãos representativos de classe

Nas últimas semanas, com todos os cuidados sanitários e respeitando a legislação de cada município, os professores do Núcleo de Pesquisas em Economia do Agronegócio (NPEA), da UFSM Campus Palmeira das Missões, intensificaram as atividades de pesquisa e extensão, em especial da iniciativa Aceleração Regional.

As atividades acontecem no âmbito da parceria estabelecida entre a Sicredi Região da Produção RS/SC/MG, UFSM e Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência (Fatec) e tem como objetivo principal a elaboração de pesquisa científica capaz de subsidiar o planejamento de ações voltadas à difusão tecnológica e ao desenvolvimento dos municípios inseridos na região de abrangência da Sicredi Região da Produção RS/SC/MG, nos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

De acordo com o coordenador científico da pesquisa, professor Nilson Luiz Costa, já foram realizadas reuniões com lideranças políticas, empresariais, presidentes de sindicatos e órgãos representativos de classe nos municípios de Barra Funda, Liberato Salzano, Nonoai, Nova Boa Vista, Novo Xingu, Sarandi e Trindade do Sul, no Rio Grande do Sul, e Coronel Freitas, Xanxerê e Xaxim, em Santa Catarina. Nas próximas semanas estão marcadas agendas para outros municípios que estão na área de atuação da Sicredi Região da Produção nos dois estados.

As reuniões são realizadas para investigar e analisar, de forma conjunta com os atores locais e a Sicredi Região da Produção RS/SC/MG, os desafios e oportunidades presentes em cada município da área de atuação da cooperativa. Para isso, além de pesquisa com base em dados secundários, são coletadas informações primárias a partir da realização de grupos focais, nos quais os participantes expõem suas opiniões e fornecem subsídios para a inclusão de novos elementos nos perfis econômicos, sociais e ambientais dos municípios que fazem parte da pesquisa.

Nos próximos meses, os professores do NPEA Nilson Luiz Costa, Claudio Eduardo Ramos Camfield, Gabriel Nunes de Oliveira, Enio Giotto e Édio Polacinsky, juntamente com discentes de mestrado e de graduação, seguirão coletando e analisando dados com o objetivo de formular, em conjunto com os atores locais, estratégias para acelerar o processo de desenvolvimento economicamente viável, socialmente justo e ambientalmente responsável.

Para o coordenador do projeto, Nilson Luiz Costa, parcerias interinstitucionais e ações como esta são de extrema importância, pois têm a capacidade de ressignificar o papel da UFSM nas comunidades “e mostrar que nós, enquanto Universidade, podemos contribuir ainda mais para melhorar a vida das pessoas”.

Foto: Divulgação

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes