Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Polifeira do Agricultor começa a funcionar aos domingos na UFSM

Iniciativa busca atender necessidades dos feirantes e daqueles que visitam o campus no fim de semana



A Polifeira do Agricultor, projeto de extensão do Colégio Politécnico da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), adicionou mais um dia de atividade no campus sede da Instituição. Desde o dia 8 de janeiro o público que visita a cidade universitária pode adquirir os produtos dos feirantes, das 13h às 17h30min, no largo do Planetário também aos domingos.

Gustavo Pinto, professor do Colégio Politécnico e coordenador da Polifeira, conta que essa iniciativa já estava sendo concebida há um tempo considerável. Porém, existia a preocupação com as limitações da estrutura do campus para receber a feira no final de semana, como em relação à disponibilidade de banheiros aos consumidores e feirantes, algo que atualmente já foi solucionado.

Junto a isso, Gustavo ressalta que a força motriz para a efetivação da ideia foi a condição dos feirantes, necessitados de mais recursos devido à grande seca que atinge suas terras. O professor relata que boa parte dos produtores não tem mais hortaliças por causa da falta d’água. Como alternativa, o comércio de lanches pode ajudar na formação de renda. Outro fator aliado à ampliação do funcionamento da Polifeira foi a intenção da gestão universitária de fazer bom proveito da intensa movimentação do campus aos finais de semana, principalmente aos domingos, quando múltiplos grupos de pessoas vêm passar um tempo de lazer nas dependências da Instituição. O coordenador explica que procurou-se unir essas duas necessidades, ao também beneficiar a população com um espaço mais adequado. Ao funcionar durante o domingo, Gustavo tem a expectativa de que haja um volume de comercialização interessante, ao mesmo tempo em que ocorram interações com a agricultura familiar, propósito central da Polifeira.

Para Josiane Nogueira, expositora da Polifeira com a Canaã Agroindústria, de São Martinho da Serra, a expectativa é de que se repita a experiência do primeiro domingo (8), pois foi extremamente positiva, ao ser uma oportunidade importante de comércio aos feirantes. A agricultora ingressou no projeto em setembro de 2020, com venda de panificados, cucas alemães, salgados, clips de mandioca e batata doce.

Gustavo também destaca o papel da Pró-Reitoria de Infraestrutura (Proinfra) e da Pró-Reitoria de Extensão (PRE) em conjunto à Polifeira para a realização desse novo programa, a fim de promover as relações com a comunidade externa da melhor maneira possível.

A programação da Polifeira segue normal às terças-feiras, na Avenida Roraima, das 7h às 12h; às quintas-feiras, no largo do Planetário, das 12h às 17h30min; e no segundo e quarto domingo do mês, no Shopping Praça Nova, das 14h às 20h. Aos domingos, o funcionamento será avaliado durante as semanas para a manutenção da atividade ao longo do ano.

Texto: Gabrielle Pillon, estudante de jornalismo e bolsista da Agência de Notícias
Foto: Ana Alicia Flores, estudante de desenho industrial e bolsista da Agência de Notícias
Edição: Mariana Henriques, jornalista

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-1-60934

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes