Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Identidade Institucional

A Universidade Federal de Santa Maria, desde sua fundação, em 1960, apoia sua imagem no símbolo máximo que representa a instituição: o Brasão. Redesenhado em 1996, mantém todos os elementos que o originaram: 

  • Os três archotes de fogo, que simbolizam os três pilares da universidade: Ensino, Pesquisa e Extensão;

  •  A flor-de-lis, simbolizando a purificação e o archotes com a Chama do Conhecimento, representando a luz que ilumina o caminho para a sabedoria;
  •   O brasão, denotando moral e respeito;
  •  A frase em latim “Sedes Sapientiae”, que significa sede (lugar, casa) da sabedoria.

Além do Brasão, existe um outro elemento importante que compõe a identidade visual da Universidade: o Monograma. Juntos, Brasão e Monograma exercem um papel fundamental, simbolizam, através de seus elementos gráficos, a trajetória de uma Universidade comprometida com a qualidade do Ensino, Pesquisa e Extensão.

A partir da aprovação da Política de Comunicação da UFSM (Resolução N. 005/2018), diversos grupos de trabalho foram criados para alinhar as estratégias de comunicação da Universidade. Entre eles, um que discute a Identidade Visual da UFSM.  Composto por técnicos e professores das áreas de Desenho Industrial, Publicidade e Propaganda, Produção Editorial e Relações Públicas, o grupo propõe um novo Guia de Identidade Visual.

O objetivo deste guia é orientar e facilitar a utilização da identidade visual da UFSM. O documento reúne especificações, recomendações e restrições de aplicações. Utilizando corretamente este guia contribuímos para que a universidade mantenha sua integridade visual nas mais diversas formas de comunicação, dando unidade à comunicação institucional, melhorando sua visibilidade e fortalecendo sua imagem e reputação tanto na comunidade interna quanto externa.1. Os três archotes de fogo, que simbolizam os três pilares da universidade: Ensino, Pesquisa e Extensão;

Guia completo com redesenho do brasão e monograma, aplicações oficiais, área de proteção, limites de redução da marca, tipografia institucional, referências de cores, aplicação da marca em colorida e monocromática, aplicação para campi e pró-reitorias, uso com outras marcas.

Marcas da UFSM: versões e uso

Brasão Dístico

Uso prioritário em documentos oficiais - diplomas certificados, relatórios e publicações oficiais.

Brasão/Monograma

Uso recomendado em: documentos oficiais (em que a utilização do brasão não seja viável); materiais de circulação interna; e uso obrigatório em peças gráficas de circulação externa.​

Brasão/Monograma

Uso recomendado em: documentos oficiais (em que a utilização do brasão não seja viável); materiais de circulação interna; e uso obrigatório em peças gráficas de circulação externa.​

Monograma

Uso exclusivo em: materiais internos ou em que a utilização das outras versões seja inviável, como por exemplo em casos de redução máxima (por exemplo: peças online, impressão em canetas)

Principais orientações

A paleta de cores oficiais que compõem o Brasão deve sempre ser a primeira opção de interação com as versões oficiais da Marca na produção de qualquer material institucional: desde uniformes, brindes, peças gráficas, material institucional timbrado, até frota veicular, sinalização interna dos campi. Sob nenhuma hipótese, o Brasão pode ser apresentado em versão colorida fora dos tons estipulados neste manual.

 

As versões oficiais da Marca devem prioritariamente ser aplicadas coloridas sobre fundo branco. Quando a arte propuser um fundo escuro, a opção colorida deve ser aplicada em letras claras, conforme os ajustes apresentados ao lado: letras e contorno em cinza (preto 10%).

Mais aplicações em fundo colorido ou texturizado no Guia completo.

 

Quando inviabilizado o uso colorido da Marca, esta deve ser utilizada nas suas linhas destacadas em monocromia sólida, sobre fundo branco
ou na versão projetada para fundos escuros. 

Outras aplicações monocromáticas além do preto e branco no Guia completo.

A área de proteção visa manter a integridade visual da Marca quando esta estiver posicionada junto a outros elementos gráficos. Ela é definida pela distância de um módulo (derivado da subdivisão da proporção do Brasão) e é aplicada a todas as versões da Marca, como indicado ao lado. Importante destacar que a área de proteção inviabiliza qualquer interferência sobre qualquer uma das versões oficiais da Marca.

Exemplos de interferências na marca no Guia completo.

Para garantir a legibilidade da Marca, foram estabelecidas as reduções máximas para cada uma das versões. 

Na versão principal, o limite evita que o nome da Universidade se torne ilegível;

Nas versões horizontal e vertical do Brasão com o Monograma, o limite evita que o Brasão se torne ilegível;

A versão do Monograma em cor sólida é a que mantém a menor redução, mas deve ser utilizada com cuidado e com orientação profissional, se possível.

 

Nenhuma das versões oficiais da Marca deve sofrer qualquer tipo de distorção plástica, como as exemplificadas a seguir:

Só a marca da pró-reitoria é suficiente para assinar um material de divulgação? Sim. O brasão da UFSM está contido na marca das pró-reitorias, de forma que sempre estará presente, independente de quem organiza a atividade. No caso de outras marcas, como de Unidades de Ensino, o brasão deve vir à direita das demais marcas “fechando a peça”. 

Quando tem mais de uma pró-reitoria organizando uma atividade, como usar as marcas? Usar apenas o brasão da UFSM e citar: Organizado por: PRPGP e PRE. Caso a organização seja de uma pró-reitoria e um campus, priorizar a marca do campus uma vez que a mesma representa a cidade de realização da atividade.

Se tiver marcas de entidades externas, qual ordem utilizar? Depende de quem está organizando o evento. Se a UFSM está organizando: marcas de entidades externas apoiadoras/marcas dos setores da UFSM envolvidos na organização. Se o evento é externo, por exemplo, uma feira, uma parceria com a Prefeitura, utilizar apenas o brasão da UFSM, representando a instituição como um todo.

Como utilizar selos comemorativos? Se são selos que substituem a marca pelo período comemorativo, por exemplo CCSH 50 anos, utilizar apenas o selo na assinatura dos materiais. Caso o selo não substitua a marca – exemplos: selo comemorativo 60 anos da UFSM, selo UFSM contra a Covid-19 – eles não devem fazer parte da assinatura dos materiais, mas sim da arte como um todo, podendo ser posicionados no topo das peças (canto superior direito ou esquerdo).

A família tipográfica Zapf Humanist BT utilizada no monograma foi alterada com a finalidade de dar exclusividade, por isso o monograma nunca deve ser substituído pela fonte.

Hino da UFSM

O hino da Universidade Federal de Santa Maria tem letra do fundador, José Mariano da Rocha Filho, e música de Leandro Reis. Diz a letra:
 
(1ª estrofe)
A semente lançada na terra
Germinou e em flores se abriu
E à sombra da árvore amiga
Embalou nossos sonhos de anil
A criança dos campos da serra
Cresceu forte, sadia e gentil
E em ti, ó Sorbonne do sul,
Aprendeu a amar o Brasil.
 
(estribilho)
O grito do quero-quero
Como um brado varonil
Desde o Rio Grande a Roraima
Integrou todo o Brasil.
Operários, alunos e mestres
De mãos dadas marchemos cantando
Construindo com amor e carinho
A grandeza do novo Brasil.
 
(2ª estrofe)
Orgulhosos dos feitos que a história
Registrou no passado viril
Nossos jovens já sonham com a glória
A serviço do nosso Brasil.
Fortaleza dos novos combates
Implantada no sul da Nação
Teus alunos e mestres constroem
Das Américas a integração.

Bandeira da UFSM

A aplicação da Marca na Bandeira Institucional deve ocorrer sempre com a versão principal da Marca (Brasão com dístico) e respeitando as proporções extraídas da mesma, conforme apresentado ao lado. Logo, o módulo (M), que representa a nona parte da altura, pela nona parte da largura total da Marca, é rebatido uma vez e meia para cima e para baixo e cinco vezes para a direita e para a esquerda da Marca. Formando um retângulo com a proporção de 12M x 19M, com a aplicação principal da Marca centralizada.

A Bandeira deve obedecer a aplicação cromática principal da Marca (em fundo branco) e ser confeccionada em tecido nobre, opaco e de textura acetinada.

Proporções Bandeira Institucional
Anexos