Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Encontro de Metodologias Ativas é realizado na UFSM-CS



Na tarde da última quarta-feira (14), foi realizado, na UFSM – Campus Cachoeira do Sul, o Encontro de Metodologias Ativas de Ensino: análise do perfil dos alunos da UFSM-CS. O Encontro, direcionado a docentes e técnicos de laboratório, faz parte das atividades do projeto de ensino “Project-based learning – Desenvolvimento de atividades práticas em ambiente lúdico/real/didático (PBL)”. 

Durante o evento, os docentes Alejandro Ruiz Padillo e Carmen Brum Rosa e os acadêmicos Letícia Oestreich e Vagner Stefanello, pesquisadores do Laboratório de Mobilidade e Logística (LAMOT), apresentaram alguns dados e conceitos gerais sobre as metodologias ativas no ensino/aprendizagem e sua importância para cursos de graduação, especialmente de tipo técnico e tecnológico, como são as Engenharias e a Arquitetura e Urbanismo, cursos ministrados no campus de Cachoeira do Sul. 

Pesquisadores do LAMOT apresentando as metodologias ativas referentes ao projeto de ensino PBL.

Para exemplificar essas metodologias e suas diferentes abordagens, foram apresentadas algumas experiências desenvolvidas em diversas disciplinas dos cinco cursos do campus, como sala de aula invertida, resolução de problemas, atividades práticas em ambiente real, trabalhos em equipe, utilização de softwares e equipamentos específicos, atividades lúdicas, entre outras. Professores responsáveis pelas disciplinas que estavam presentes no encontro relataram em detalhes suas experiências e os resultados obtidos junto às turmas envolvidas.

Diversos professores de diferentes cursos na apresentação das metodologias ativas referente ao projeto de ensino PBL.
Professora Carmen Rosa e a acadêmica Letícia Oestreich, durante a apresentação.

Na sequência, sempre contando com a participação e debate dos presentes, os pesquisadores apresentaram uma análise do perfil dos alunos da UFSM-CS. Este perfil foi delineado a partir de uma modelagem matemática das respostas anônimas dos próprios alunos participantes dessas e outras experiências de metodologias ativas no campus no ano de 2018. Esse perfil alcançou detalhes sobre caracterização dos alunos do campus, suas expectativas sobre essas metodologias e percepções sobre aspectos como trabalhos em grupo, liderança, participação, busca de informações para estudo, relacionamento com os colegas, estilos de aprendizado predominantes, entre outros. Os resultados também permitiram mostrar a existências de cinco grupos de alunos, segundo seu perfil em relação às metodologias ativas.

 

Acadêmico Vagner Stefanello e o Professor Alejandro Padillo.

Segundo o professor Alejandro Ruiz Padillo, as conclusões obtidas com esse trabalho podem auxiliar no planejamento de disciplinas que objetivam a aplicação de metodologias ativas para o aprendizado dos alunos, uma vez que os resultados se mostraram satisfatórios.  “Dessa forma, acredita-se que a aplicação de metodologias ativas pode aumentar a motivação dos estudantes e reduzir os índices de evasão em cursos de cunho técnico e científico”, acrescenta o docente.

 

Fotos: Núcleo de Divulgação Institucional da UFSM-CS



Publicações Recentes