Ir para o conteúdo CT Ir para o menu CT Ir para a busca no site CT Ir para o rodapé CT
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Seis pesquisadores do CT são contemplados com recursos de edital do CNPq



A Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PRPGP) informou que 92 pesquisadores da UFSM foram contemplados na edição 2018 do Edital Universal, uma das mais tradicionais chamadas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Esses professores concorreram com projetos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação em diferentes áreas do conhecimento.

Os projetos selecionados têm o valor de financiamento de acordo com uma das faixas definidas na chamada:

Faixa A – projetos de até R$ 30 mil;

Faixa B – projetos de até R$ 60 mil;

Faixa C – projetos de até R$ 120 mil.

Seis desses pesquisadores são do CT. Saiba mais sobre esses projetos:

 

“Desenvolvimento de nanofibras poliméricas modificadas com extratores na recuperação de metais valiosos de resíduos eletrônicos e de processos industriais”Faixa “A” (projetos até R$ 30 mil)

Pesquisador responsável: Eduardo Tanabe, professor do Departamento de Engenharia Química.

Resumo do projeto: “O principal objetivo do projeto será desenvolver novos materiais manométricos constituídos de nanofibras (nylon, poliacronitrila, poliimida, etc) modificadas com diferentes extratores (D2EHPA, cyanex, quelantes, etc) que sejam eficientes e seletivos
para recuperação de metais valiosos (zinco, índio, neodímio, ouro etc) presentes em resíduos eletrônicos e de processos industriais. A principal vantagem da aplicação das nanofibras modificadas com extratores dentro do processo industrial é a mínima quantidade de solvente orgânico utilizada em relação ao método convencional de extração líquido-líquido. Isto torna o método bastante atraente e menos tóxico ao meio ambiente”.

Expectativa do pesquisador a partir da obtenção de recursos: “As expectativas são grandes para colocar o projeto em prática, pois contribuirá com o desenvolvimento de novas tecnologias para extração e recuperação de metais a partir de aproveitamento de fontes secundárias (resíduos eletroeletrônicos e rejeitos industriais) utilizando nanofibras poliméricas modificadas. A proposta também pretende contribuir com o aprimoramento de recursos humanos no Laboratório de Processos Ambientais (LAPAM), através do aperfeiçoamento de alunos de graduação, pós-graduação e a interação entre os pesquisadores de outras Universidades envolvidos no projeto”. 

 

“Implementação de um emulador de rede para testes de suportabilidade a afundamentos de tensão para inversores conectados à rede elétrica”Faixa “A” (projetos até R$ 30 mil)

Pesquisadora responsável: Fernanda Carnielutti, professora do Departamento de Processamento de Energia Elétrica.

Resumo do projeto: “O projeto tem como principal objetivo dar continuidade aos trabalhos desenvolvidos no meu pós-doutorado junto ao GEPOC, que tratava do projeto e implementação de um conversor multinível em cascata para operar como emulador de rede elétrica. Este equipamento é um protótipo de escala reduzida, que serve para emular faltas que ocorrem em sistemas de potência reais, especialmente afundamentos de tensão, a fim de que os controladores de turbinas eólicas que serão conectadas à rede elétrica possam ser testados em laboratório, em condições semelhantes às de operação real. Uma boa parte do protótipo já foi montado e testado durante meus pós-doutorado, e este projeto irá desenvolver circuitos de instrumentação e controle necessários para que todas as funcionalidades do emulador de rede elétrica possam ser implementadas”.

Expectativa da pesquisadora a partir da obtenção de recursos: “O projeto será executado tão logo os recursos sejam disponibilizados”. 

 

“Sistema de Iluminação baseado em Diodos Orgânicos Emissores de Luz (OLEDs) adaptável ao Ciclo Circadiano Humano”Faixa “A” (projetos até R$ 30 mil)

Pesquisador responsável: Vitor Bender, professor do Departamento de Eletrônica e Computação.

Resumo do projeto: “Este projeto desenvolve um sistema de iluminação que emprega diodos orgânicos emissores de luz (OLEDs) adaptável ao ciclo circadiano humano. O uso indiscriminado de fontes de iluminação de alta intensidade e elevada temperatura de cor tem provocado efeitos indesejáveis na saúde humana, principalmente distúrbios relacionados ao sono. Com o objetivo de usar corretamente o potencial dos OLEDs, que são fontes de luz artificial totalmente inovadoras, propõe-se o seu uso juntamente com um sistema eletrônico de acionamento e controle para ajuste da iluminação, de forma a otimizá-la regulando o relógio biológico humano e proporcionando bem-estar, saúde e economia de energia ao usuário do sistema de iluminação. O projeto será todo baseado em modelos matemáticos: da fonte de luz, do circuito eletrônico, do sistema de controle e do ciclo circadiano. Como resultado ter-se-á uma luminária conectada à rede elétrica e controlada via aplicativo de dispositivo móvel capaz de proporcionar os benefícios supracitados ao usuário”.

Expectativa do pesquisador a partir da obtenção de recursos: “As expectativas são alcançar os seguintes objetivos: Estudar e Caracterizar os OLEDs quanto aos aspectos elétricos, térmicos, fotométricos e colorimétricos; Desenvolver um modelo matemático contemplando os aspectos elétricos, térmicos, fotométricos e colorimétricos dos OLEDs; Propor circuitos equivalentes de OLEDs para o desenvolvimento de circuitos eletrônicos; Propor técnicas para acionamento de OLEDs baseadas na variação da forma de onda de corrente visando o ajuste da intensidade luminosa; Projetar circuitos eletrônicos para OLEDs conectados à rede elétrica, com elevado fator de potência, baixa taxa de distorção harmônica, elevada densidade de potência e alta eficiência; Construir protótipos de circuitos eletrônicos para OLEDs; Propor um sistema de iluminação que proporcione o bem-estar humano baseado em estudos do ciclo circadiano encontrados na literatura; Propor um protótipo do sistema de iluminação baseando o projeto no modelo matemático previamente desenvolvido; Construir um protótipo de um sistema de iluminação que consiste em: aplicativo de interface com o usuário, circuito eletrônico conectado à rede elétrica, sistema de controle dos OLEDs adaptável a ciclo circadiano sendo que todo o projeto será baseado em um modelo matemático também proposto”. 

 

“Reguladores de tensão série para arranjos PV de inversores fotovoltaicos conectados à rede”Faixa “B” (projetos até R$ 60 mil)

Pesquisador responsável: Mário Martins, professor do Departamento de Eletrônica e Computação.

Resumo do projeto: “A proposta é parte integrante do projeto Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia em Geração Distribuída de Energia Elétrica da UFSM (INCT-GD). A temática são os geradores fotovoltaicos, mais precisamente o estudo de reguladores de tensão que podem ser associados aos arranjos de painéis fotovoltaicos para reduzir os efeitos de sombreamento parcial que reduzem a produção da eletricidade gerada.
Portanto, pode-se dizer que o projeto esta voltado para os sistemas instalados em telhados residenciais e em outros ambientes urbanos, onde normalmente não há uma área livre de construções e outros anteparos que produzem sombreamento no decorrer do dia. Nestes casos a produção de energia é reduzida significativamente. O aprimoramento deste tipo de instalações é fundamental para viabilizar o seu uso e facilitar a sua disseminação na sociedade”.

Expectativa do pesquisador a partir da obtenção de recursos: “Com este projeto espera-se dar um passo na redução do tempo de amortização dos sistemas residenciais, cujo custo ainda é um impeditivo para grande parte da população”. 

 

Geoconcreto: concreto geopolimerico derivado de resíduos/subprodutos industriais da queima do carvão.Faixa “C” (projetos até R$ 120 mil)

Pesquisador responsável: Erich Rodriguez, professor do Departamento de Estruturas e Construção Civil.

Resumo do projeto: “O aspecto mais importante do projeto é a avaliação da viabilidade, ajuste e otimização de diferentes parâmetros de síntese, cálculo de traço e processos de produção de concretos geopoliméricos. Será identificado um precursor, quantificado, caracterizado e beneficiado através de processos térmicos, químicos e/ou mecânicos com o objetivo de aumentar sua reatividade. Os concretos geopoliméricos produzidos serão caracterizados física e mecanicamente em estado fresco e endurecido. Os procedimentos mais aplicados para o cálculo de traço em concretos baseados em cimento Portland serão ajustados e otimizados de um ponto de vista técnico para estes cimentos alternativos. Este projeto vai contribuir com o desenvolvimento científico e técnico dentro de um contexto interdisciplinar para a potencial aplicação a longo prazo. Este projeto também envolve atividades acadêmicas relacionadas ao treinamento de alunos da graduação e pós-graduação na execução de programas experimentais de pesquisa. Os resultados do programa científico serão publicados nas revistas de elevado impacto e apresentado em congressos e/ou conferências relacionadas a materiais. As publicações científicas e resultados vão fortalecer a linha de pesquisa em materiais de construção na UFSM, assim como dar visibilidade desde um contexto brasileiro e internacional“.

Expectativa do pesquisador a partir da obtenção de recursos: “Solicitei reconsideração no CNPq e ainda estou na espera de uma decisão. Infelizmente o valor solicitado foi cortado em mais de 75% e por tanto a execução do projeto torna-se inviável. Considerando este problema, provavelmente vou a rejeitar a ajuda”. 

 

“Desenvolvimento de inversor fotovoltaico com integração de sistemas de armazenamento de energia”Faixa “C” (projetos até R$ 120 mil)

Pesquisador responsável: Cassiano Rech, professor do Departamento de Processamento de Energia Elétrica.

Resumo do projeto: “Com um número crescente de geradores baseados em fontes renováveis conectados de forma distribuída ao sistema elétrico, novos desafios surgem na sua operação. Entre os desafios, destaca-se que a geração baseada em fontes renováveis depende de variáveis naturais e, portanto, pode apresentar comportamento intermitente. Assim, para aumentar a previsibilidade do sistema e ainda permitir a prestação de serviços auxiliares, a integração de sistemas de armazenamento de energia à rede elétrica tem sido cada vez mais explorada. Nesse sentido, este projeto de pesquisa visa o desenvolvimento de uma topologia de conversor CC-CA (inversor) trifásico capaz de processar a energia produzida por um sistema fotovoltaico e, adicionalmente, permitir a integração de um sistema de armazenamento de energia ao inversor”.

Expectativa do pesquisador a partir da obtenção de recursos: “Já existem alunos de graduação e pós-graduação sob minha orientação atuando nesse tema. Com a aprovação desse projeto e a obtenção desses recursos, espera-se desenvolver novas tecnologias e produtos  nos temas de geração distribuída, fontes renováveis e sistemas de armazenamento de energia, além de colaborar fortemente na formação de recursos humanos nessas áreas”. 

 

*Informações fornecidas pelos pesquisadores responsáveis pelos projetos.

 

Texto por Lucas Gutierres, acadêmico de Jornalismo – Núcleo de Divulgação Institucional do CT/UFSM.

 


 

Quer divulgar seu projeto ou evento no nosso site? Fez uma viagem legal? Teve seu trabalho premiado? Participa de uma iniciativa bacana? Conta pra gente!

Entre em contato pelo e-mail: noticiasct@ufsm.br.

Siga o CT nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.


Publicações Recentes