Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

​UFSM e Projeto Esperança/Cooesperança consolidam ações conjuntas



Irmã Lourdes (ao centro) encontrou-se com o reitor (à sua direita) no gabinete dele

A Irmã Lourdes Dill, coordenadora do projeto
Esperança/Cooesperança, esteve na quinta-feira (13) na UFSM, em reunião com o
reitor Paulo Burmann e representantes das pró-reitorias de Extensão e Planejamento.
No encontro, foram discutidas ações conjuntas relacionadas aos setores do
cooperativismo, agricultura familiar e pequenos produtores, e o fomento das
feiras de economia solidária, movimento que inicia na UFSM com a Polifeira do Agricultor.
“Tivemos um apoio decisivo da UFSM neste ano para a Feicoop (Feira Internacional do Cooperativismo) e
a Feira da Economia Solidária. O trabalho das equipes da Extensão e do
Planejamento foi muito importante, e temos certeza de que esta postura da
universidade afirma seu papel social”, destacou Irmã Lourdes.

A 24ª Feicoop e a 13ª Feira Latino-Americana de
Economia Solidária aconteceram no último final de semana, de 7 a 9 de julho,
reunindo um público de mais de 200 mil visitantes em Santa Maria. Na UFSM, a
Polifeira, projeto do Colégio Politécnico, ocorre nas segundas e
quintas-feiras, no Largo do Planetário, onde é comercializada a produção da
agricultura familiar, sob a supervisão e orientação de professores e estudantes.
Logo após a reunião com o reitor, Irmã Lourdes percorreu a Polifeira, ação
semelhante ao Feirão Colonial, que iniciou as atividades do projeto
Esperança/Cooesperança há 25 anos.

“Entendemos que há um vasto campo a ser
explorado nestas relações que determinam uma inserção ainda mais direta da UFSM
na economia e na cultura da região. A Polifeira já é uma experiência bem
sucedida, que queremos consolidar”, declarou o reitor Paulo Burmann.
Também participaram da reunião a pró-reitora de Extensão, Terezinha Weiller, e
Edson Luiz Borges e Marcelo de Souza, da Pró-Reitoria de Extensão.

Projeto
Esperança/Cooesperança –
No dia 15 de agosto deste ano, o Projeto
Esperança/Cooesperança completa 30 anos. Criado por influência do bispo Dom Ivo
Lorscheiter (falecido em 2007) para fomentar projetos comunitários alternativos
na Diocese de Santa Maria, hoje o projeto reúne 5,8 mil famílias de pequenos
produtores em 34 municípios da região. A Teia Esperança, que envolve dezenas de
pontos fixos e itinerantes de comercialização, beneficia pelo menos 298 grupos
urbanos e rurais organizados em torno da Economia Solidária.

Texto:
Carine Prevedello

Foto:
Gabinete do Reitor


Publicações Recentes