Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

UFSM lança plataforma online para coleta de demandas da comunidade externa

Buscando uma aproximação ainda maior com a sociedade, a UFSM desenvolveu uma plataforma online para interação com a comunidade externa. A ferramenta visa identificar quais são as demandas consideradas prioritárias nas cidades e regiões em que a Universidade atua, por meio de seus campi. Os dados serão utilizados como referência para o desenvolvimento de projetos de extensão – iniciativas que permitem à Universidade estender à sociedade os conhecimentos gerados por meio do ensino e da pesquisa. A nova plataforma foi desenvolvida pelo Centro de Processamento de Dados (CPD), a pedido da Coordenadoria de Ações Regionais e Sustentabilidade da Pró-Reitoria de Extensão (PRE), e lançada na última quinta-feira (11), durante a realização do 2º Fórum Regional Permanente de Extensão, em Cachoeira do Sul.

De acordo com o pró-reitor substituto de Extensão e coordenador de Ações Regionais e Sustentabilidade, professor Rudiney Pereira, o objetivo é que todas as pessoas interessadas possam dialogar com a Universidade, indicando as áreas que consideram relevantes para o desenvolvimento de projetos de extensão em sua cidade ou região. “Com essa ferramenta, nós alteramos a sistemática de coleta das demandas de extensão, disponibilizando à comunidade um espaço de interação, em que todos podem contribuir e fazer sugestões”, observa Pereira. Com base nos dados coletados, a Universidade irá delinear suas ações, buscando atender com maior precisão as reais necessidades da sociedade.

A plataforma de coleta de demandas faz parte das ações desenvolvidas pelo Fórum Regional Permanente de Extensão que, desde o ano passado, vem promovendo encontros nas cidades em que a UFSM mantém campi, com o objetivo de discutir a atuação da Universidade por meio de seus projetos de extensão. As próximas edições do fórum estão agendadas para o dia 30 de outubro, em Frederico Westphalen, no turno da manhã, e em Palmeira das Missões, à tarde, e em Santa Maria, no dia 6 de novembro.

Como contribuir – A plataforma de coleta de demandas de extensão pode ser acessada por meio do site da UFSM, sem necessidade de cadastro ou identificação. O formulário é composto por duas partes: na primeira o usuário deve informar qual o campus da UFSM de que está mais próximo (local de referência), o setor que representa ou é vinculado, e quais os eixos temáticos que considera prioritários e deseja contribuir: Comunicação, Cultura, Direitos humanos e justiça, Educação, Meio ambiente, Saúde, Tecnologia e produção ou Trabalho.

Na segunda etapa do formulário, o usuário irá avaliar qual o grau de prioridade de diferentes linhas temáticas estabelecidas em cada eixo. Ao optar por contribuir com o eixo ‘Educação’, por exemplo, a plataforma apresenta as seguintes linhas temáticas: Alfabetização, leitura e escrita; Educação profissional; Espaços de ciência; Formação docente; Línguas estrangeiras; Metodologias e estratégias de ensino e aprendizagem; e Temas específicos. A cada uma das linhas, o usuário deverá atribuir notas que vão de 1 a 5, sendo que 1 equivale a uma prioridade mínima e 5 a uma prioridade máxima. Ao final do formulário, um campo aberto ainda permite o registro de observações e sugestões.

O formulário é objetivo e permite contribuições em diferentes eixos. A participação é aberta a toda a comunidade externa até o dia 15 de novembro. Após esse período serão gerados relatórios que passarão pela análise da Pró-Reitoria de Extensão e serão utilizados como guias para o planejamento das ações de extensão da UFSM em 2019.

O que é extensão universitária? – Grupo de apoio a pessoas com câncer, capacitação para agricultores familiares, oficinas de reciclagem, aulas preparatórias gratuitas, atendimentos odontológicos, assistência jurídica, ações de qualificação e fomento ao empreendedorismo, desenvolvimento de tecnologias assistivas, promoção de espetáculos artísticos e culturais gratuitos, capacitação de professores, desenvolvimento de materiais didáticos, atividades físicas para idosos. A lista de atividades que buscam aproximar a Universidade da sociedade é longa e diversa. Atualmente, a UFSM mantém mais de 1,2 mil iniciativas de caráter educativo, social, desportivo, cultural, científico ou tecnológico, que tem como principal objetivo estender o conhecimento gerado na Universidade à população.

Junto com o Ensino e a Pesquisa, a Extensão faz parte do “tripé” que fundamenta a atuação das Universidades. É uma de suas funções sociais mais importantes, que visa a promover relações de intercâmbio de conhecimentos e experiências entre a comunidade acadêmica e os diversos setores da sociedade. É por meio da extensão que a UFSM articula o conhecimento científico, tecnológico, artístico e cultural que produz por meio do ensino e da pesquisa com as necessidades das comunidades em que se insere, interagindo e transformando o seu entorno.