Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

Reitor e vice-reitor apresentam plano de metas da gestão

Reitor ao lado do vice, que segura microfone, em frente à painel com foto da UFSM
Metas da gestão foram apresentadas pelo reitor (à esquerda) e vice-reitor. Foto: Rodrigo Riquer

“A gestão não se faz na intuição, o nosso compromisso é usar o recurso público com o máximo de racionalidade”. Com a frase, o reitor Paulo Afonso Burmann resumiu o espírito que norteou o primeiro ano da atual gestão da UFSM. Ao lado do vice-reitor Luciano Schuch, ele falou sobre as metas do plano de gestão e as projeções do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI). Os dados foram apresentados aos conselheiros da instituição, gestores dos centros de ensino, colégios e campi da UFSM, em encontro ocorrido na manhã desta quarta-feira (5), no Centro de Convenções.

Cerca de 150 pessoas acompanharam a exibição de um panorama da UFSM a partir de seus principais indicadores. Em sua fala inicial, Burmann mostrou alguns dos principais rankings universitários, destacando o que posiciona a instituição no 14º lugar dentre as universidades do Brasil.

O reitor afirmou que índices mostram que a UFSM se encontra em uma posição de relevância nos mais diferentes cenários, sobretudo se for levado em consideração que a universidade tem apenas 58 anos. “Isso prova que as dificuldades que vêm sendo enfrentadas não diminuíram a sua grandeza”, declara Burmann.

Na sequência, o vice-reitor comentou as principais metas do Plano de Gestão, que visa subir a nota 4 para 5 no Índice Geral dos Cursos (IGC). Schuch ressaltou que a UFSM é a única universidade do país a ter um Plano de Gestão com metas quantitativas e aprovado pelo Conselho Universitário.

Ele também repassou um balanço preliminar sobre como esses índices foram atingidos no ano de 2018, sustentando que já se tem resultados positivos, mas ainda há muito por melhorar. “Precisamos que todos os nossos estudantes e servidores estejam envolvidos nessa transformação, pois somos todos responsáveis para mudar a realidade. Nossa principal meta é crescer com sustentabilidade e contribuir para o desenvolvimento do nosso país”, defendeu o vice-reitor. Ao final, foi aberto espaço para perguntas e sugestões, que teve ampla participação do público presente.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Gabinete do Reitor