Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Prae atualiza situação da moradia estudantil e divulga dados sobre concessões de BSE



A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae) divulgou um balanço parcial do processo de concessão de Benefícios Socioeconômicos (BSE) neste primeiro semestre de 2019. Das 1.527 solicitações registradas, até esta quarta-feira (19), 122 estudantes tiveram o benefício deferido. O andamento do processo de análise e concessão do BSE impacta diretamente na situação da moradia estudantil.

À medida que os benefícios forem concedidos, explica a pró-reitora substituta da Prae, Angélica Iensen, os estudantes são transferidos para a Casa do Estudante Universitário (CEU), e novas vagas de moradia provisória são liberadas para os alunos que permanecem na lista de espera. 336 estudantes seguem acomodados em moradias provisórias e cerca de 40 estudantes estão na lista de espera, aguardando a liberação de novas vagas. “Todo esse processo depende muito da agilidade dos estudantes, tanto no que se refere à apresentação dos documentos solicitados, quanto no contato com a direção da Casa para a ocupação das vagas definitivas. Quanto mais rápido se der esse processo de ocupação das vagas definitivas, mais vagas na moradia provisória serão liberadas”, reforça Angélica.

Além disso, a Prae vem reforçando a fiscalização de situações irregulares nas moradias definitivas. Por recomendação de auditorias, a pró-reitoria deve iniciar um processo de revisão por amostragem dos benefícios concedidos. Também tem cobrado agilidade na liberação das vagas ocupadas por estudantes recém-formados, que têm até 30 dias após a colação de grau para desocuparem a moradia.

BSE – De acordo com a pró-reitora adjunta, o deferimento do benefício é informado ao solicitante por e-mail. A partir daí, o estudante em moradia provisória deve retirar junto à Prae um comprovante que lhe permite ocupar uma das vagas definitivas na CEU, mediante o contato com a direção da Casa. São as direções, exercidas por estudantes que realizam a distribuição e confirmação de vagas das CEUs.

Angélica explica que o andamento do processo de análise e concessão do BSE depende fundamentalmente da agilidade dos estudantes no fornecimento das documentações solicitadas. Segundo ela, para alunos cotistas, este processo tende a ser mais rápido, pois estes estudantes já apresentaram a documentação necessária no momento da confirmação da vaga, devendo apenas efetuar a solicitação do benefício, via Portal do Aluno, e apresentar junto à Prae o comprovante de matrícula. Já nas solicitações encaminhadas pelos estudantes do ingresso único, a análise da documentação tende a ser mais demorada, já que cada situação é analisada individualmente. Nestes casos, muita vezes a Prae solicita documentos complementares, realiza entrevistas e até visitas domiciliares, com o objetivo de checar as informações fornecidas.

Texto: Assessoria de Comunicação do Gabinete do Reitor


Publicações Recentes