Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

1ª noite do Pint of Science debate ciência de forma descontraída



Bate-papo no Paiol foi sobre envelhecimento

A primeira edição do festival Pint of Science em Santa Maria começou nesta segunda-feira (20). O evento ocorreu simultaneamente nos bares Biroska e Paiol, tradicionais estabelecimentos no centro da cidade. Trata-se do maior festival de divulgação científica do mundo, que acontece desde 2015 no mês de maio, com o objetivo de levar os cientistas para perto do público e conversar de forma atraente e acessível sobre descobertas de pesquisa acadêmica em ambientes descontraídos.

O Pint of Science foi trazido para a cidade em uma parceria entre a UFSM e a UFN, com organização das professoras Minéia Weber Blattes e Fabiana Pereira, representando a UFN, e a pós-doutoranda Letícia Arantes, representante da UFSM. A edição de 2019 do Pint of Science ocorre simultaneamente em 24 países e 87 cidades brasileiras.

Como foi a primeira noite

No Biroska, a primeira conversa foi sobre o tema “Insetos vs Humanos: uma convivência de conflitos”, com o professor Jerson Carus Guedes. Em seguida, o professor Nereu Augusto Streck abordou o assunto “Flores para Todos: uma convivência de conflitos”. Ambos os professores são do Centro de Ciências Rurais (CCR) da UFSM.

Já no Paiol, o bate-papo foi sobre saúde e bem-estar, com pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Gerontologia da UFSM. A professora Ivana da Cruz trouxe o tema “A fonte da juventude existe?” e o professor Marco Aurélio Acosta conversou sobre envelhecimento na palestra “E aí meu velho? Vamos envelhecer saudável?”.

Nereu Streck, professor do CCR, no Bar Biroska

Os temas selecionados são atuais e interessantes, com palestras de professores com histórico de atividades também fora da academia.

A professora Ivana Cruz considera o Pint of Science é de extrema relevância, pois permite que o público em geral entenda o que acontece na vida, como, por exemplo, de onde vem os fármacos, como se fazem estudos para descoberta de novas drogas para tratamento de câncer e outras doenças. Para a pesquisadora, o diálogo entre os pesquisadores com a comunidade deveria ser feito mais vezes, pois só existe pesquisa em razão da sociedade.

O Pint of Science ainda ocorrerá nas noites de desta terça (21) e quarta (22), a partir das 19h30, aberto ao público geral, com entrada gratuita, sem a necessidade de reservar lugares.

Programação:

Terça-feira (21)

Bar Biroska

19h30min
Tema 1: “Fake News: estamos sendo manipulados?”
Palestrante: Professor Iuri Lammel Marques

21h
Tema 2: “Insegurança na rede: algoritmos, ferramentas e práticas”
Palestrante: Professor Alexandre de Oliveira Zamberlan

Bar Paiol

19h30min
Tema 1: “Uma viagem no tempo: as mudanças climáticas são recentes?”
Palestrante: Professor Otavio Costa Acevedo

21h
Tema 2: “O clima esquentou? O que temos a ver com isso?”
Palestrante: Professora Nathalie Tissot Boiaski

Quarta-feira (22)

Bar Biroska
19h30min
Tema 1: “O admirável mundo nanométrico”
Palestrante: Professora Solange Binotto Fagan

21h
Tema 2: “O que os olhos não veem, mas nosso coração pode sentir”
Palestrante: Professora Aline Ferreira Orique

Bar Paiol

19h30min
Tema 1: “Depressão: o mal do século?”
Palestrante: Professor Guilherme Vargas Bochi

21h
Tema 2: “Em busca da felicidade: aspectos éticos e filosóficos”
Palestrante: Professor Dejalma Cremonese

Reportagem e fotos: Ana Laura Iwai, acadêmica de Jornalismo e bolsista da Agência de Notícias

Edição: Davi Pereira


Publicações Recentes