Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Divulgado estudo de reconstrução virtual do endocrânio de Cinodontes Traversodontídeos



Um novo estudo intitulado “Virtual reconstruction of cranial endocasts of traversodontid cynodonts (Eucynodontia: Gomphodontia) from the Upper Triassic of Southern Brazil – Reconstrução virtual do endocrânio de cinodontes traversodontídeos (Eucynodontia: Gomphodontia) do Triássico Superior do sul do Brasil” foi publicado há poucos dias no periódico Journal of Morphology.

De autoria da aluna do Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade Animal Ane Elise Branco Pavanatto, em conjunto com os pesquisadores Leonardo Kerber e Sérgio Dias da Silva, do Centro de Apoio à Pesquisa Paleontológica da Quarta Colônia (Cappa/UFSM), o estudo descreve a morfologia externa do cérebro de duas espécies de cinodontes, Siriusgnathus niemeyerorum e Exaeretodon riograndensis, que viveram onde hoje é a região da Quarta Colônia durante o Período Triássico (há cerca de 230 milhões de anos).

Para que os pesquisadores pudessem estudar a anatomia da parte interna dos crânios, e assim analisar a morfologia da cavidade encefálica (região que abriga o cérebro), os crânios das duas espécies foram tomografados em um tomógrafo médico igual ao utilizado na realização de exames e diagnósticos médicos (o equipamento foi cedido pela Dix – Diagnóstico por Imagem, de Santa Maria). 

O grupo dos cinodontes chama atenção dos pesquisadores devido a sua relação de parentesco com os mamíferos, e são um importante grupo de estudo para quem busca compreender a origem e evolução dos primeiros mamíferos. Com isso, destaca-se a morfologia dos cérebros dos dois cinodontes, alongados e estreitos, sem estruturas diferenciadas como uma divisão do cérebro em duas regiões (hemisférios cerebrais) e cerebelo, como observado no cérebro dos mamíferos, sendo morfologicamente mais semelhantes ao padrão observado nos répteis.

Confira o artigo na íntegra.

 


Publicações Recentes