Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Setembro Amarelo: UFSM oferece atendimento especializado aos estudantes



A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) divulgou, no ano de 2016, que sete em cada dez alunos de universidades federais do Brasil sofrem algum tipo de dificuldade mental ou emocional, como ansiedade, estresse e depressão. Além disso, o Mapa de Violência de 2017 divulgou que a taxa de suicídios na população entre 15 e 29 anos aumentou quase 10% desde 2002. Fatores biológicos, bioquímicos, genéticos, psicossociais, vivências traumáticas, abusos, maus tratos e outras perspectivas psicológicas são alguns dos motivos que podem precipitar este fenômeno. É o que explica a psiquiatra e coordenadora do Espaço Nise da Silveira & AFAB da UFSM, Martha Noal. 

Segundo Noal, as instituições de ensino básico e superior têm um papel fundamental na formação das pessoas, não só na habilitação técnica de cada área, mas no amadurecimento dos seus alunos, auxiliando-os nas habilidades pessoais de cada para o enfrentamento de dificuldades futuras: “Estágios extra-curriculares, projetos de extensão, monitorias, enfim, experiências profissionais protegidas sob a orientação de tutores ajudam nos processos de aquisição de uma identidade profissional, no fortalecimento da auto estima e auto suficiência desse futuro adulto”, ressalta.

Iniciativas de inclusão na UFSM como o Descubra, Viva o Campus, concertos musicais no teatro do Centro de Convenções, entre outros eventos de socialização entre as pessoas são, na perspectiva da psiquiatra, oportunidades de ampliação da visão de mundo da vida acadêmica. “Não se previne o suicídio simplesmente falando sobre o assunto, mas transformando os ambientes e as relações, para que sejam verdadeiramente mais saudáveis, fraternas e inclusivas”, comenta.

A ajuda de amigos e familiares no entendimento do problema também é fundamental. Evitar julgamentos, preconceitos sociais e raciais, ser mais inclusivo e respeitoso, é um primeiro passo no cuidado com o outro. Ser mais empático, solidário e menos competitivo também ajuda nesses casos. “Conselhos ajudam menos do que uma postura ética e cuidadosa para com o humano. Ampliando seu conhecimento sobre saúde mental, especialmente quem tem contato com que sofre alguma patologia psiquiátrica, faz toda a diferença para aprender lidar de forma mais adequada com essas situações”.

A compreensão de pessoas próximas e o apoio emocional dos lugares que frequentamos é essencial, mas nada substitui a ajuda profissional de psicólogos e psiquiatras. De forma racional e especializada, irão prevenir desfechos prejudiciais como reprovação, evasão escolar, término de relacionamentos, busca de soluções no abuso de álcool ou outras substâncias, e até mesmo o suicídio. “A importância de buscar uma ajuda profissional para quem não está conseguindo lidar com suas demandas internas sozinho é fundamental”, destaca a especialista.

Atendimento psicológico na UFSM

Dentro da UFSM, diversos serviços de atendimento psicológico e psiquiátrico estão disponíveis aos acadêmicos:  

  • O Setor de Atendimento Integral ao Estudante (SATIE) acolhe através de projetos, plantões e até mesmo oficinas. O objetivo é a busca pela permanência de alunos na Universidade e pela sua qualidade de vida. Localiza-se no prédio da União Universitária (2º andar), no Campus da UFSM. É possível entrar em contato também através do número (55) 3220-9535.
  • A Clínica de Estudos e Intervenções em Psicologia (CEIP) desenvolve ações voltadas para a escuta psicológica e para a demanda de acolhimentos de crianças, adolescentes, adultos e idosos, da comunidade interna e externa da UFSM. Está localizado no prédio 74B da UFSM, mas a solicitação para atendimento ocorre de modo online, através de um formulário no site: www.ufsm.br/ceip
  • O Núcleo de Apoio à Aprendizagem em Educação (ÂNIMA) oferece avaliação e acompanhamento psicológico e psicopedagógico por meio de sessões individuais, atendimento educacional especializado, orientação profissional, entre outros. O Núcleo realiza cerca de 175 atendimentos psicológicos e psicopedagógicos por semana, além de 37 psiquiátricos. Localiza-se no prédio 67 da UFSM, na sala 1116. A solicitação para atendimento deve ser encaminhada pela coordenadoria do Curso do aluno, mediante formulário, pelo site: www.ufsm.br/anima.

Além desses serviços, o CVV de Santa Maria se coloca à disposição 24 horas por dia, através do 188 ou pelo e-mail santamaria@cvv.org.br.

Texto: Eloíze Moraes, Bolsista da Agência de Notícias da UFSM
Edição: Davi Pereira


Publicações Recentes