Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM entrega prédio que beneficia a comunidade acadêmica e público atendido pela Fonoaudiologia

Prédio 26E também sedia provisoriamente setores do Hospital Universitário



Foto colorida horizontal mostra 11 pessoas, homens e mulheres, de máscara, em um espaço de paredes brancas, no exato momento em que uma faixa azul cai, deixando à mostra duas placas de metal fixadas à parede
Foram descerradas placas alusivas ao ato de entrega do prédio e de homenagem a professoras

O ato de entrega oficial do prédio 26E, do Centro de Ciências da Saúde (CCS), ocorreu na manhã desta segunda-feira (13), inserido na programação de aniversário da UFSM. O novo espaço já vem sendo ocupado pelas atividades de ensino, pesquisa e extensão do curso de Fonoaudiologia e também, provisoriamente, por setores do Hospital Universitário de Santa Maria (Husm).

Segundo a professora Ângela Ruviaro Busanello Stella, chefe do Departamento de Fonoaudiologia, atividades do curso – até então sediadas no antigo Hospital Universitário, no centro de Santa Maria, com estrutura precária – começaram a ocupar o prédio 26E ainda no segundo semestre de 2019.

Mais recentemente, com o retorno das atividades presenciais, outros setores foram transferidos, incluindo a Clínica Escola, que presta atendimento fonoaudiológico à comunidade. A cada semestre são oferecidos quase 4 mil atendimentos. A gestão do curso será transferida em breve para o novo prédio, que tem área aproximada de 2,5 mil m².

Foto colorida horizontal mostra a fachada do prédio com a inscrição 26E em um dia nublado, e mais distante um homem caminha
Prédio 26E fica no complexo aos fundos do Husm

Casa nova aos 50 anos

Em seu discurso, Ângela destacou que o novo espaço representa uma conquista para o curso de Fonoaudiologia justamente no ano em que completa 50 anos. Segundo ela, as novas instalações permitirão a unificação das atividades, fundamental para a melhor formação dos alunos e atendimento à comunidade. “Que a nova casa seja morada para muitos”, afirmou.

O diretor do CCS, José Edson Paz, em sua fala, lembrou dos percalços enfrentados nos últimos anos na execução do projeto, e agradeceu a todos os que colaboraram para a finalização da obra – o que comprova o “valor das pessoas que temos na Universidade”. Disse ainda que o novo prédio será importante não apenas para a comunidade acadêmica, mas também para a comunidade santa-mariense e regional, pois permitirá a prestação de um serviço fonoaudiológico ainda mais qualificado.

Da mesma forma, o reitor, Paulo Afonso Burmann, avaliou que, após tantos desafios superados na concretização do prédio 26E, o momento é de celebrar, já que as novas instalações propiciam melhores condições para servidores, estudantes e comunidade atendida.

Burmann afirmou que o curso de Fonoaudiologia e o CCS como um todo contribuem com a melhoria dos indicadores de qualidade da UFSM, e lembrou que o novo prédio assume uma característica de compartilhamento, pois sediou também a central de vacinas – onde foram feitos os testes da vacina de Oxford – e, provisoriamente, segue abrigando o setor administrativo do Husm.     

foto colorida horizontal com sete mulheres, perfiladas, com máscara, sendo que 3 delas carregam vasos de orquídeas
Ato foi marcado por homenagem a professoras

Homenagem a professoras

A solenidade de entrega oficial do prédio da Fonoaudiologia foi marcada por homenagens. Houve descerramento de placa em agradecimento a professoras que muito se empenharam para que o curso conquistasse um prédio próprio e adequado: Márcia Keske Soares (ainda na ativa), Themis Kessler (aposentada) e Ana Maria Toniolo da Silva (in memorian). Márcia, Themis e familiares de Ana Maria receberam flores. A chefe do Departamento de Fonoaudiologia agradeceu a elas e a todos os que trabalharam pela execução do projeto.

Estiveram presentes ao ato o vice-reitor, Luciano Schuch, o ex-reitor Clóvis Silva Lima, o vice-diretor do CCS, Gilmor Farenzena, as coordenadoras do curso de Fonoaudiologia, Karina Pagliarin, e do Programa de Pós-Graduação em Distúrbios da Comunicação Humana, Valdete Alves Valentina dos Santos Filha, demais representantes da comunidade acadêmica e convidados.

Texto: Ricardo Bonfanti, jornalista da Agência de Notícias da UFSM
Fotos: Letícia Klusener, acadêmica de Jornalismo, bolsista da Agência de Notícias

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-1-57470

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes