Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Alunos da UFSM retornam dos Jogos Universitários Brasileiros com seis medalhas

Foram obtidas duas medalhas de ouro, duas de prata e duas de bronze



Atletas, treinadores e um oficial compuseram a delegação da UFSM

A UFSM esteve bem representada nos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) de 2022, que aconteceram de 18 a 25 de setembro, em Brasília. A delegação da universidade deixou a competição nacional com seis medalhas: duas de bronze, na modalidade acadêmica e no basquete feminino; duas de prata, no salto com vara; e duas de ouro, nas provas de 1.500 metros e 800 metros. A equipe de tênis de mesa foi eliminada antes de chegar ao pódio.

Para o torneio, que reuniu mais de 7 mil participantes, entre atletas, membros da comissão técnica, profissionais da saúde e voluntários, a UFSM enviou uma delegação de 34 pessoas. A estudante de Educação Física e representante da instituição na natação, Maria Gabriela Barcelos Iensen, não pôde participar do campeonato, de acordo com o coordenador do Núcleo de Implementação da Excelência Esportiva e Manutenção da Saúde (Nieems), Luiz Fernando Cuozzo Lemos.

A equipe de basquete feminino e a dupla que disputou a modalidade acadêmica, formada por Maria Izabel Garcia e Igor Barbosa, chegaram à 3ª posição do pódio nos JUBs, conquistando o bronze. Outras duas medalhas foram recebidas na categoria do salto com vara, pelas atletas Daniela Pegoraro e Kelin Artmann, que empataram no 2º lugar e voltaram a Santa Maria com a prata.

Jaqueline Weber fez história representando a UFSM e nos JUBs

A mestranda em Gerontologia, Jaqueline Weber, fez história pela UFSM nos JUBs deste ano. Na corrida de 1.500 metros, conseguiu chegar em primeiro lugar e venceu o ouro inédito para a instituição. Na categoria de 800 metros, quebrou o recorde dos jogos ao ganhar a competição com o tempo de 2 minutos, 7 segundos e 44 centésimos.

Jaqueline, que já representou a UFSM nos JUBs em cinco oportunidades e ganhou oito medalhas pela instituição, retomou os estudos em 2021, no Mestrado em Gerontologia, e teve a oportunidade de disputar mais uma edição dos jogos, neste ano. A mestranda conta que se sentiu orgulhosa em representar a universidade, ainda mais pelos bons resultados que alcançou.

“A sensação de representar a UFSM é de realização (…), sabia da expectativa que se tinha quanto aos meus resultados, mas, felizmente, consegui lidar com as emoções e trazer, ‘de quebra’, o recorde da competição. A UFSM merece”, declarou a campeã do atletismo.

Texto: Pedro Pereira, acadêmico de Jornalismo e bolsista na Agência de Notícias

Edição: Lucas Casali

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-1-59829

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes