Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM avança em ranking mundial de sustentabilidade

A instituição atingiu a meta para 2022 e está entre as 20 melhores do país



De acordo com divulgação do GreenMetric 2022, a Universidade Federal de Santa Maria é a 19ª Instituição de Ensino Superior (IES) mais sustentável do Brasil. A nível mundial, a Universidade fica na posição 470 – um avanço de mais de 40 posições em relação a 2021, quando ocupou o 517º lugar. O ranking é feito pela Universidade da Indonésia e avalia seis áreas das instituições que se relacionam com a questão ambiental.

Os destaques para a UFSM vão para as categorias “Água” onde figura no oitavo lugar entre as brasileiras e o terceiro entre IES Federais e “Mobilidade”, com a 13° posição entre as instituições nacionais e a sétima posição entre as federais. Programas de conservação e tratamento de água, consumo de água tratada, assim como pista para pedestres, projetos de redução de circulação de veículos e espaços destinados a estacionamento são alguns dos critérios considerados para a pontuação nas categorias. Outro destaque é para a categoria “Energia e Mudanças Climáticas”, em que a Universidade saiu da 31ª posição em 2021 para a 15ª em 2022. 

Histórico

Desde 2020 a UFSM participa do levantamento do GreenMetric. Ao longo destes anos, o rankeamento da Instituição vem melhorando. A meta de 2021, para o ano de 2022 – e que foi alcançada -, era melhorar o desempenho e chegar entre as 20 as instituições brasileiras mais bem colocadas na classificatória. Dados completos dos rankings que a UFSM participa podem ser encontrados no site da Pró-Reitoria de Planejamento.

Como funciona o GreenMetric

O ranking busca avaliar a sustentabilidade das instituições tendo em vista ações reunidas em seis áreas, que são: Ambiente e Infraestrutura, Energia e Mudanças Climáticas, Resíduos, Água, Mobilidade e Educação e Pesquisa. A partir de um questionário, o representante da instituição responde e indica quais critérios são atendidos e, através das respostas, dados estatísticos são gerados. 

Neste ano 1.050 instituições mundiais fizeram parte da avaliação. Os resultados completos podem ser encontrados no site do GreenMetric.

Texto: Letícia Almansa Klusener, estudante de jornalismo e estagiária da Agência de Notícias
Edição: Mariana Henriques, jornalista

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-1-60829

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes