Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Projeto Flores para Todos encerra quinto ano com mais de 300 famílias e escolas rurais beneficiadas no Brasil

Projeto chegou na 10ª fase em 2022



Mara Elaine Scortegagna Flores e Newton Flores, em Novo Cabrais/RS. O casal participou da 9ª fase do Projeto Flores para Todos, onde aprenderam o manejo para produzir girassóis seguindo os padrões internacionais de sustentabilidade. A partir de então apostam no empreendedorismo com flores
O encerramento de 2022 é um marco histórico para o projeto Flores para Todos. Ao finalizar a 10ª fase em dezembro, o projeto alcançou 269 famílias rurais e 45 escolas do campo em 16 estados brasileiros e Distrito Federal. 
 
Nereu Augusto Streck, Coordenador Nacional do Projeto Flores para Todos e da Equipe PhenoGlad explica que “desde o início, em 2018, o Projeto Flores para Todos vem se consolidando como o maior projeto inclusivo de extensão da floricultura brasileira. Durante a pandemia de Covid-19 o projeto teve uma expansão sem precedentes, graças às tecnologias digitais que permitiram realizar a seleção dos Agricultures e das Escolas participantes do Projeto e fazer todo o acompanhamento da produção das flores de forma remota”. A 10ª fase da iniciativa encerra no dia 31 de dezembro e Nereu comemora: “foram 70 famílias rurais e 17 escolas do campo em 80 municípios de 8 estados brasileiros que aprenderam a cultivar gladíolos, statice, girassol de corte, dálias de corte e Ornithogalum”.
 
Ainda, segundo o coordenador, em todas as fases ocorre a entrega de resultados nos produtores e nas escolas. “Durante a pandemia a entrega de resultados foi feita de forma remota com a participação das famílias envolvidas. Com a retomada das atividades presenciais, os Dias de Campo voltaram e, neste ano de 2022, foram realizados 3 Dias de Campo no primeiro semestre (durante a 9ª fase) e 6 Dias de Campo no segundo semestre (durante a 10ª fase) em vários estados brasileiros além de 3 Oficinas sobre arte floral para qualificar ainda mais os agricultores e agricultoras do Projeto”, ressalta o Professor.
 
Outro aspecto importante é a profissionalização e o empreendedorismo levado pelo projeto. “Somente este ano tivemos quatro novas empresas familiares que foram abertas no Rio Grande do Sul por produtores que passaram pelo projeto em 2022, em Júlio de Castilhos, Novo Cabrais, Paraíso do Sul e Barra do Ribeiro. Estas famílias não cultivam flores no início do ano e fecham 2022 sendo proprietárias formais de empresas de negócios com as flores. Isto reflete a força do projeto e o potencial de negócios com as flores no Brasil”, conclui Nereu.
 

Flores para todos

O objetivo do projeto é levar a floricultura como fonte renda às famílias rurais brasileiras através de três pilares de produção sustentável: ambiental, social e econômico. Nas escolas rurais o projeto busca fornecer um laboratório de campo através das flores para docentes e discentes como ferramenta pedagógica voltada para a educação do campo.
 
Com informações e foto do Projeto Flores para Todos
Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-1-60857

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes