Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Campanha do Dia da Mulher aborda luta por igualdade de gênero no Brasil



Peça de divulgação traz Mariell Franco, vereadora carioca assassinada em março de 2018

O dia 8 de março é conhecido mundialmente por ser o Dia Internacional da Mulher. A data é lembrada como um dia para reivindicar igualdade de gênero e com manifestações ao redor do mundo. Pensando nisso, a Pró-Reitoria de Extensão da UFSM (PRE) desenvolveu campanha, divulgada no Facebook e no Instagram – e compartilhada em diversas redes sociais ligadas à instituição. A proposta tem o intuito de dar visibilidade para a luta que as mulheres enfrentam todo o dia e não apenas no dia 8 de março.

As campanha aborda vários assuntos relacionados ao meio feminino. Como feminismo, brasileiras que fizeram história, políticas de gênero da UFSM e tipos e índices de violência contra as mulheres.

A ideia surgiu a partir de um diálogo com o Observatório de Direitos Humanos da UFSM, que atua em diferentes frentes, entre elas ações com foco em aspectos de gênero.

Segundo as organizadoras, a campanha também é trabalhada em um momento real de necessidade. No Brasil, os números de violência têm aumentado a cada ano. A cada 7,2 segundos, uma mulher é vítima de violência física, 164 são estupradas por dia. É o 5º país que mais mata mulheres no mundo. Portanto, na visão das servidoras que organizaram a campanha, não é um dia para ser comemorado, é para refletir a luta, e a Universidade dialogar com a comunidade ao mostrar que a luta é de todos.

Idealização e recepção da proposta

A campanha surgiu dentro do Núcleo de Divulgação Institucional da PRE de forma coletiva, entre as mulheres. Todo o processo de criação foi feito a partir da troca de experiências, relatos, referências e necessidades. “Nós estamos vivendo um período complicado para tratar de algumas temáticas, então nossa escolha foi construir uma campanha que contasse trajetórias e trouxesse informações que pudessem sensibilizar as pessoas para a causa, que auxiliasse na compreensão do tema de forma simples. Muita gente ainda não entende o que é o feminismo, onde está a desigualdade, e que a violência de gênero é uma questão estrutural”, destaca Mariana Henriques, coordenadora do NDI da PRE. Também integram o núcleo Andréa Ortis, bolsista de jornalismo e Vitória Rorato, bolsista de Publicidade e Propaganda.

História de vida de Carolina Maria de Jesus é uma das compartilhadas na campanha

A partir da campanha, a PRE tenta aproximar esses conceitos e essas realidades das pessoas. Busca, ainda, ser o mais abrangente possível, destacando as várias formas de luta das mulheres, as mulheres negras, indígenas e trans.

Para as organizadoras da campanha, a sociedade é machista e todas as referências culturais são definidas pelo masculino. Romper com essa lógica é uma forma de mudar a realidade. Para isso, é necessário apresentar novas referências e contar outras histórias de mulheres brasileiras para que se tenha uma sociedade mais justa e igualitária. Assim, o feminismo é necessário.

Segundo a PRE, a recepção do público está sendo muito boa. As publicações tiveram alcance de aproximadamente 70 mil pessoas – e não apenas no Brasil. “O retorno está sendo muito positivo. Essa é uma temática latente que precisava ser abordada. As pessoas estão muito felizes e orgulhosas pela Universidade se posicionar e abordar um tema assim. Estão se sentindo representadas e isso é fundamental”, aponta Mariana.

As ações da campanha seguirão durante todo mês. O trabalho mais intensivo segue até esta sexta, com publicações de conteúdos diários. Entretanto, ao longo de março ainda serão abordados outros tópicos. Além disso, a UFSM preparou uma programação especial, com oficinas, rodas de conversa e bate-papos. A programação pode ser conferida abaixo.

Mês da Mulher na UFSM

Oficina de Discotecagem para mulheres

Dia: 12/03/19

Hora: 14h

Local: Espaço Multiuso   

Oficina de Rima para mulheres

Dia: 12/03/19

Hora: 15h

Local: Espaço Multiuso

Oficina de Beatbox para mulheres

Dia: 12/03/19

Hora: 15h

Local: Espaço Multiuso

Roda de conversa Ambiente Laboral e Qualidade de Vida

Dia: 14/03

Hora:9h30min

Local: Auditório da CQVS

Oficina de Mecânica Automotiva para mulheres

Dia: 19/03/19

Hora: 14h às 17h

Local: sala 218 – Reitoria

Oficina de Elétrica para mulheres

Dia: 22/03

Hora: 15:30

Local: Laboratório de Instalações Elétricas – CTISM

Oficina de Defesa Pessoal para mulheres

Dia: 27/03/19

Hora: 14h30min às 16h30min

Local: Espaço Alternativo, prédio 48C, PROGEP (ao lado do prédio da reitoria)

Roda de conversa Saúde da Mulher

Dia 27/03

Hora: 9h

Local: Auditório da CQVS

Bate-papo Mulheres Empreendedoras

Dia: 28/03

Hora: 10h

Local: Auditório do 74 C

Texto: Laura Coelho de Almeida, acadêmica de Jornalismo, bolsista da Agência de Notícias


Publicações Recentes