Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Grupo da UFSM desenvolve ações voluntárias no Piauí pelo Projeto Rondon



Na foto, grupo de pessoas caminha em caminho de chão batido em dia ensolarado. Pode-se notar pequenas casas de alvenaria.
Interior do Piauí é o local de realização das atividades da UFSM no Projeto Rondon deste ano

Desde o dia de 11 de julho docentes e acadêmicos da Universidade Federal de Santa Maria participam da Operação João de Barro, desenvolvida pelo Projeto Rondon, na cidade de Santa Rosa do Piauí. O grupo foi recepcionado no dia 14 e, desde então, realiza atividades planejadas com a comunidade local.

Segundo o professor Gianfábio Pimentel Franco, do Departamento de Ciências da Saúde da UFSM Palmeira das Missões, tudo ocorre conforme o previsto. “Está todo mundo trabalhando forte, convivendo com as adversidades do semiárido do Nordeste, pois agora é uma época de seca por aqui. Nós já executamos, desde o dia 16 até agora, uma série de oficinas, como educação, saúde, direitos humanos, justiça e cultura e todas foram um sucesso”, comenta sobre as atividades de capacitação. 

O professor Gianfábio é o coordenador geral da Operação 2019, desenvolvido em parceria da Universidade do Vale do Paraíba (Univap). Também integram o projeto os professores Leonardo Jantsch, da UFSM-PM, e Silvana Cogo, do Departamento de Enfermagem do campus sede.

Jonata de Mello, acadêmico do 10º semestre Enfermagem do UFSM-PM, elaborou a proposta selecionada para a Operação 2019 juntamente com o colega Renato Fernandes e a acadêmica Daiana Wickert, do curso de Enfermagem de Santa Maria. “Muito antes da graduação eu já vinha acompanhando o Projeto Rondon e sempre tive a vontade de participar. Com o ingresso na UFSM comecei a ficar de olho nos editais. Em agosto de 2018, nos inscrevemos e fomos contemplados”, explica.

Para o acadêmico, participar do Projeto Rondon foi uma oportunidade de colocar em prática os conhecimentos adquiridos na graduação. “Eu saio daqui com a certeza de que mais aprendi do que ensinei. Foi uma troca muito boa de experiências que eu tenho certeza que levarei para toda a minha vida”, comenta.

O Projeto Rondon é desenvolvido pelo Ministério da Defesa, em parceria com governos estaduais e municipais, e Instituições de Ensino Superior públicas e privadas. A iniciativa proporciona ao município a oportunidade de receber professores e alunos universitários de várias áreas do conhecimento que queiram contribuir com a comunidade de forma voluntária. A ação contribui também para a formação do jovem universitário como cidadão e para o desenvolvimento sustentável nas comunidades carentes.

A Operação João de Barro contempla 12 municípios, envolve 48 rondonistas voluntários de 24 instituições de ensino superior do país. A equipe da UFSM vai trabalhar na cidade de Santa Rosa do Piauí até este domingo.

Com informações da Assessoria de Comunicação UFSM-PM    



Publicações Recentes