Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

CNPq suspende bolsas de pesquisa por falta de orçamento



O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, anunciou na quinta-feira (15), que suspendeu 4.500 bolsas para estudantes de graduação e pós-graduação devido ao cenário orçamentário. Em nota publicada em suas redes sociais, o CNPq informou “a suspensão de indicações de bolsistas, uma vez que recebemos indicações de que não haverá a recomposição integral do orçamento de 2019. Dessa forma, estamos tomando as medidas necessárias para minimizar as consequências dessa restrição”.

Na UFSM, ocorreu um corte de 13 bolsas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), em bolsas que estavam previstas mas cujos bolsistas ainda não haviam sido indicados. “São bolsas que haviam sido contempladas através de edital mas que, por algum motivo,  não tiveram indicação de bolsista até o dia de ontem”, informa o Coordenador de Iniciação Científica da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PRPGP) da UFSM, Paulo Piquini. Conforme Piquini, essas bolsas não estão mais disponíveis no sistema e foram recolhidas pelo CNPq. Com isso, a instituição, que contava com 412 bolsas PIBIC, passou a possuir 399 desta modalidade. 

Já as outras bolsas financiadas pelo CNPq na instituição, as de Produtividade de Pesquisa (PQ) e de Pós-Graduação em cursos de excelência (notas 6 e 7), a princípio não foram afetadas com este corte. No entanto, para a PRPGP, há a perspectiva de que possam haver cortes na indicação de novos bolsistas também nestas outras modalidades a partir de setembro.

Texto: Laura Coelho de Almeida, bolsista na Assessoria de Comunicação do Gabinete do Reitor

Fotos: Gilciano Salla, Estúdio SAB/CTISM

 


Publicações Recentes