Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Adoção do inglês em disciplinas curriculares é tema de pesquisa on-line com professores da UFSM



O grupo de pesquisa sobre Inglês como Meio de Instrução, do Laboratório de Pesquisa e Ensino de Leitura e Redação (Labler), em parceria com o Programa Idiomas sem Fronteiras (IsF) e a Secretaria de Apoio Internacional (SAI), está mapeando percepções e interesses da comunidade acadêmica sobre a adoção de inglês em disciplinas curriculares. Em um primeiro momento, estão convidados a participar da pesquisa professores de graduação e de pós-graduação por meio do questionário intitulado “Pesquisa sobre o Inglês como Meio/Língua de Instrução (EMI) na UFSM”, disponível no Sistema de Questionários até 15 de outubro. O usuário e senha são os mesmos do Portal do Professor.

O Inglês como Meio de Instrução, ou English as a Medium of Instruction (EMI), como é conhecido internacionalmente, tem sido adotado em universidades de países cuja língua não é o inglês como ação estratégica do processo de internacionalização. As principais motivações associadas ao EMI são atrair alunos e pesquisadores de outros países, melhorar a proficiência em inglês no contexto universitário, preparar alunos para a mobilidade e para o mercado profissional global, desenvolver um ambiente de ensino mais internacional e multicultural, incentivar alianças estratégicas para incrementar a produção de conhecimento e ascender nos rankings internacionais.

No contexto brasileiro, o EMI é visto como um mecanismo de acesso a experiências de internacionalização “em casa” para quem não tem a oportunidade de participar de mobilidade acadêmica no exterior, alinhando-se aos princípios norteadores da educação superior pública em relação à responsabilidade social e à igualdade de acesso.

Segundo o secretário de Apoio Internacional da UFSM, professor Érico Marlon de Moraes Flores, o acesso da universidade a acordos internacionais importantes tem sido limitado devido a seus currículos monolíngues. Depois dos docentes, serão ouvidos os alunos de graduação e pós-graduação da UFSM, por meio de questionário a ser divulgado em breve.

O LabLer e o IsF são programas de pesquisa, ensino e extensão ligados ao Departamento de Letras Estrangeiras Modernas e ao Programa de Pós-Graduação em Letras. Mais detalhes sobre a pesquisa e contato com os pesquisadores responsáveis estão disponíveis no questionário.


Publicações Recentes