Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Nota de pesar e de repúdio do Colegiado do Curso de Especialização em Estudos de Gênero da UFSM



O colegiado do Curso de Especialização em Estudos de Gênero da Universidade Federal de Santa Maria manifesta pesar e repúdio diante do assassinato de Verônica Oliveira na madrugada do 12 de dezembro de 2019. Verônica era uma referência na militância LGBTQIA+ na cidade de Santa Maria, além de administrar um alojamento para mulheres trans na mesma cidade, oferecendo acolhimento a uma população cujas vidas são marcadas pela resistência diária à transfobia. O brutal assassinato de Verônica ocorreu em seguida dos assassinatos de Carolline Dias e de Nemer da Silva Rodrigues, ambos perpetrados barbaramente no dia 07 de setembro deste mesmo ano. Esses tristes e recorrentes acontecimentos refletem a trágica realidade que posiciona o Brasil, segundo dados da ONG Internacional Transgender Europe, como o país onde mais ocorrem assassinatos de travestis e transexuais no mundo.  Os assassinatos de Verônica, Carolline e Nemer no mesmo semestre não são fortuitos, revelam a realidade do transfeminicídio, a dizimação da população trans como resultado direto da transfobia. Em tempos nos quais o discurso de ódio está autorizado e reproduzido em posicionamentos públicos irresponsáveis em nosso país, faz-se necessário o envolvimento direto das autoridades em todas as iniciativas necessárias à promoção dos direitos humanos, ao respeito à diversidade e ao combate implacável à violência de gênero, em todas as suas formas. Exigimos resposta urgente dos poderes públicos em nível federal, estadual e, em especial, um envolvimento urgente do poder público municipal para responder à violência transfóbica na cidade e evitar que outros casos de transfeminicídio ocorram.


Publicações Recentes