Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM recebe recurso para investir em nova usina fotovoltaica



A UFSM recebeu, nesta segunda-feira (30), via Termo de Execução Descentralizada (TED) do Governo Federal, um recurso de R$ 1,5 milhão. O valor será utilizado para a construção de uma nova usina fotovoltaica na instituição.

Resultado de um grande esforço da gestão junto ao Ministério da Educação, o recurso potencializa o trabalho que a UFSM vem fazendo no campo da eficiência e racionalização energética. O Reitor da Universidade, Prof Paulo Burmann, e o Vice-reitor, Prof Luciano Schuch, comemoram aquilo, que segundo eles, simbolicamente, representa para a pesquisa, para a formação e para uma mudança de cultura sobre a questão energética, ambiental e econômica.

Para o coordenador do projeto de Eficiência Energética na UFSM e diretor do Centro de Tecnologia, Tiago Marchesan, a vinda desse recurso só foi possível devido ao trabalho conjunto da Pró-Reitoria de Planejamento e Pró-Reitoria de Infraestrutura e do comitê, aliado à excelência das pesquisas que a universidade já possui na área. “As pesquisas que já desenvolvemos a partir da usina existente foram excelentes e propiciaram a capacitação necessária para buscarmos esse recurso junto ao Governo Federal. Além disso, a nova construção possibilitará com que possamos investir ainda mais para qualificar o trabalho e a pesquisa que já está sendo desenvolvida”, salienta o coordenador.

A expectativa é que a construção da nova usina gere cerca de 500 kWh, que serão utilizados para fornecer energia para prédios da própria instituição, gerando uma economia na conta de luz da Universidade. A previsão é que as obras tenham início em 2020.

 

Texto: Mariana Henriques / Assessoria de Comunicação do Gabinete do Reitor
Foto: Marcos Oliveira


Publicações Recentes