Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Startup de alunos da UFSM é contemplada em projeto de fomento à inovação tecnológica



Foto colorida horizontal mostra um notebook aberto e com a tela ligada e do lado 3 objetos de cores diferentes e outro objeto eletrônico atrás
Protótipo do dispositivo criado pela empresa

A startup Auftek Tecnologia, formada por alunos da UFSM, foi contemplada pelo Programa Centelha, promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e as fundações estaduais de amparo à pesquisa (no caso do RS, a Fapergs).

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora no Brasil. Oferece capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso. As 784 propostas submetidas foram avaliadas por um extenso processo constituído de três etapas eliminatórias, tendo como avaliadores especialistas com comprovada capacidade técnica e de mercado. Ao final do processo avaliativo, somente 28 propostas foram contempladas, tendo a proposta da Auftek atingido a 18ª colocação.

O projeto contemplado intitula-se “Dispositivo para identificação de contaminação bacteriana” e envolve duas principais áreas de pesquisa, a Engenharia e a Microbiologia. O objetivo do dispositivo é automatizar e reduzir o tempo de análise e identificação de micro-organismos (com foco na identificação de bactérias) de dias para horas, causando uma redução de custos e simplificação do processo, que é amplamente utilizado em hospitais e laboratórios. Dessa forma, o desenvolvimento de um dispositivo eletrônico para a avaliação de bactérias apresenta um elevado fator de impacto, tanto tecnológico como científico, pois pode auxiliar na identificação do melhor tratamento de determinadas doenças bacterianas ou ainda avaliar a segurança de alimentos.

A Auftek Tecnologia tem como sócios fundadores os engenheiros de controle e automação Adriano M. Jaime e Charles Haab, que atualmente cursam mestrado e doutorado em Engenharia Elétrica na UFSM, respectivamente, ambos sob orientação do professor Leandro Michels.

O projeto proposto ao edital faz parte da tese de doutorado de Charles e envolve uma parceria entre pesquisadores da Engenharia Elétrica (Grupo de Eletrônica de Potência e Controle) e do PPG em Ciência e Tecnologia de Alimentos, sob orientação dos professores Leandro Michels e Juliano Barin. No processo de desenvolvimento atual já existe um protótipo operacional, que está sendo testado e que proporcionou resultados promissores.

A Auftek Tecnologia foi criada no final de 2019 para viabilizar o desenvolvimento desse dispositivo. O recurso obtido por meio do Programa Centelha será utilizado para concluir a fase de desenvolvimento e validação do equipamento, bem como a homologação junto aos órgãos competentes e criação do primeiro produto mínimo viável (MVP), que será lançado até o final de 2020.

Foto: Divulgação


Publicações Recentes